A compra avulso deixou de ser um hábito que se associa às mercearias de antigamente e que tem vindo a ganhar um novo fôlego. Neste artigo, conheça as vantagens das compras avulso. 

A tendência veio para ficar e instala-se progressivamente no dia a dia dos portugueses, à medida que a oferta é maior. Alguns dos grandes supermercados já aderiram à venda de produtos avulso e o comércio tradicional, com mercearias reinventadas, também volta a oferecer este conceito de compra aos consumidores. 

A venda neste formato traz consigo uma mão cheia de vantagens

Mais económico

É fácil compreender a fórmula que permite aos comerciantes praticar preços mais acessíveis nos produtos avulso: compram em grandes quantidades (o que só por si torna o produto mais barato), poupam em embalagens e na logística de reposição (uma vez que usam dispensadores que albergam grandes quantidades). Por isso, quando os produtos vendidos avulso chegam ao consumidor final, têm, naturalmente, um preço inferior aos mesmos que são vendidos embalados. A poupança entre o produto vendido a granel e embalado pode chegar a mais de 100%.

Alguns exemplos

  • Louro em Folha embalado: 85,286 €/ KG VS Louro em Folha avulso: 17,90 €/ KG. Poupança: 476%
  • Chá de Camomila em saquetas: 40,83€/ KG VS Chá de Camomila avulso: 34,90€/ KG. Poupança: 14,25%   

Esta é, por isso, uma excelente forma de poupar em bens de primeira necessidade, como a alimentação.  

 ⚠️Apesar de na maioria dos casos a compra avulso representar uma poupança face aos produtos embalados, podem existir situações onde essa vantagem não se verifique. É sempre recomendado analisar caso a caso.

No caso dos cereais Corn Flakes simples, é mais barato comprá-los embalados:

  • Cereais embalados: 1,98€/ KG Vs Cereais avulso: 2,90€/ KG. Mais caro: 68,28%.

Mais personalizado

Uma compra avulso é sempre uma compra personalizada. Ao contrário do que acontece com as embalagens estandardizadas, neste tipo de compra é o consumidor que decide a quantidade que quer comprar. Assim, pode também adaptar as quantidades que leva à frequência com que vai ao supermercado, gerindo melhor as suas compras. Esta é também uma forma de conhecer, experimentar novos produtos e sabores em pequenas quantidades e a preços mais acessíveis, sem correr o risco de empatar dinheiro em algo que não se volta a consumir.

Mais consciente

A publicidade e as imagens presente nas embalagens, que muitas vezes não representam fielmente o produto que contém, pode induzir o consumidor em erro. Comprando a granel, o consumidor pode ver, e muitas vezes cheirar, tocar ou até provar, o produto que está a comprar. Desta forma evitam-se surpresas desagradáveis, porque o consumidor sabe exatamente o que está a comprar.

Mais saudável

A maioria dos produtos vendidos a granel estão também disponíveis em versões embaladas, com outros ingredientes misturados e até, muitas vezes, prontos a comer. Apesar de parecerem muito práticas e fáceis, essas opções são menos saudáveis e até mais caras do que as soluções a granel. Falamos, por exemplo, de feijão seco vs feijão enlatado, massas secas vs massas pré-preparadas, arroz seco vs arroz já cozinhado e embalado. Pode poupar no tempo, mas está a abrir mão da sua saúde e de muitos euros.    

Mais sustentável

Ao levar a quantidade que precisa, sem mais, nem menos, a probabilidade de haver desperdício é muito menor. Não terá que deixar o que sobrou na embalagem dentro da dispensa, correndo o risco de perder a validade sem se aperceber. Por outro lado, também não irá cozinhar a mais sem necessidade. Para além da poupança, este é o ponto que mais tem cativado os portugueses para este modelo de compra. É que, desta forma, poupa-se no bolso e poupa-se no ambiente. Com as compras avulso, a utilização de plásticos reduz consideravelmente. Em algumas superfícies é permitida a utilização de sacos de pano ou de frascos de vidro para acondicionar os produtos comprados avulso.

O impacto ambiental deste estilo de compra é tão grande que está em discussão pelo grupo de trabalho do Governo para a redução de consumo de plástico em Portugal, a possibilidade de redução do IVA dos produtos a granel.  

O que comprar?

Os produtos disponíveis para compras avulso são maioritariamente alimentares: especiarias, cereais, massas, frutos secos, ervas aromáticas, chás, gomas, etc. No entanto, é possível encontrar em alguns estabelecimentos a venda de comida para animais e produtos de limpeza avulso. Por questões de segurança, e porque estes últimos podem conter componentes corrosivos e abrasivos, nem todos os estabelecimentos vendem este tipo de produtos a granel.  

Por vezes pode ser mais atrativo comprar grandes quantidades avulso, porque é mais barato e mais prático. No entanto, é importante lembrar que estes produtos também têm prazo de validade. E, como noutras situações, nem sempre compensa comprar em grandes quantidades.

Onde comprar?

Nos principais hipermercados já existe uma secção de produtos avulso. O pioneiro, e com maior oferta, é o Jumbo. Mas também se podem encontrar produtos vendidos a granel no Pingo Doce e no Lidl. Um pouco por todo o país pode encontrar lojas de menor dimensão que vendem exclusivamente a granel ou oferecem essa opção em determinada secção. O site agranel.pt é um directório dessas lojas, onde pode pesquisar por concelho, por produto e ainda filtrar as lojas que permitem comprar com os frascos e sacos do cliente.

É caso para dizer que olhar para os hábitos de antigamente pode ser uma boa forma de avançar para um futuro mais sustentável e economicamente favorável.

Etiquetas: