Carreira e Negócios

Precisa de um rendimento extra no Natal? 7 opções que pode ponderar

Gostava de um rendimento extra no Natal? Precisa de ideias onde pode ter um rendimento nesta época? Deixamos aqui 7 sugestões.

Natacha Figueiredo Natacha Figueiredo , 13 Novembro 2020

Embora o Natal seja uma altura de alegria e união familiar, a verdade é que esta época do ano traz consigo mais despesas, que podem ter um peso significativo no orçamento familiar. Entre comprar prendas para vários familiares e as despesas com ceia de Natal, muitos portugueses acabam por sentir a necessidade de aumentar os seus rendimentos para fazer face às despesas. E é nesta altura que algumas pessoas pensam na possibilidade de arranjar um rendimento extra.

Mas se está preocupado em ter dificuldades para arranjar um rendimento extra no Natal, uma vez que o Governo estima que a taxa de desemprego chegue aos 8,7%, segundo a notícia da RTP, existem algumas soluções que podem ser viáveis nesta fase. De seguida, deixamos 7 sugestões que o podem ajudar a melhorar temporariamente as suas finanças, consoante o tempo disponível que tiver.

1 - O trabalho temporário é uma ótima forma de conseguir um rendimento extra no Natal

Se está à procura de um rendimento extra no Natal, talvez seja interessante começar a pesquisar vagas para trabalhos temporários. Por norma, nesta altura do ano existem algumas empresas procuram contratar pessoas para substituir colaboradores que estejam de férias ou de licença. Para além disso, também é comum encontrar nesta época do ano vagas para trabalhos temporários com contratos de duração de um mês ou pouco mais que isso. Isto acontece porque muitas empresas têm um negócio sazonal, onde existe a necessidade de contratar mais colaboradores nesta altura do ano.

No caso de ser trabalhador por conta de outrem, pode ser complicado conciliar os horários do seu emprego atual, com um trabalho temporário. Contudo, para quem tem um horário full-time, das 9h às 18h de segunda à sexta, pode procurar vagas com horários noturnos ou ao fim de semana. Não se esqueça de analisar todas as condições que o contrato de trabalho temporário impõe. Desta forma vai conseguir perceber antecipadamente se o seu esforço pessoal e profissional vai compensar. Embora os trabalhos temporários de curta duração tenham, por norma, condições mais atrativas, uma vez que é mais difícil arranjar trabalhadores a curto prazo, é importante estar a par de todas as condições contratuais.

2 - Esteja atento às oportunidades de trabalho que lhe podem trazer um rendimento extra no natal

Para além do trabalho temporário tradicional, existe a possibilidade de encontrar algumas vagas de trabalho para reforços de Natal nesta altura do ano. Devido à pandemia do Covid-19 o número de vagas de reforço de Natal é menor, e dado o grau de incerteza que se vive no comércio, pode haver algumas limitações para conseguir este tipo de trabalho.

Contudo, esta não é a única possibilidade de conseguir um trabalho que traga um rendimento extra nesta época do ano. Por norma, existem vagas de trabalho na área comercial, onde é possível ganhar algum dinheiro através de comissões. Na maioria dos casos, as empresas que procuram comerciais costumam ter um volume de negócio mais elevado nesta altura do ano. Logo, caso tenha interesse na área comercial pode ser uma ótima oportunidade de gerar uma receita adicional.

Não se esqueça que devido às atuais restrições, muitos negócios têm apostado na venda de produtos online. Embora muitas pessoas continuem a fazer as compras em lojas físicas, a verdade é que cada vez mais clientes optam por comprar online. Por isso, esta pode ser uma oportunidade para tentar comercializar alguns produtos com comissões atrativas através de meios digitais. No entanto, caso pretenda iniciar-se como vendedor através de uma empresa, não se esqueça de analisar cuidadosamente as questões contratuais. Por fim, veja se a empresa em questão o pode ajudar através de formações ou materiais de apoio, de forma a conseguir rapidamente estar por dentro do negócio.

3 - Os seus dotes culinários podem ser rentáveis nesta altura do ano

No caso de ser uma pessoa com gosto na confeção de alimentos ou doces, esta é uma ótima altura do ano para rentabilizar os seus dotes culinários. Afinal, existem cada vez mais famílias que não têm tempo para cozinhar todos os pratos mais desejados da época natalícia, acabando por encomendar a outras pessoas os doces tradicionais e alguns pratos mais elaborados.

Se os seus familiares, amigos ou colegas de trabalho já conhecem os seus dotes, então talvez seja uma boa ideia avisá-los que este ano vai comercializar algumas refeições ou sobremesas. Lembre-se que ao divulgar a sua atividade entre conhecidos, existe sempre a possibilidade de ter mais encomendas.

Se preferir ampliar as suas hipóteses de venda e atrair mais clientes, pode sempre fazer uma pequena loja online ou utilizar as redes sociais para divulgar os seus dotes culinários. Sempre que confecionar um produto, tenha atenção aos detalhes e procure fotografar as suas criações. Seja criativo na hora das descrições e não se esqueça de disponibilizar toda a informação necessária para que as pessoas possam facilmente encomendar os seus produtos.

4 - É uma pessoa criativa ou tem jeito para o artesanato? Existem peças que têm bastante procura nesta altura do ano

Muitas pessoas gostam de oferecer prendas personalizadas, e principalmente feitas à mão. Para além disso, para quem gosta de trabalhos manuais e dar azos à sua imaginação através do artesanato, pode facilmente conseguir vender algumas das suas criações. Contudo, estas vendas tendem a ser mais fáceis se os artigos estiverem associados a esta época do ano.

Por exemplo, em termos de decoração de Natal, muitas pessoas gostam de comprar presépios artesanais, estrelas de Natal, decorações para árvore de Natal, centros de mesa e até coroas artesanais. Já no que diz respeito a presentes, as molduras, pequenos quadros, jarras, velas, e outros objetos decorativos, por norma também têm bastante saída. Se gosta de macramé, pode tentar aprender um pouco sobre esta técnica e tentar vender as suas primeiras criações. O mais importante é tentar fazer peças originais e criativas que se destaquem da maioria. Desta forma vai captar rapidamente a atenção de possíveis clientes quando divulgar o seu trabalho.

5 - Tem artigos e objetos em sua casa que já não quer? Pode tentar vendê-los em segunda-mão

Vender artigos usados é sempre uma forma de conseguir obter um rendimento extra. E, dada a procura por prendas diferentes com um custo mais atrativo, o Natal pode ser uma ótima altura para se desfazer daquilo que já não quer. Na maioria dos casos, a roupa e o calçado são os primeiros artigos que vêm ao pensamento para vender. No entanto, existem sempre outras opções que podem ser atrativas de vender, como é o caso de jogos, telemóveis, móveis e artigos de decoração.

Para além destas opções, caso tenha tempo para se dedicar a um projeto de reciclagem, pode sempre reciclar peças que já não têm utilidade ou gostaria de se desfazer. Por exemplo, se tem um móvel antigo que já não gosta de ver na decoração da sua casa ou pretende comprar um novo, pode sempre reciclá-lo e colocá-lo à venda. Por vezes, basta uma pintura com uma cor que seja tendência e uns puxadores modernos, para atrair o interesse de possíveis compradores. Caso tenha espaço numa garagem ou um espaço exterior, também pode usar paletes para criar móveis ou bonitas floreiras. A verdade é que as possibilidades são muitas, se tiver tempo e algum jeito para este tipo de trabalhos.

6 - Se não precisar de um rendimento extra elevado, participar em estudos de mercado pode ser uma ideia a ponderar

Atualmente são várias as empresas que oferecem uma pequena remuneração a quem esteja disposto a responder a estudos de mercado. No entanto, esta só é uma opção viável caso não precise de um rendimento elevado. A maioria das empresas paga menos de um euro por cada inquérito que responde, e nem sempre têm inquéritos disponíveis. Além disso, é importante que saiba que muitos desses inquéritos levam algum tempo a responder. E no final, para conseguir obter a sua remuneração, pode ter que atingir um valor mínimo que a empresa definiu.

Outra questão que deve estar atento, é que muitas das empresas que procuram pessoas para responder a pesquisas oferecem pontos em vez de dinheiro. Após reunir alguns pontos, pode trocá-los por produtos disponíveis num catálogo. Caso pretenda oferecer algumas lembranças, esta opção pode ser interessante. No entanto, não se esqueça que para conseguir obter artigos mais atrativos, vai ter que responder a bastantes inquéritos. Ou seja, se ainda não está registado neste tipo de plataforma, até ao Natal pode ter alguma dificuldade em juntar os pontos necessários.

Contudo, é sempre mais uma possibilidade de conseguir um pequeno rendimento extra, que pode juntar a outras fontes de rendimento.

7 - Tem jeito e experiência a lidar com crianças ou animais? Estes serviços costumam ter procura

Não é uma novidade que os serviços de babysitting e petsitting têm sempre muita procura, principalmente em períodos de férias. No entanto, nos dias que correm, os pais e os donos costumam dar preferência a quem já tem experiência nestas tarefas e tenha boas recomendações. Por isso, se estas duas atividades fazem parte do seu currículo e tem tempo para prestar um bom serviço, esta pode ser uma ótima forma de obter um rendimento extra.

Lembre-se que existem pessoas que têm horários de trabalho distintos, logo é possível encontrar alguém que precise dos seus serviços num horário vantajoso para si. Caso este serviço corra bem, existe sempre a possibilidade deste rendimento temporário, tornar-se recorrente.

Nota final: Independentemente do trabalho que desempenhe temporariamente, seja sempre o mais profissional possível. Lembre-se que mesmo que não fique nessa atividade, podem surgir novas desafios profissionais devido ao seu profissionalismo e empenho.

Ler mais: 8 profissões que pode ter a trabalhar em casa, para ter um rendimento extra

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)