Crédito

Quero fazer obras em casa, qual a melhor solução de crédito?

Quer fazer obras em casa ou comprar um imóvel para reabilitação? Conheça as opções de financiamento para estes processos.

Crédito

Quero fazer obras em casa, qual a melhor solução de crédito?

Quer fazer obras em casa ou comprar um imóvel para reabilitação? Conheça as opções de financiamento para estes processos.

Fazer obras em casa não é um processo barato. Além do trabalho de mão de obra, é necessário comprar os materiais para tal. Por isso, existem os financiamentos para estes processos. Então, que tipos de crédito pode escolher para avançar com obras em casa?

Neste artigo, explicamos os vários tipos de crédito por que pode optar, como escolher o melhor crédito para o seu caso e que fatores deve ter em conta na escolha.

Que tipos de crédito existem para fazer obras? 

Existem três tipos de crédito específicos para fazer obras. Porém, também é possível pedir um crédito sem essa finalidade específica. Assim, as opções de crédito são as seguintes:

  • Pessoal para obras 
  • Pessoal
  • Reabilitação urbana (imóveis com mais de 30 anos) 
  • Habitação e obras 

Crédito Pessoal para obras 

Um crédito pessoal para obras é o mais comum quando se quer fazer obras simples em casa, não só por ser um financiamento de aprovação mais rápida (48h na maior parte das entidades), mas também por ser preciso muito menos burocracias. 

Porém, como é um financiamento mais rápido, implica um prazo de reembolso menor e taxas de juro mais elevadas. O que fará com que tenha uma prestação mais elevada.  

Para conseguir um empréstimo desta natureza, dependendo da instituição financeira, pode ser preciso apresentar um orçamento realizado por um profissional para determinar o montante do crédito; ou um comprovativo de despesas dos materiais utilizados nas obras. 

Crédito pessoal 

Crédito pessoal: O que é preciso para ter o empréstimo aprovado?
Ler mais

Se não quiser apresentar um orçamento ou comprovativos de despesas, pode pedir um crédito pessoal normal, sem finalidade. Assim, pode utilizar o dinheiro do empréstimo nas obras, da forma que pretender. 

Esta modalidade distingue-se por não ter uma finalidade específica nem obrigatoriedade de referir a que se destina o financiamento. Porém, distingue-se também pelo facto de as taxas de juro serem mais elevadas. 

Os montantes a financiar neste tipo de crédito podem ir de 250 euros a um valor máximo de 50.000 euros

Crédito Reabilitação urbana 

Se quiser pedir um financiamento de Reabilitação urbana, o imóvel que precisa de obras tem de ter mais de 30 anos

Ou seja, destina-se a qualquer cliente que queira reabilitar um imóvel, seja de habitação própria permanente ou secundária. 

Além de ter idade superior a 30 anos, o imóvel também precisa de estar numa área de reabilitação urbana (ARU), nos centros históricos das cidades ou áreas de recuperação e/ou reconversão urbanística

Crédito Habitação e obras 

O crédito habitação e obras representa um financiamento que engloba o valor da compra de uma casa, juntamente com o valor das obras a realizar. Por norma, a garantia é a hipoteca do imóvel. 

É um crédito mais elaborado, mas as taxas de juro são mais acessíveis e os prazos de reembolso são maiores que os 84 meses dos créditos pessoais para obras. 

Para que este tipo de crédito seja aprovado, a avaliação do imóvel tem de considerar já as obras concluídas. Por isso, ao pedir o crédito tem de apresentar um projeto/orçamento das obras, para que se possa fazer uma estimação do valor do imóvel pronto. Só após a entrega desta documentação, o perito pode passar à avaliação do imóvel. 

À parte do financiamento do imóvel, o financiamento apenas para as obras é fornecido por fases, através de vistorias regulares (também com custos). 

Neste tipo de crédito pode ser necessário menos dinheiro de entrada inicial do que num crédito habitação a um imóvel já reabilitado. 

Por exemplo, um imóvel não reabilitado que custe 150.000 euros, em que haja um investimento em obras de 40.000 euros, e fique avaliado em 220.000 euros, compensa mais do que comprar o imóvel já por 220.000 euros. 

Leia também: Quer comprar casa com crédito habitação? 7 cuidados a ter 

Como escolher o melhor crédito para obras? 

Para escolher o melhor crédito para obras, primeiramente, deve ter em conta o imóvel que quer reabilitar. Isto para avaliar a antiguidade do imóvel, a sua localização e o estado. 

Então, caso o imóvel tenha mais de 30 anos e esteja localizado nas áreas permitidas, o melhor tipo de crédito será o de Reabilitação urbana

Mas se o objetivo for comprar um imóvel para reabilitação, talvez faça mais sentido comprar o imóvel através de um crédito Habitação e obras, que inclua no financiamento o valor para as obras. 

Se nenhuma destas for a sua situação e quiser reabilitar um imóvel que já tenha adquirido, pode optar por um crédito pessoal para obras ou, somente, por um crédito pessoal. 

Fatores a ponderar na escolha

Em qualquer um dos casos, deve ponderar os seguintes fatores: 

  • Qual o valor de que necessita para as obras do imóvel? Lembre-se de que quanto menor for o valor, menor são os juros a pagar e menos tempo demora a reembolsar o empréstimo; 
  • Avalie qual a sua taxa de esforço mensal, para saber qual o valor de prestação que consegue suportar. E, assim, definir o prazo de pagamento do financiamento. Quanto maior for o prazo, menor será a prestação mensal, mas maior será o Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC). Isto porque fica a pagar juros durante mais tempo; 
  • Pondere se consegue apresentar garantias no crédito. Caso consiga, os juros a pagar serão menores, pois o seu risco de incumprimento diminui
  • Também pode ajudar a reduzir a prestação mensal se subscrever produtos financeiros no seu crédito. Dependendo da instituição financeira e do tipo de financiamento, pode conseguir diminuir a Taxa Anual Efetiva Global (TAEG), ou descontos nas comissões de avaliação; 
  • Peça várias propostas. Quantas mais pedir, mais termo de comparação vai conseguir ter.

O Doutor Finanças pode ajudá-lo na procura de propostas e comparação das várias condições, para tomar a melhor decisão relativamente ao seu crédito para obras. 

Leia ainda: Juros do crédito habitação estão a subir há 4 meses. O que fazer?

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.