Finanças pessoais

Para os seus filhos: como ter um trabalho nas férias de verão

Bárbara Do Carmo Bárbara Do Carmo , 16 Maio 2019

Trabalhar nos períodos de férias escolares é uma excelente oportunidade para incutir nos seus filhos sentido de responsabilidade. Saiba o que deve ter em conta.

Para muitos jovens, o verão é para descansar e ir à praia estar com os amigos. Contudo, os longos meses de verão podem também ser aproveitados a fazer algum trabalho para a comunidade.

Com a experiência de trabalho, os seus filhos podem começar a ter o seu próprio orçamento juntamente com a mesada. Ensinar estratégias de poupança e é, sem dúvida, uma forma de enriquecimento pessoal e curricular, cheia de mais valias para o futuro.

Incentivar os seus filhos a encontrarem um trabalho de verão pode ser um desafio interessante que certamente lhes vai agradar.

No Doutor Finanças preparámos uma lista de opções que lhes pode pôr em cima da mesa, bem como vários aspectos a ter em conta quando iniciar este processo.

Argumentos e Curriculum

Bons argumentos para despertar no seu filho adolescente (a idade mínima para trabalhar em Portugal é 16 anos) o interesse por encontrar um trabalho de verão não faltam: com dinheiro amealhado podem comprar aquela guitarra que tanto querem, ou ir àquele festival de verão com os amigos ou até ajudarem a pagar a carta de condução. Referir estes tópicos pode ser um bom ponto de partida para os incentivar a encontrar um trabalho de verão.

O próximo passo passa por ajudá-los a criar um CV simples e apelativo que mostre como podem ser uma mais valia. Se for a primeira vez que vão trabalhar, é essencial que no CV estejam realçados aspectos chaves da personalidade e aprendizagens que tenham feito ao longo do percurso escolar.

Que tipos de trabalho podem fazer?

No verão as opções são muitas: desde a restauração e hotelaria, a lojas em centros comerciais, bolsas de estágios, trabalho sazonal na agricultura, nadadores salvadores, as oportunidades são imensas, apenas é importante encontrarem oportunidades adequadas à personalidade e/ou formação do seu filho.

Deve também ter em atenção a alguns requisitos especiais que diferentes estabelecimentos podem pedir:

a) Nadador salvador

Para este trabalho, bastante exigente, há alguns requisitos fundamentais, nomeadamente ter mais de 18 anos, o 12º ano concluído, provas de esforço e o curso certificado pelo Instituto de Socorros a Náufragos (que agora é dado por Escolas de Formação de Nadadores-Salvadores Profissionais - EFNSP).

b) Hotelaria e Restauração

Trabalhos de verão nesta área não faltam, por um lado porque é preciso substituir funcionários de férias, por outro a afluência de pessoas, nomeadamente a zonas balneares, faz aumentar a procura de funcionários. Para encontrar trabalho nesta área, comece por fazer uma prospecção pelos locais onde costuma ir habitualmente - a pastelaria ao fundo da rua, os hotéis da sua zona de residência. Se achar oportuno porque não rumar ao Alentejo ou Algarve onde as necessidade na restauração e hotelaria aumentam exponencialmente? Se for este caso, pode pesquisar ofertas, no Linkedin, Turijobs ou Season Workers, sendo essencial que se informe bem das condições oferecidas.

c) Supermercados e lojas em centros comerciais

Esteja atento aos anúncios fixados nas montras, procure nos sites das grandes superfícies comerciais e deixe o currículo nos balcões de atendimento.

d) Monitor em campos de férias

Se o seu filho tem jeito para crianças e sentido de responsabilidade esta pode ser uma boa opção, para ganhar dinheiro extra e para valorizar o currículo. No verão existem vários campos de férias oferecidos por diversas instituições, sejam juntas de freguesia, sejam empresas privadas, que necessitam de jovens capazes de dinamizar atividades, de entreter crianças das mais variadas idades e, claro, que sejam capaz de supervisionar grupos. Ofertas nesta área estão normalmente disponíveis nos sites das Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia, ou em sites mais específicos como My Camp, Campo Jovem, Portal da Juventude, Pranima ou

e) Bolsas de estágios

Se o seu filho já sabe o que quer para o futuro e está perto de entrar na universidade (ou se já entrou) bolsas de estágios de verão podem ser uma boa opção para terem uma experiência no mercado de trabalho na área na qual ambiciona trabalhar. Grandes multinacionais, como a Galp, Bosh, Sonae, Instituições Bancárias e até a Comissão Europeia abrem vagas de estágio para jovens entre os meses junho e setembro, pesquise nos sites das diferentes organizações e veja as ofertas disponíveis. Sites mais genéricos como Vidaedu, cidade das profissões (cdp), ou estagiar.pt, têm também múltiplas ofertas, em várias áreas e empresas.

f) Voluntariado internacional

É outra opção que vai tornar o currículo do seu filho muito valioso e que lhe vai certamente abrir horizontes. O voluntariado internacional pode deixá-lo de coração nas mãos, mas é uma excelente oportunidade para o seu filho contactar com outras realidades, culturas e pessoas. Existem vários motores de busca para este propósito como AIESEC, o site da Comissão Europeia, EcoVolunteer, GlobalVolunteers.

Que cuidados a ter?

Há alguns aspectos para os quais o seu filho deve estar atento, nomeadamente o que se refere a condições de trabalho e pagamento. Independentemente do tipo de trabalho que o seu filho arranjar, deve existir sempre um contrato onde as partes envolvidas têm que estar identificadas, bem como número de horas de trabalho, dias de folga e vencimento. Assegure sempre que as instituições para as quais o seu filho concorre são fidedignas e tudo correrá pelo melhor.

Deve também ter em atenção como esses rendimentos são registados para efeitos de IRS. Na simulação para IRS, veja o impacto que terá no seu possível reembolso.

Comece a abordar o tema, apresente sugestões, e meta mãos à obra, o futuro do seu filho agradece.

Ler mais:

Mesada para crianças – um guia prático

IRS para Famílias Numerosas: O que deve ter em conta

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #jovens

Deixar uma resposta