Até quando é que o Estado poderá pagar o reembolso do IRS? E se o contribuinte tiver de pagar, quando o tem de fazer? E no caso do IMI, quais são as datas de pagamento?

Impostos

IRS e IMI: prazos de pagamento e reembolso

Até quando é que o Estado poderá pagar o reembolso do IRS? E se o contribuinte tiver de pagar, quando o tem de fazer? E no caso do IMI, quais são as datas de pagamento?

Sara Antunes Sara Antunes , 12 Maio 2020 | 6 Comentários

O período de entrega da declaração do IRS está a decorrer. O primeiro mês para se pagar o IMI também arrancou agora. Saiba as datas que ainda tem de cumprir e quando é o Estado tem de o reembolsar.

Conheça os períodos de reembolso do IRS, que o Estado terá de cumprir, e se tiver de pagar ao Estado até quando o poderá fazer.

Já quanto ao IMI, saiba quando tem de pagar e que regras tem de cumprir.

Leia ainda:

IRS para pais separados: O que deve saber antes de entregar a declaração

Declarar a casa em IRS: em que situações o devo fazer?

Tenho de pagar o acerto de IRS: como fazê-lo em prestações?

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)

6 comentários em “IRS e IMI: prazos de pagamento e reembolso

  1. Boa tarde queria saber porque não tendo dívidas ao fisco o meu IRS foi aceite a 12/4/2020 e ainda não recebi o reembolso que tenho direito a 749 €,sendo que o meu irmão mandou a 29/4 e a 11 /5 recebeu já o módulo e igual , obrigada

  2. Boa tarde.
    O meu pai tem uma reforma de 750€ mensais. Casado e único tributário. Após simulação esta indica um valor a pagar de cerca de 550€. Como é possivel?????

    1. Olá, Cátia.

      Usando o simulador das Finanças, para um rendimento bruto global de pensões no valor de 10.500€ obtidos por apenas um dos titulares, obtém-se uma coleta total de 927,42€.
      De acordo com o simulador de pensão líquida, a esse valor de pensão (admitindo que é paga toda de uma vez), corresponde uma retenção na fonte de 6€/mês, ou seja, 84€ no total do ano. Ou seja, ainda falta pagar 843,42€.

      Se eles tiverem poucas deduções à coleta com faturas passadas em nome deles (despesas de saúde, despesas familiares, etc – enfim, as que vão parar ao eFatura), então terão que pagar a diferença para o imposto que ainda falta pagar. No exemplo que tenho estado a usar, se houver deduções à coleta de apenas 290€, fica a faltar ainda pagar os restantes 553,42€.

      Não sei dizer se é este o caso do seu pai, face aos pouquíssimos dados que disponibiliza, mas que é possível, é. Recomendo analisar atentamente a simulação apresentada pelas finanças para perceber melhor a origem de cada um dos valores e se pode ter havido ou não algum erro na mesma…