Sabia que pode consultar todas as contas bancárias que abriu e/ou encerrou, bem como o tipo de conta e respetivas datas de abertura e encerramento? E sabia que o pode fazer com apenas alguns cliques, sem sequer sair de casa? Neste artigo, mostramos-lhe como.

Segundo o último comunicado do Banco de Portugal, a Central de Responsabilidade de Crédito foi reformulado. Este artigo vai ajudá-lo como descarregar este mesmo documento.

Muitas pessoas já conhecem o Mapa de Responsabilidades de Crédito. É uma forma fácil de ter uma visão geral de todos os créditos que estão à nossa responsabilidade e é um dos documentos que o Doutor Finanças pede (bem como a última declaração de IRS) para dar início ao seu processo.

O Mapa de Contas, também disponibilizado desde março de 2015 pelo Banco de Portugal, é um documento igualmente útil e que lhe permite ter uma visão global de todas as contas (de depósito, de pagamentos, de crédito e/ou de instrumentos financeiros) dos quais foi/é titular ou tem autorização para movimentar, bem como qual a instituição onde estão domiciliadas, as datas de abertura (e/ou encerramento) e o tipo de relação (titular, autorizado a movimentar, etc.).

O que precisa saber sobre o Mapa de Contas antes de o consultar?

Na base de dados de contas do Banco de Portugal, apenas consta a informação sobre contas de depósito, de pagamento, de crédito e de instrumentos financeiros abertas a 1 de março de 2011 ou em data posterior. Nesta base de dados, apenas pode consultar dados como a instituição onde a conta está domiciliada e os titulares, não tendo acesso ao saldo ou montantes.

Toda a informação constante na base de dados de contas é responsabilidade da instituição que a reportou, pelo que, no caso de identificar incongruências ou ter alguma questão relativamente a uma conta em específico, deverá contactar diretamente a instituição para resolução do problema.

Como ter acesso ao Mapa de Contas

Para ter acesso ao Mapa de Contas, não precisa de esperar horas em filas no banco nem de preencher vários requerimentos. Basta ter um computador com acesso à Internet.

  1. Vá ao site do Banco de Portugal.
  2. Clique em Particulares, no lado superior direito do ecrã.
  3. Escolha a opção Base de Dados de Contas.
  4. Leia e aceite as condições de acesso, clicando de seguida em “Obter Mapa”. Nesta etapa, precisará das credenciais de acesso ao Portal das Finanças.
  5. Alternativamente, pode usar seu Cartão de Cidadão, mas necessitará de um leitor e do respetivo software.
  6. Abra ou guarde o ficheiro PDF gerado: este é o seu Mapa de Contas.

Não se esqueça de encerrar a sessão antes de sair da página Web para proteger os seus dados.

banco de portugal mapa de contas

Como Interpretar o Mapa de Contas

O documento é composto por vários campos, dos quais nove são de extrema importância para identificar o tipo de conta, a instituição e as datas de abertura e/ou encerramento.

  • Informação comunicada pela instituição: corresponde à instituição que reportou a informação e que domicilia a conta em questão, podendo ser uma instituição de crédito, uma sociedade financeira ou uma instituição de pagamento.
  • Número de conta: identificação da conta através dos elementos habitualmente usados pela instituição.
  • Tipo de conta: como referimos acima, a conta pode ser de depósito bancário, de crédito, de pagamento ou de instrumentos financeiros.
  • Subtipo de conta: neste caso, encontra informação mais específica, nomeadamente no caso de se tratar de um depósito bancário (que poderá ser à ordem, com pré-aviso, a prazo ou sob regime especial) ou de uma conta de crédito (cartão, crédito à habitação, crédito ao consumo, entre outros tipos de crédito).
  • Abertura: corresponde à data de abertura da conta.
  • Encerramento: corresponde à data de encerramento da conta, quando tal se verifique.
  • Relação: este campo identifica o tipo de relação do titular do mapa com a conta em causa, podendo este ser titular (pessoa singular ou coletiva em nome de quem a conta foi aberta) ou autorizado a movimentar (pessoa singular com poder para movimentar a conta, por via dos termos de contrato de abertura ou tendo poderes de representação de um dos titulares).
  • Início: este campo parece ser redundante em relação ao campo abertura; no entanto, lembre-se que a sua relação com uma conta pode iniciar-se numa data posterior à de abertura (se não for o titular e, por exemplo, apenas tiver autorização para movimentar).
  • Fim: este campo, à semelhança do campo anterior, serve para identificar o fim da sua relação com contas de terceiros.

Aproveite o Mapa de Contas para verificar se as contas que encerrou estão realmente encerradas. Se verificar que continuam abertas, contacte a instituição em questão o mais rapidamente possível para resolver a questão e evitar dissabores no futuro.