Finanças pessoais

Comprar automóvel ainda este ano: É uma boa altura?

Se está a pensar comprar um novo automóvel ainda este ano, saiba o que deve ter em consideração e os desafios que pode vir a enfrentar.

Finanças pessoais

Comprar automóvel ainda este ano: É uma boa altura?

Se está a pensar comprar um novo automóvel ainda este ano, saiba o que deve ter em consideração e os desafios que pode vir a enfrentar.

A compra de um automóvel requer sempre uma grande ponderação. Se está a pensar avançar com este investimento ainda este ano, fique a conhecer os desafios que irá enfrentar e se é uma boa altura para o fazer.

Tenha atenção aos preços elevados dos automóveis usados

Devido aos constrangimentos nas cadeias de abastecimento durante a pandemia, e à crise dos semicondutores, a indústria automóvel tem sentido algumas dificuldades para regressar à normalidade. Durante o confinamento, as encomendas acumularam-se e, até ao momento, ainda não houve tempo suficiente para que todas fossem satisfeitas, apesar dos esforços contínuos.

Por essa razão, vários clientes começaram por recorrer ao mercado de carros usados, o que fez disparar os preços ao longo de vários meses. Por isso, se está a considerar comprar um carro usado ou semi-novo, tenha muita atenção aos preços que estão a ser praticados pelos stands. Em muitos casos, a diferença relativamente aos carros novos é muito pequena. Se for o caso, analise se a compra de um novo não compensa.

Leia ainda: Tenho um crédito automóvel. Consigo um crédito para comprar uma casa?

Prepare-se para um aumento de impostos

Se vai comprar carro, saiba que o ano de 2023 irá trazer um novo aumento de impostos, nomeadamente no ISV e IUC, sendo que ambos sofrem um agravamento de cerca de 4%. Em certos casos, este valor pode representar várias centenas de euros, dependendo da cilindrada e emissões de CO2. No caso dos veículos híbridos, apenas tem de pagar 60% do ISV, enquanto que nos híbridos plug-in o valor do imposto reduz para apenas 25% do ISV.

A estes aumentos de impostos "escapam" os carros elétricos que continuam a usufruir da isenção de ISV e IUC. Já nos restantes casos, saiba que o valor do IUC varia consoante o tipo de combustível do veículo (gasolina ou gasóleo), a sua categoria e os anos que tem. Carros com matrícula posterior a julho de 2007 (inclusive) pagam um IUC mais caro. Por isso, se quiser transitar para a mobilidade elétrica, esta pode ser uma boa altura.

Leia ainda: ISV e IUC: Andar de carro fica mais caro em 2023

Negociar o preço de um carro novo é mais difícil

As dificuldades da indústria automóvel em dar resposta à procura atual trouxe desafios adicionais para quem interesse em adquirir um automóvel novo. Ao contrário do que acontece numa altura em que a procura é baixa, atualmente os concessionários não necessitam de fazer descontos ou campanhas para angariar clientes. Como tal, dificilmente conseguirá negociar o preço final da sua viatura.

Perante esta realidade, existem outras alternativas que pode considerar. Optar por um modelo menos "desejado", ou de uma marca menos popular, pode ser uma solução. Outra opção é importar a sua futura viatura, pois em certos casos pode ser vantajoso. Dependendo do país de importação e do modelo escolhido, pode conseguir poupar milhares de euros.

Já se a compra de carro não for uma necessidade, então a melhor solução pode ser mesmo esperar mais alguns meses. Embora não exista um prazo específico para a resolução dos constrangimentos no setor automóvel, se o seu carro se encontrar em bom estado e servir as suas necessidades atuais, pode sempre amealhar mais dinheiro e esperar por melhores dias. Mais tarde, pode até conseguir comprar um modelo superior quando a procura diminuir. Por isso, nem tudo são más notícias.

Leia ainda: Ainda tem o automóvel para pagar? Saiba como fazê-lo mais rápido

Evite pedir crédito automóvel

Devido à subida das taxas Euribor nos últimos meses, os créditos estão a ficar mais caros e, por isso, o ideal é evitar pedir dinheiro emprestado ao banco para financiar a sua compra. Muitos portugueses recorrem ao crédito automóvel para a compra da sua viatura, o que juntamente com outros empréstimos (como habitação), pode elevar a sua taxa de esforço e comprometer a sua situação financeira.

Por isso, deve ter sempre em consideração se tem capacidade para pagar os seus encargos. Caso contrário, pode vir a enfrentar dificuldades financeiras brevemente, visto que a perspetiva é que as taxas Euribor se mantenham mais elevadas nos próximos tempos.

Embora a prestação de um crédito automóvel não oscile de forma tão acentuada como a prestação de um crédito habitação, a verdade é que tudo somado pode fazer a diferença. Mesmo que a prestação do crédito automóvel aumente "apenas" 20 euros por mês, num prazo de cinco anos, são 1200 euros adicionais que terá de pagar. Além disso, com a inflação em alta, a tendência é que as despesas anuais (como os impostos) também consumam uma parte considerável do seu orçamento. Por essa razão, evite contrair novos créditos em 2022.

Leia ainda: Problemas com uma oficina automóvel? Saiba os seus direitos e como deve proceder

Se optar por um carro novo, prepare-se para as listas de espera

Uma razão para evitar comprar um automóvel em 2022 deve-se às atuais listas de espera. Se precisa de carro urgentemente, pode procurar alternativas no mercado de usados. No entanto, tenha em consideração que, no caso dos carros semi-novos até 1 ano, pode vir a pagar mais do que um carro novo. Por isso, antes de decidir o que deve comprar, informe-se sobre o tempo de espera e sobre quais os modelos que têm menor procura.

Algo que também deve ter em consideração são os atrasos nas entregas. Atualmente, os tempos de espera são, em média, de cerca de um ano, mas há casos em que a espera pode ser superior. Por isso, se quiser mesmo um carro novo, terá de ser paciente nos próximos meses.

Para reduzir os tempos de espera, várias marcas estão a entregar os automóveis sem alguns componentes. Por isso, se a falta de algumas funcionalidades, ainda que de forma temporária, não for impedimento para si, pode sempre optar por esta solução. A ideia é que, quando for possível instalar esses componentes, os clientes sejam notificados para se dirigirem à marca e efetuar as montagens restantes. Assim, mesmo que pretenda que o carro seja entregue mais rapidamente, nunca será prejudicado.

Leia ainda: Tem um seguro automóvel em nome de outra pessoa? Saiba os cuidados a ter

Incerteza económica pode determinar a sua decisão

Devido à atual incerteza económica, com uma taxa de inflação de dois dígitos, todas as despesas que possam afetar o seu orçamento familiar devem ser analisadas cuidadosamente. A inflação não só tem um peso considerável nos custos de utilização do carro, como o combustível e peças, mas também no aumento de impostos.

Comprar um automóvel implica um gasto considerável. Por essa razão, deve certificar-se que a sua situação laboral é estável, que tem boas perspetivas de crescimento e que, numa eventual crise económica, é capaz de subsistir. Mais do que ter capacidade para comprar, o importante é que tenha condições para o manter. Isto inclui todas as despesas, desde o combustível até às obrigações anuais, como o pagamento de impostos ou seguro automóvel.

Além disso, deve também considerar se o dinheiro que irá utilizar na compra do automóvel não lhe irá fazer falta num futuro próximo. Ainda que necessite do carro, seja para se deslocar para o seu emprego ou outras finalidades, nunca deve colocar a sua estabilidade financeira em risco.

Leia ainda: Leasing Automóvel: vantagens e desvantagens

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.