Finanças pessoais

Comissões sobre prestações de crédito e MBWay acabam em 2021

As comissões bancárias sobre prestações de crédito e MBWay vão sofrer alterações já em 2021. Saiba quais e que impacto têm na sua carteira.

Com o novo ano chegam algumas novidades que têm impacto na carteira dos portugueses: o fim das comissões de prestação de crédito e MBWay é uma delas. 

O Parlamento português aprovou, no passado mês de julho, o fim de algumas comissões bancárias. Entre elas estão comissões pelo processamento de prestações bancárias ou por documentos relacionados com a rescisão de contratos de crédito e as taxas de MBWay (com algumas limitações, como veremos de seguida). 

Descubra ainda o comparador de comissões bancárias.

Novos contratos não terão comissão por processamento de prestação

Se tem ou já teve algum crédito, sabe do que se trata: todos os meses os bancos cobram, juntamente com a prestação, um montante referente ao processamento da prestação. 

Pois, os bancos vão deixar de poder cobrar esta comissão. No entanto, isto acontece apenas nos novos contratos. Os clientes que atualmente têm empréstimos a decorrer e que já pagam este valor (que em alguns casos pode superar os três euros) vão continuar a pagar. 

Distrates vão deixar de ser cobrados

Ao vender um imóvel sobre o qual ainda tem empréstimo, deve usar o valor da venda para liquidar por completo o crédito. Para isso, é necessário um documento que apresente os cálculos da dívida à data da venda e coloque fim ao contrato. Esse documento é o distrate. A maioria das entidades bancárias cobram por esse documento. Mas deixará de ser assim, a partir de 2021. 

Leia também: Vender a casa sozinho: tudo o que precisa de saber

MBWay livre de comissões, mas com limites

Depois de alguma polémica em torno do MBWay e respetivas comissões, junto de várias instituições bancárias, o Parlamento aprovou o fim das comissões, mas com condicionantes. 

  • Transferências de 30€ ou um acumulado de 150€ mensais. 
  • Até 25 transferências mensais. 

Ultrapassados estes limites, os bancos poderão cobrar o que está previsto nos seus preçários. Os valores cobrados podem ir de 0,2% a 0,3% até 1€ por cada transferência realizada pela plataforma digital. 

Estas medidas aprovadas pelo Parlamento têm o objetivo de eliminar algumas comissões que há muito eram questionadas por associações e particulares. Se está nos seus planos contrair empréstimo, passar pelo distrate ou usar MBWay, tenha em atenção estas novidades, que irão mexer na sua carteira. 

Leia ainda: Orçamento do Estado de 2021: Conheça as principais medidas que trazem benefícios para a sua carteira

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)

Um comentário em “Comissões sobre prestações de crédito e MBWay acabam em 2021