Crédito

Ainda tem o automóvel para pagar? Saiba como fazê-lo mais rápido

Faltam ainda algumas prestações e não sabe como pagar o seu automóvel mais rapidamente? Estas dicas podem fazer a diferença no processo.

Crédito

Ainda tem o automóvel para pagar? Saiba como fazê-lo mais rápido

Faltam ainda algumas prestações e não sabe como pagar o seu automóvel mais rapidamente? Estas dicas podem fazer a diferença no processo.

O crédito automóvel é a solução para a maioria dos portugueses que querem comprar carro. Só no primeiro semestre de 2021, segundo noticiou o Jornal de Negócios, foram concedidos 1,21 mil milhões de euros para crédito automóvel aos portugueses, sendo que 890 milhões destinaram-se à compra de carros usados.

Dada a elevada taxa de juros associada a este tipo de créditos, importa liquidar esta dívida o mais rapidamente possível. No entanto, pagar um automóvel antes do tempo não é tarefa fácil. Ainda assim, existem diversas formas de atingir este objetivo e diminuir os juros que paga em cada mensalidade.

Neste artigo, apresentamos-lhe algumas dicas que podem ajudar a terminar de pagar o seu carro ainda em 2022.

Avalie as suas despesas atuais

Uma das formas de pagar mais rapidamente o seu automóvel é rever o seu orçamento familiar e reduzir as suas despesas. Se ainda não tem um orçamento, vai sempre a tempo de o fazer. Comece por analisar e anotar os seus rendimentos e despesas mensais. Depois, organize as suas despesas por categorias, tais como alimentação, saúde, entretenimento, educação, entre outras.

De seguida, verifique quais as categorias de que pode prescindir, nem que seja temporariamente, de forma a liquidar a dívida associada ao seu automóvel. Por exemplo, se comer fora duas vezes por semana e gastar, em média, 15€ por refeição, significa que no final do mês gasta cerca de 120€. Pode então optar por fazer as refeições em casa e redirecionar esse dinheiro para a sua meta.

Suponha que a sua prestação é de 150€ por mês e ainda tem 48 prestações para pagar. Se utilizar os 120€ das refeições em restaurantes e somá-los à sua prestação, consegue encurtar o prazo de pagamento para apenas 27 prestações. É a diferença entre pagar o seu automóvel em quatro anos, se pagar apenas o valor acordado, ou pouco mais de dois anos se fizer este "sacrifício".

Leia ainda: O dinheiro parece não esticar? O que fazer para chegar até ao fim do mês

Trabalho extra para pagar o seu automóvel

Tal como reduzir as despesas lhe permite ajustar o seu orçamento, de maneira a redirecionar esse dinheiro para amortizar o seu empréstimo, um aumento de rendimentos também joga a seu favor. Se juntar estes dois fatores, melhor ainda.

Um trabalho extra deve ser encarado não só como uma forma de ganhar mais dinheiro, mas também como algo que lhe dá mais experiência profissional, além de oportunidades e networking. No entanto, também tem algumas desvantagens.

Sendo um trabalho extra, implica que ter menos tempo para aquilo que gosta e ficar mais cansado. Ainda assim, não deixe que esta realidade o desmotive. Neste momento, segundo dados do INE, existem 220 mil portugueses com um segundo emprego, seja por questões de necessidade ou por vontade própria. Por isso, agarre uma oportunidade para aumentar os seus rendimentos e, com isso, diminuir rapidamente o peso do seu crédito automóvel.

Pago o crédito automóvel, se pretender continuar com o trabalho extra, lembre-se que é fundamental manter o equilíbrio entre o trabalho, vida familiar, saúde e não comprometer o seu emprego principal.

Leia ainda: O seu trabalho extra vale a pena? O que considerar para ter uma resposta

Aproveite o reembolso de IRS para amortizar o seu crédito automóvel

Em 2021, foram devolvidos cerca de 2800 milhões de euros aos portugueses em reembolsos de IRS. Se está neste grupo, deve ponderar rentabilizar o montante que recebeu, sendo que uma das opções é amortizar créditos, nomeadamente o crédito automóvel.

Assim, se tiver a possibilidade de redirecionar o seu reembolso de IRS para o pagamento do crédito automóvel, vai conseguir reduzir os juros a pagar, além de encurtar o valor que deve à instituição financeira.

A ideia é que tente olhar para esse dinheiro como uma forma de se "libertar" mais rapidamente de algo que prejudica a sua saúde financeira.

Leia ainda: Reembolso IRS: 3 ideias para aplicar o seu dinheiro

família a fazer contas na calculadora

Reduzir o prazo: consegue pagar mais mensalmente?

Embora nem sempre seja possível, uma das formas de pagar mais rapidamente o seu crédito é reduzir o prazo do empréstimo. No entanto, tem implicações na mensalidade. Ao diminuir o prazo do empréstimo, a mensalidade aumenta, ainda que os juros a pagar diminuam.

Se estiver numa situação estável, em que consiga poupar algum dinheiro no final do mês, fazer um pagamento superior todos os meses pode ser uma boa soluçãoi. Porém, deve garantir que tem um fundo de emergência a que possa recorrer em caso de necessidade. Caso contrário, ao aumentar a sua mensalidade, pode colocar a sua estabilidade financeira em risco.

Leia ainda: Reembolso antecipado: O que ganho em pagar um crédito antes?

Consolidar: junte o seu crédito automóvel a outros créditos

A consolidação de créditos é outra das alternativas a que pode recorrer, de forma a pagar o seu automóvel mais rapidamente. Se, atualmente, estiver a pagar mais do que um crédito, pode reduzir significativamente o "peso" das suas dívidas.

Por exemplo, suponha que tem atualmente um crédito à habitação, um automóvel e um crédito pessoal. Em vez de pagar três mensalidades diferentes, com taxas de juros distintas, pode combinar todos os créditos num só e pagar uma única mensalidade. A vantagem é que não só consegue reduzir a mensalidade, mas também os juros.

Mas, para tal, existem condições. Em primeiro lugar, não pode ter prestações em atraso, independentemente do seu crédito. Depois, é necessário dar uma garantia ao banco, como um fiador ou a hipoteca da sua casa, por exemplo. Além disso, no momento em que pede a consolidação, deve garantir que tem um emprego estável. Caso contrário, o seu pedido pode ser-lhe negado.

Leia ainda: Como comparar propostas de crédito e escolher a melhor opção para si?

Venda produtos que já não utiliza ou precisa

Por fim, se tiver em casa produtos que já não têm qualquer utilidade ou que, simplesmente, não necessita, pondere vendê-los. Consegue ganhar dinheiro e, ao mesmo tempo, fica com mais espaço em casa.

Por exemplo, pode vender roupa que já não lhe serve em plataformas online, como o OLX ou Vinted. A mesma coisa se aplica a roupa de criança. Se tiver receio de fazer negócios online para evitar burlas, pode dirigir-se a soluções como a KidtoKid.

Leia ainda: Saiba como vender online objetos em segunda mão

Se receber um aumento, não aumente o estilo de vida

Receber um aumento salarial é uma excelente notícia por diversas razões. Trata-se de um reconhecimento do seu valor enquanto profissional, uma maior motivação pessoal e uma forma de melhorar a sua situação financeira. No entanto, este "êxtase" pode levá-lo a cometer excessos, fazendo com essa margem desapareça.

Assim, se ainda tem créditos para pagar, nomeadamente o do seu automóvel, deve redirecionar esse dinheiro extra para liquidar a dívida. Embora possa ser difícil ver o seu aumento "ir parar aos cofres" da instituição financeira, encare isto como algo temporário.

Ao utilizar este montante para amortizar o crédito automóvel, está a encurtar o tempo que o resto do seu salário está comprometido por causa do peso desta mensalidade.

Leia ainda: Vai receber um aumento salarial em 2022? Saiba ajustar o seu orçamento

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.