Vida e família

O que os pais podem fazer para garantir boas práticas de estudo em casa?

Se está a ter dificuldades em manter o seu filho focado durante o período das aulas à distância, deixamos 6 boas práticas de estudo que o podem ajudar.

Natacha Figueiredo Natacha Figueiredo , 30 Abril 2020

Para muitos pais este é um período bastante atribulado, onde as atenções podem estar divididas entre o trabalho remoto, o apoio escolar aos filhos, as tarefas domésticas, etc. Percebendo o grau de exigência que todas essas tarefas exigem, deixamos de seguida 6 dicas para o ajudar a implementar boas práticas de estudo para o ensino à distância.

1 - Assegure-se que o seu filho cumpre os horários escolares

É muito importante que todos os pais que estejam a prestar apoio aos seus filhos em casa, para que estes possam estudar à distância, se informem com antecedência sobre os horário escolares que vão ser praticados.

Ao estar bem informado sobre os horários escolares do seu filho vai conseguir assegurar que ele cumpre as suas obrigações diariamente e está online nas horas definidas.

2 - Verifique os trabalhos de casa do seu filho

rapariga a fazer pinturas

Todas as crianças devem ser responsáveis pelos trabalhos que lhes são incutidos, para além daqueles que são feitos com o acompanhamento dos professores. No entanto, num período de adaptação ao ensino à distância, é muito importante que os pais reforcem a sua atenção e disponibilidade. Para tal, devem ser criadas rotinas, onde pode existir espaço para uma verificação dos trabalhos de casa realizados.

Por isso, sempre que tiver um tempo disponível, sente-se com o seu filho e peça que ele lhe explique aquilo que fez. Desta forma poderá consultar materiais de apoio e verificar se existem erros ou se o trabalho foi realizado em conformidade.

3 - As boas práticas de estudo no ensino à distância carecem de diálogos frequentes entre todos os intervenientes

É normal que numa fase inicial o seu filho revele algumas dificuldades em determinadas matérias. Afinal, o acompanhamento pelos professores a nível individual pode revelar-se um desafio, caso o aluno não reporte as suas dúvidas.

No entanto, é possível evitar que o seu filho reprima as dificuldades que está a sentir momentaneamente. Para tal, uma boa prática que pode implementar é falar diariamente com o seu filho sobre as matérias lecionadas. Caso identifique algumas dificuldades na aprendizagem, deve comunicar as mesmas aos professores envolvidos. Se não tiver o contato direto de todos os professores, fale com o Diretor de turma e peça que a informação seja passada ao professor em questão.

Leia ainda: Guia de ferramentas para entreter as crianças durante o isolamento

4 - Aulas em casa não são férias

Este é um assunto que deve ser bem explicado ao seu filho. Transmita-lhe desde o início que ele não está de férias escolares, mas sim a ter aulas à distância. E por isso mesmo, ele vai ter que manter a rotina que tinha quando tinha aulas presencialmente.

Embora seja um período conturbado, é muito importante manter a disciplina e a rotina das crianças e jovens, de forma a manter o equilíbrio na vida dos mais novos.

5 - Ler é uma das melhores práticas de estudo que pode incutir ao seu filho

criança loira deitada na cama a ler um livro

Sempre que o seu filho estiver em períodos em que não estão a ser lecionadas aulas à distâncias, incentive-o a ler. Lembre-se que a leitura traz inúmeras vantagens às crianças e as jovens, como o prazer de ler, o aumento da criatividade e o aumento das habilidades linguísticas.

Para além disso, sempre que o seu filho lê um livro está a exercitar o cérebro, a aumentar conhecimentos, a fortalecer a sua capacidade de concentração e interpretação.

6 - Mente sã, corpo são

Por fim, não se esqueça que as crianças devem praticar exercício físico pelo menos 2 vezes por semana. Aproveite para manter-se ativo e reserve uma hora, duas vezes por semana, para fazer atividades físicas com o seu filho. O exercício não só melhora a condição física do seu filho, mantendo-o saudável, como também equilibra o seu estado mental.

Lembre-se também que muitos professores apenas estão agora a ter o primeiro contacto com o ensino à distância. Segundo o Diário de Notícias, são muitos os docentes que vão ter formação de 15 de abril a 5 de maio, de forma a melhorar os seus conhecimentos digitais.

Por isso, tente ser paciente se algo não estiver a correr como planeado, e opte por pedir o contacto direto dos docentes caso precise de esclarecimentos.

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)