Neste artigo o Doutor Finanças dá-lhe algumas dicas que talvez desconheça para “dar crédito” ao seu cartão e conseguir economizar algum dinheiro.

Hoje em dia, ter um cartão de crédito é tão comum quanto não ter dinheiro na carteira. E, muitas vezes, até é tão comum quanto não ter dinheiro na própria conta bancária. Isto porque dá por si a gastar até ao último cêntimo para pagar as taxas de juro associadas a estes cartões. Mas, na verdade, embora possa parecer que o cartão de crédito é seu inimigo, ele pode tornar-se no seu melhor amigo no que toca a poupar. Saiba como, através destes passos:

Como pagar menos taxas do seu cartão de crédito

Contabilize as despesas do seu cartão

Se utiliza o cartão de crédito apenas uma vez por outra, como para emergências ou para um pagamento pontual, o ideal é procurar um cartão isento de anuidade. Mas preste atenção, porque existem cartões cuja isenção é apenas no primeiro ano ou mediante o cumprimento de determinados níveis de utilização.
Mas, se por outro lado é um utilizador mais frequente, a melhor forma de poupar é tentar encontrar junto do seu banco a taxa de juro mais baixa.

Fale com o seu banco

A solução para o problema das taxas de juro associadas ao seu cartão de crédito pode estar à distância de uma chamada telefónica. Contacte o seu banco e tente negociar a redução das taxas de juro. Mas, como nem sempre é possível negociá-lo, não se preocupe, porque apresentamos outras soluções para que consiga poupar.

Pague a tempo e horas

É fundamental ter por princípio uma adoção de controlo de despesas e ter sempre em atenção que deve pagar a dívida acumulada até ao final do período de isenção de juros. Desta forma, consegue evitar o pagamento de juros de mora que podem resultar em contas mais altas.

Ajuste a data de pagamento

No entanto, e se por experiência própria, não consegue pagar a tempo e horas, opte por uma data que lhe seja mais conveniente. Por exemplo, aproxime a data em que vence a prestação com a data em que recebe o seu salário. Assim, joga pelo seguro e garante que a mensalidade é debitada numa altura do mês em que sabe que tem dinheiro disponível na sua conta.

Opte por um cartão de crédito com cashback

Cada vez mais procurado pelos portugueses, o cashback permitir-lhe-á maximizar os reembolsos, pois ao fazer compras com este cartão de crédito pode vir a receber uma percentagem da compra no mês seguinte. O valor devolvido depende sempre de uma percentagem pré-estabelecida pelo banco ou pela instituição financeira que o emitiu. Esta percentagem varia normalmente entre 1% e 3%.

Esta é uma das formas mais populares para poupar com o uso do cartão de crédito.

Aproveite as promoções, descontos e ofertas

Os cartões de crédito, especialmente os cartões de fidelização, oferecem inúmeros descontos, promoções e condições muito atrativas. Desde descontos em combustível ou em compras, a promoções e ofertas especiais como: seguro e assistência em viagem, bilhetes para festivais de música, milhas aéreas ou outras tantas regalias. No entanto, embora todos estes privilégios pareçam bastante apelativos, tenha sempre em atenção as taxas aplicadas e garanta que está bem informado sobre o que está a contratualizar.

Compre online

Uma das grandes vantagens do cartão de crédito, e que permite fazer grandes poupanças, é fazer as suas compras pela Internet. Visto que, em alguns websites, pode tirar partido de preços especiais que só estão disponíveis para quem realiza as suas transações com o cartão de crédito.

Poupe nas pequenas coisas

Sempre que está perante uma compra com um valor elevado, pensa em todos os cenários e analisa todos os gastos. O mesmo não costuma acontecer perante compras mais pequenas, pois o valor da compra é tão reduzido que, de ânimo leve, paga com o cartão de crédito. Nestes casos, acaba por pagar muito por muito pouco. Quanto mais otimizar as pequenas despesas, maior será a poupança.

Registe as suas compras

Para finalizar, aconselhamos algo que de tão simples que é acaba sempre por cair em esquecimento. Aproveite o facto do cartão de crédito registar as suas compras para gerir os seus gastos e transações realizadas. Com este sistema poupa também o meio ambiente, pois através dos registos online, que podem ser consultados a qualquer hora e em qualquer lugar, acaba por não ser necessário imprimir os recibos. Uma outra forma de controlar e registar as suas compras é através do Boonzi, a aplicação portuguesa que recomendamos para a gestão de finanças pessoais.

Esperemos que estas dicas sejam úteis para poupar no seu dia a dia e deixar de ver o cartão de crédito como um inimigo. Contudo, aconselhamos a não utilizá-lo em demasia para que possa assim manter as suas contas sempre em ordem.

Caso tenha vários créditos, saiba que mesmo assim pode poupar ao juntar todos num único crédito consolidado. As suas prestações podem reduzir até um 60%. Em caso de dúvida nós teremos todo o gosto em ajudá-lo, sem qualquer custo adicional. 🙂