Casal com filho olha para o infinito,
ícone do formato do post video
Seguros

Seguros: Não termine o ano sem rever a sua carteira

Analise as apólices, peça simulações e faça as contas. Pode poupar bastante nos seus seguros, estejam ou não associados a crédito.

Se comprou casa há algum tempo, provavelmente ainda não lhe passou pela cabeça rever os seus seguros, nomeadamente, o multirriscos ou o seguro de vida. Mas, pode (e deve) fazê-lo. O mesmo se passa com o seguro automóvel, de saúde, ou qualquer outro que tenha já que pode conseguir poupar bastante dinheiro.

O primeiro passo é analisar as apólices, coberturas e exclusões, até porque a esta altura pode já nem fazer sentido ter esta ou aquela cobertura ou, no limite, até aquele seguro específico. E atenção: não pode olhar apenas para o fator preço, daí que seja importante pedir ajuda especializada para que possa decidir. Colocar todos os seguros na mesma companhia pode trazer alguma poupança extra, assim como aproveitar alguma campanha de descontos que esteja em vigor.

Leia ainda: Cuidados a ter na contratação de seguros online

Seguros no crédito à habitação

No seguro de vida, se estiver ligado a um crédito à habitação, terá de reler o que assinou, pois pode ser penalizado por transferir o seguro. Confira também o valor total do prémio, já que este vai aumentando à medida que a idade avança. Outra coisa que deve ter em conta são as coberturas para os casos de Invalidez Absoluta e Definitiva (IAD) e para a Invalidez Temporária e Permanente (ITP).

Apesar de só o seguro contra incêndios ser obrigatório, muitos bancos fazem depender a concessão de um crédito à habitação da subscrição de um seguro multirriscos. Informe-se bem sobre cada cobertura e o valor da franquia. Faça as contas e veja se compensa mudar o seguro de instituição financeira ou mexer nas coberturas que tem.

Leia mais: Seguros e doenças graves? Vem aí o direito ao esquecimento

Seguro automóvel e de saúde

No seguro automóvel, o de responsabilidade civil é a apólice obrigatória, mas esta só segura terceiros (outras viaturas e todos os ocupantes dos veículos exceto o condutor). Se escolher mais coberturas, o preço aumenta. Mas, se não tem registo de acidentes, pode sempre tentar negociar uma descida do preço. Atenção à franquia, que é a parte que cabe ao condutor pagar em caso de sinistro.

No caso do seguro de saúde, faça as contas e veja se não é mais vantajoso optar por um plano de descontos. Será o caso se só utiliza o seguro para as consultas de especialidade, por exemplo. Desta forma, o plano de descontos sai mais em conta ou até pode ser gratuito, como no caso da parceria entre a Wells e o Continente.

Porém, se quiser manter o seguro verifique se precisa de todas as coberturas e compare as franquias, um seguro mais barato pode sair-lhe mais caro em cada consulta. E se quer mudar, tenha atenção ao período de carência.

Finalmente, saiba que o débito direto poe trazer algum desconto. Ao invés, o fracionameto mensal ou trimestral de um seguro costuma encarecer o produto. Já agora se tem um cartão de crédito, verifique se este tem algum seguro associado, por vezes basta ativar.

Quaisquer dúvidas ou reclamações deve contactar o regulador dos seguros, a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões.

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #Apólices,
  • #Coberturas,
  • #Crédito à habitação,
  • #seguros
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Um comentário em “Seguros: Não termine o ano sem rever a sua carteira
Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.