Crédito

8 sinais de alerta para evitar burlas com créditos na internet

Catarina Alves de Sousa Catarina Alves de Sousa , 21 Fevereiro 2017 | 42 Comentários
Aqui no Doutor Finanças batemos várias vezes nesta mesma tecla, mas porque cada vez nos chegam mais histórias de burlas com créditos, achamos por bem listar alguns dos maiores sinais de alerta de burla com créditos na internet. Conheça-os e proteja-se.

1. Não encontra referências externas (positivas) sobre a empresa em questão

Por referências externas referimos-nos, por exemplo, a testemunhos de clientes satisfeitos, artigos sobre a empresa em blogs ou na imprensa. Se para contratarmos um profissional de limpeza doméstica procuramos arranjar referências de outras pessoas que já contrataram a mesma pessoa, não devemos tentar fazer o mesmo para uma empresa em que estejamos a pensar confiar algo tão privado e delicado como as nossas finanças?Quando uma empresa é referida em algum meio de comunicação social ou blog reputado, naturalmente fará menção no seu site ou redes sociais. Por falar nisso...

2. Não tem perfis em redes sociais

A ausência de perfis em redes sociais pode ser um sinal de alarme. Hoje em dia é quase impossível que uma empresa não tenha nenhum perfil numa rede social, uma vez que em termos de Marketing uma empresa deve estar onde estão os clientes e deve tentar aproximar-se deles com uma imagem o mais humana e acessível possível. Por outro lado, há sempre a possibilidade dos clientes se queixarem "em praça pública", pelo ficamos sempre a pensar se a empresa terá algo a esconder.

3. Ao pesquisar no Google "Nome da empresa" + burla encontra diversas denúncias

Especialmente no Portal da Queixa, costumam aparecer muitas denúncias deste género em que até mencionam os nomes das empresas acusadas de burla. Faça esta pesquisa antes de contactar uma empresa e submeter um pedido de crédito. A pesquisa é a sua maior aliada na segurança online.

4. A morada da empresa é um Apartado

Um apartado é uma morada fictícia que tem várias vantagens para o seu detentor, mas que pode também ser usada com más intenções; no caso das burlas servirá para que os clientes defraudados não encontrem as instalações físicas da empresa e não possam, por isso, ir lá fisicamente tirar satisfações. Se uma empresa ligada ao crédito tem um apartado em vez de uma morada real, poderá ser um motivo para desconfiar.

5. Ao contactar a empresa, pediram-lhe uma comissão de análise ou pré-aprovação

Não faz sentido pagar por um serviço antes deste estar concluído, certo? Para além disso, não faz também sentido pagar pela análise de um crédito que pode nem ser aprovado. Se lhe pedirem uma comissão para analisar um crédito, não siga em frente com o processo. A maioria dos casos de burlas com créditos que vemos surgem precisamente porque é cobrada uma comissão que não é devolvida mesmo quando o pedido de crédito não é aprovado, ficando a pessoa sem o crédito e sem o dinheiro que investiu nessa "comissão" que lhe foi pedida no início do processo.

6. A consultora financeira garante um processo "sem burocracias"

A fim de comprovar a veracidade da informação e fazer análise do seu pedido de crédito, a consultora precisa de ter acesso aos seus documentos, logo se não lhe pediram nada e prometeram um processo "sem burocracia", tem aí outro alerta vermelho.

7. Prometeram-lhe crédito aprovado numa questão de horas/dias

Quanto muito podem prometer-lhe que vão analisar o seu pedido dentro de horas ou dias, uma vez que nenhuma consultora financeira tem o poder de aprovar crédito. Apenas os bancos estão habilitados a fazê-lo.

8. A consultora/empresa afirma poder dar crédito a quem tem o nome na lista negra do Banco de Portugal

Não existem excepções neste caso: se tem o nome reportado na lista do Banco de Portugal, saiba que as instituições financeiras estão proibidas por lei a dar-lhe acesso a crédito, logo não acredite neste tipo de promessas.

Foi vítima de burlas com créditos na internet? Faça queixa.

No caso de ser vítima de uma empresa deste género (esperamos que nunca aconteça, especialmente depois de ler este artigo!), saiba que há vários canais onde pode reportar a situação, entre eles:É um departamento do FBI que atua em todo o mundo com o apoio da polícia e doutras entidades.
  • Polícia Judiciária Dependendo das informações que cedeu à empresa de crédito, deve contactar o seu banco e pode denunciar o caso à Unidade Nacional de Combate à Corrupção, da Polícia Judiciária.

O Dr. Finanças nunca lhe cobrará comissões de avaliação

Como já explicámos várias vezes, nunca cobramos comissões de avaliação ou de pré-aprovação, pelo contrário: alertamos para que nunca pague antecipadamente.Se quer fazer um crédito pessoal mais barato e prudente contacte-nos e fique à vontade para investigar as nossas referências. Pode começar pela nossa página de testemunhos de clientes que já ajudámos e pelas reportagens do Contas-Poupança da SIC (esta e esta, por exemplo). 🙂
Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #burla crédito pessoal,
  • #burlas com créditos,
  • #como detetar burlas online,
  • #crédito pessoal,
  • #créditos,
  • #fraude com créditos

Deixar uma resposta

48 comentários em “8 sinais de alerta para evitar burlas com créditos na internet

  1. Boa noite fico aqui uma tentativa de burla, este contrato será legal?
    Ainda não assinei

    Entre os abaixo assinados:

    REPÚBLICA FRANCESA

    Ministério da Justiça e Liberdades

    Tribunal Comercial de Paris ————-
    Chefe Clerk ———————-
    AGREMENT N°2 XXXXX /DOSSIER N° XXXX-XX XXX-XXXX/DCJL/SGCA
    Senhor : XXXXXXX XXXXX XXXXXXXX
    RUE XXXXXXXXXX 91850Ile-de-France, FRANCE
    nacionalidade : FRANCE Por um lado;
    E
    Senhor : BRUNO XXXXXX XXXXXXX MARQUES Endereço:Apartamentos
    XXXXXXXXX 18 1C
    País: Portugal
    A seguir referido como “o mutuário” por outro lado.
    Ambas as partes aceitam as seguintes cláusulas :
    ARTIGO 1: MONTANTE E DURAÇÃO DO EMPRÉSTIMO
    O objetivo deste contrato é especificar os termos e condições sob os quais o Sr. XXXXXXX XXXXX XXXXXXXX concede ao mutuário um crédito de Três mil euros (3.000 €) por um período de 48 meses ou 4 anos. E o primeiro pagamento será feito 03 meses após a obtenção dos fundos.
    ARTIGO 2: OBJETIVO DO EMPRÉSTIMO
    O mutuário declara que o empréstimo será usado integralmente para:……………………………………………………………………….. ………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………….. …………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………… ……………………………………………………………………………………………………………………………………………………….
    ARTIGO 3: TERMOS E CONDIÇÕES
    Senhor
    XXXXXXX XXXXX XXXXXXXX concede ao mutuário, que aceita, o crédito referido nos pontos 1 e 2 do mesmo nos termos e condições abaixo:
     Natureza do crédito: crédito de longo prazo;
     Taxa: 2%
     Juros de mora: 10% do montante em dívida
    ARTIGO 4: TERMOS DE REEMBOLSO
    Este crédito se reembolsará durante 48 meses o 4 años.

    Pagamento mensal: 65.09 Euro Pagamentos mensais totais: 3124.10 Euro Total de participação: 124.10 Euro

    Primeiro reembolso: 03 de Junho de 2019 e todos os outros 03 meses que se seguirão a essa data.
    ARTIGO 5: DECLARAÇÕES E COMPROMISSOS DE BENEFICIÁRIOS
    O mutuário declara e garante a XXXXXXX XXXXX XXXXXXXX:
     Que ele notificará o credor no prazo de dez (10) dias, de qualquer evento que possa afetar seriamente seu emprego ou suas atividades ;
     Informará o credor, imediatamente, da ocorrência de qualquer evento que possa justificar a exigibilidade
    prevista no Artigo 4.

    ARTIGO 6: EXIGIBILIDADE ANTECIPADA
    -Em caso de reembolso antecipado, o mutuário receberá um bônus de 10 euros sobre o pagamento mensal. -Em caso de restituição de um valor devido, receberá 10% do montante reembolsado.
    ARTIGO 7: DISPUTAS E DISPUTAS
    Está expressamente declarado que os termos, condições e modalidades mencionados acima não são limitantes, de modo que aqueles não previstos neste acordo possam ser mutuamente acordados entre as partes de acordo com as regras e práticas. data efetiva do credor a partir da data de assinatura destes
    Os tribunais franceses serão os únicos competentes para ouvir quaisquer disputas que possam surgir sobre a interpretação ou execução deste acordo.
    Acordo a ser assinado pelo mutuário, precedido por sua assinatura da nota manuscrita “bom para aceitação” Aceitação das partes.
    Feito em Paris em 03/06/2019 Paraomutuário O NOTÁRIO Para o credor
    XXXXXXX XXXXX XXXXXXXX XXXX XXXXXX-XXXXXXX BRUNO XXXXXX XXXXXXX MARQUES

    1. Olá, Bruno.

      Realmente, é um pouco estranho, não só pela simplicidade das cláusulas, como pelos valores envolvidos…

      Isso foi uma “oferta” que lhe apareceu sem ser solicitada ou anda efetivamente à procura de um empréstimo e isso foi a resposta que recebeu? Já lhe pediram para pagar alguma coisa?

      Se tem razões para desconfiar da oferta, não faça qualquer pagamento, nem assine nada enquanto não estiver esclarecido, naturalmente…

  2. Olá boa noite fiz uma simulação de crédito unde ficou pré aprovado à cofidis, depois passados uns dias ligaram de uma empresa que mais tarde poderei dizer o nome onde se propôs a ajudar a concluir o pedido mandarao o contrato da cofidis para assinar e agora pedem 1600 euros de anurarios como é possível se nunca me avisaram de tal coisa será que estou a ser enganado, uma vez que numca me disseram que tinha custas além do que tenho de pagar à cofidis

    1. Olá, João.

      Não percebi bem uma coisa – esses 1600€ estão-lhe a ser cobrados à cabeça, para além do que tem de pagar pelo empréstimo? Ou já se passou algum tempo, e foi fazendo pagamentos, e agora estão-lhe a exigir ainda mais dinheiro?

      Poderá tratar-se de um esquema de phishing, onde um burlão se faz passar por outra empresa para obter informações privadas e/ou dinheiro, mas também pode haver algo que lhe tenha escapado nas condições iniciais (embora esse montante me pareça bastante exagerado).

      Tem consigo cópias do contrato que assinou? Qual foi a justificação que lhe apresentaram para pedir os 1600€?

  3. Bom dia fui contatada pela empresa se crédito agrupacreditod e dizem que foi anexado,mas me pediram uma transferencia. de 95 euros . Será burlq. Obrigado

    1. Olá Patrícia,
      Sim, é possível. Quanto mais informação tiverem sobre si mais fácil será assistir a situações de roubo de identidade (já alguma vez reparou que, por exemplo, quando trata de alguma coisa com o seu banco por telefone, pedem-lhe justamente para confirmar a sua identidade com alguns destes dados pessoais?). É por esse motivo que não deve dar os seus dados pessoais sem ter confiança na entidade a quem os está a dar.

      Isto não quer dizer que não deva dar os seus dados em circunstância alguma (até porque muitas vezes, são obrigatórios para este tipo de operações), mas se estiver a lidar com uma empresa que não conhece, deve procurar informar-se sobre a mesma antes de lhes passar informações sensíveis. Este artigo é justamente sobre alguns cuidados a ter nesses casos.

  4. Pedi dinheiro a crédito na hora pelo o que lhes disse diseram que foi positivo agora pedem 90€para tratar do contrato eu falei com eles e disseram se as informacoes que dei forem verdade que não veem razão para eu não ter o crédito será verdade ou burla