Nos últimos meses muitas pessoas contactaram o Dr. Finanças relatando más experiências nos seus pedidos de crédito online. Em linhas gerais, pagaram comissões de pré-aprovação de crédito sem que o financiamento tivesse ocorrido. Se é lógico que nem todos os pedidos de crédito podem ser aprovados, não é lógico que alguém pague antecipadamente para que o seu crédito seja aprovado. Aliás, o Dr. Finanças aconselha sempre a que NUNCA pague antecipadamente.

Neste artigo vamos deixar-lhe algumas dicas e alertas que podem ajudá-lo a ter uma melhor experiência com o seu pedido de crédito online.

Faça uma análise crítica inicial

Antes de pedir um crédito ou de simular a sua prestação em qualquer site na internet sugerimos que faça uma análise inicial rigorosa e crítica. E que seja o mais verdadeiro possível. Procure responder a algumas perguntas:

  • Se esta pessoa me pedisse dinheiro emprestado, eu emprestava?
  • Serei um bom cliente para o banco?
  • Será que não posso melhorar o meu processo?
  • Se já teve uma recusa… por que motivo me recusaram o crédito?

Estas e outras perguntas podem ser formuladas e as respostas são fundamentais para o sucesso do seu pedido de crédito. Lembre-se sempre que o banco quer emprestar-lhe o dinheiro, mas quer ainda mais que o dinheiro seja devolvido. Ou seja, não quer riscos.

woman-1148923_1920

Procure diferentes alternativas

Ao pedir um crédito, seja crédito pessoal ou crédito consolidado, deverá procurar sempre diferentes propostas. Isso implica consultar diferentes instituições financeiras para submeter o seu pedido. Pode fazê-lo presencialmente ou fazer o pedido pela internet.

É nesta fase que surgem as consultoras financeiras que têm por missão procurar as melhores condições de crédito junto dos seus diversos parceiros. Ao submeter o seu pedido online disponibiliza os seus contactos para que seja feito um diagnóstico. E é aqui que deve “separar o trigo do joio”. Nem todas as consultoras são iguais e nem todas têm o mesmo modelo de remuneração.

Modelo 1 – Pagar por sucesso – só paga após o financiamento

O primeiro modelo, que é o modelo do Dr. Finanças, consiste em fazer o trabalho todo por si, recolher a documentação, tratar de toda a burocracia, negociar as melhores taxas e ajudá-lo na formalização. Em caso de sucesso, e apenas e só em caso de sucesso, é que existirá lugar ao pagamento de honorários (que na maioria das vezes já estão incluídos no financiamento). Em caso de insucesso não terá de pagar qualquer custo ou comissão, pelo que não tem risco no seu pedido.

Modelo 2 – Pagar uma comissão de análise e uma comissão de sucesso

Um modelo alternativo consiste em cobrar uma comissão pela análise do processo. Esta comissão pode ter muitos nomes, como comissão de dossier, comissão de análise, comissão de pré-aprovação, comissão de estudo. Enfim, diversos nomes para uma mesma realidade: cobrar um valor mesmo sem a garantia de ver o seu crédito aprovado (e infelizmente esta garantia de aprovação é dada indevidamente)

Um pequeno exemplo pode ajudar a perceber por que este modelo é errado. Assumindo que uma consultora financeira consegue ter sucesso em 5% dos pedidos de crédito que submetem e imagine que esta consultora cobra uma comissão de €95. Agora, imagine que 100 clientes contactam esta consultora e pagam €95. A consultora recebe nesse mês €9.500 e na melhor das hipóteses ajuda 5 pessoas a ter crédito (e depois recebe também uma comissão de sucesso). Em linhas gerais, recebe €9.500 para ajudar 5 pessoas.

Dicas úteis para ter sucesso no seu pedido de crédito online

pexels-photo+1

De seguida deixamos-lhe algumas dicas úteis para que consiga ter sucesso nos seus pedidos de crédito online:

  1. Nunca pague comissões de avaliação de pedidos (não se esqueça que nenhuma consultora pode garantir uma pré-aprovação);
  2. Se tiver incumprimentos, o nome no Banco de Portugal, estiver desempregado ou alguma penhora, saiba que não pode ter o crédito aprovado pelo que deve procurar a renegociação de créditos (saiba mais sobre a renegociação aqui);
  3. Analise a credibilidade da consultora antes de a contratar. Aqui pode pesquisar na internet por eventuais queixas e burlas, analisar as redes sociais e perceber os seguidores, analisar o site para perceber a dimensão da empresa, procurar referências, entre outros.
  4. Exija um contrato que regule os seus direitos e deveres, tendo sempre em conta que não deve assinar um contrato com uma empresa cuja morada seja um apartado. Tem de ter uma sede física.

Quem procura um crédito consolidado quer faz isso para poupar dinheiro. Infelizmente, acaba muitas vezes por perder tempo e dinheiro e ter uma péssima experiência. Esperamos que estas dicas tenham sido úteis e pedimos-lhe que partilhe connosco a sua experiência e ajude ainda mais pessoas a ter sucesso nos seus pedidos de crédito.