Vida e família

Bebé a caminho? Conheça os diferentes tipos de carrinhos de bebé e dicas para fazer a melhor escolha

Neste artigo damos-lhe a conhecer as diversas opções que existem no mercado, e damos-lhe algumas dicas, que deve ter em conta na hora de escolher.

Está prestes a chegar um novo membro à família? Então, desde já, parabéns! Mas com a chegada de um filho chegam as preocupações, responsabilidades, indecisões, dúvidas e claro, despesas. De entre os vários artigos que deve comprar, antes do nascimento, a escolha do carrinho de bebé é, sem dúvida, uma parte importante desse investimento.

Neste artigo vamos ajudá-lo a conhecer os vários tipos de carrinhos que existem e o que deve ter em conta na hora de fazer esse investimento. Para que não caia no erro de comprar um carrinho que não satisfaça as suas necessidades e as do bebé, vamos ajudá-lo a conhecer as diversas opções que existem no mercado, abordar as vantagens de cada um e dar-lhe algumas dicas, que deve ter em conta na hora de comprar este artigo, para assim, fazer a escolha mais acertada.

Leia ainda: Vai ter um filho? 9 dicas vitais para se preparar financeiramente

Tipos de carrinhos de bebé que pode encontrar no mercado:

1. Carrinho de bebé simples com 4 rodas

Este tipo de carrinho é o ideal para o uso diário, seja para um passeio no parque, para uma ida a um centro comercial ou a qualquer superfície interior. É um modelo prático, confortável e espaçoso para o bebé. Tem um tamanho compacto e rodas de ar para facilitar o transporte, sendo que alguns têm a possibilidade de adaptar uma alcofa ou ovo de transporte.

Contudo, no verão o seu interior pode tornar-se quente e não é muito prático para quem precisa de subir e descer escadas.

2. Carrinho de bebé para passeio

Estes carrinhos são leves, bem mais que os normais, e por isso muito práticos para uso em transportes públicos ou em viagens, por exemplo. Fechado, este carrinho fica em formato bengala, sendo possível fechar apenas com uma mão – carrinhos “one hand”-  e ocupando muito pouco espaço.

Como desvantagem apresenta o facto de ser pouco cómodo para passeios longos e para terrenos irregulares, devido às rodas pequenas. Para além disso, se não tiver encosto reclinável, a criança não vai conseguir dormir por muito tempo ou de forma confortável.

3.Carrinho de bebé com três rodas

Este tipo de carrinhos são ideais para utilizar em terrenos irregulares, como calçadas de pedra, pois, as duas rodas traseiras são maiores e proporcionam maior estabilidade. São também muito confortáveis para o bebé, pois têm um assento espaçoso e envolvente, ótimo para sestas longas. Em contrapartida, estes carrinhos são mais pesados e volumosos que os anteriores. É, por isso, pouco prático para utilizar em meios de transportes ou em elevadores. Podem também não caber na mala de alguns automóveis.

4.Carrinho de bebé de desporto

Estes são conhecidos como carrinhos de desporto ou carrinhos jogging. Foram idealizados para permitir, aos pais ou cuidadores do bebé, manter os seus hábitos de corrida, quando acompanhados pelo bebé, proporcionando estabilidade ao longo da corrida. De facto, a grande diferença presente neste tipo de carrinho está mesmo na estabilidade e no facto de serem os únicos carrinhos que podem ser utilizados em corridas, para a segurança do bebé.

5. Carrinho para gémeos (e não só)

Este tipo de carrinho tem a vantagem de também poder ser bastante útil para transportar crianças com idades próximas. Os assentos podem ser lado a lado, ocupando mais espaço, ou um atrás do outro. Existem ainda modelos que dispõem de um assento à frente e outro ligeiramente acima do anterior.

6.Carrinho trio

Esta é uma solução “3 em 1”, que permite o uso da alcofa ou do ovo, nos primeiros meses de vida, que depois podem ser trocados para o assento normal do carrinho.

O carrinho trio permite o uso, de acordo com a necessidade do momento, entre alcofa, ovo/cadeira auto e carrinho de passeio. Este formato tem a vantagem de ser uma única compra, que acompanha o bebé até este deixar de usar carrinho.

Geralmente existem modelos com três ou quatro rodas e os acessórios variam. Nos modelos de quatro rodas torna-se mais fácil de abrir e fechar. É prático para a cidade, confortável e espaçoso para o bebé.

Leia ainda: 10 lojas online de puericultura que o vão ajudar a poupar

Mãos de uma mãe em torno dos pés de um recém-nascido

11 dicas fundamentais na hora de escolher um carrinho de bebé

1. Durabilidade

Possivelmente, o carrinho de bebé é um dos itens mais dispendiosos do “enxoval” para o bebé. Por isso, é importante rentabilizar ao máximo o seu tempo de uso. Por norma, os carrinhos deixam, em média, de ser utilizados a partir dos 3 anos de idade, uma vez que a maior parte das marcas limita o peso nos 15 kg. Portanto, torna-se importante escolher um carrinho que acompanhe o crescimento do bebé até aos 3 ou 4 anos de idade.

2. Segurança

A maioria dos carrinhos de bebé estão recomendados a partir dos 6 meses de idade, pois é a idade, por volta da qual, os bebés conseguem segurar a cabeça, sozinhos. Por este motivo é uma fase sensível no que respeita à sua segurança. É importante, por isso, nos recém-nascidos, que o encosto do carrinho recline a 180º, bem como ser robusto e ter um cinto de segurança de cinco pontos.

Se procurar um carrinho para um bebé que já se senta, então um modelo com cinto de três pontos será o mais indicado. Os cintos devem ser sempre acolchoados, evitando que bebé se magoe ou fique desconfortável.

3. Conforto

No que respeita ao conforto de quem manuseia o carrinho de bebé, há que ter em conta o facto de o manípulo ser regulável. Esta característica vai permitir que diferentes pessoas, com alturas diferentes, consigam ajustar o carrinho, tornando mais confortável empurrá-lo.

Em relação ao conforto dos bebés, se o carrinho tiver encosto reclinável, extensão para pousar as pernas e pés e acolchoamento interno, maior será o conforto proporcionado.

4. Manobrabilidade

Para alguns pais, o carrinho ideal é aquele que dá para conduzir ou fechar com uma só mão. Alguns carrinhos, quando fechados, ficam compactos e pequenos, o que é um aspeto importante para quem tem pouco espaço para o guardar em casa ou até na mala do automóvel. Se privilegiar esta característica, seja qual for o modelo escolhido, opte por um leve e de fácil desmontagem.

5. Versatilidade

Há carrinhos com assento reversível, o que permite que possa trocar a direção do assento, virando o bebé para si ou para a frente. É recomendado que os bebés mais pequenos estejam sempre visíveis e de fácil acesso, para quem empurra o carrinho. Quando começam a crescer, talvez para eles, seja mais interessante virar o assento.

6. Suspensão e travões

Para uma viagem mais confortável para o bebé, é necessário um bom amortecimento e suspensão nas 4 rodas. Quanto ao sistema de travagem de rodas deve ser sempre verificado, para que não existam complicações em acioná-lo ou desativá-lo.

7. Tipo de rodas

As rodas ditas “normais” são geralmente suficientes para usar na cidade. Já as rodas dianteiras giratórias facilitam as manobras. As rodas grandes e com ar, conseguem garantir um maior amortecimento e, quando combinadas com a suspensão de 4 rodas, fazem com que o bebé sinta menos as irregularidades do terreno.

8. Limpeza e manutenção

Sabemos que é fácil um bebé ou uma criança sujar rapidamente um carrinho. Para garantir que é fácil limpar e mantê-lo higienizado, opte por um modelo com revestimento lavável. A lavagem deve ser feita com detergente suave e a secagem deve ser ao ar livre, evitando as máquinas de secar, exceto se as indicações do modelo permitirem esse método de secagem.

9. Capota

A capota é importante na medida em que protege a criança do excesso de sol, chuva ou vento. Para além disso, a capota também ajuda a reduzir a luminosidade no caso do bebé precisar de dormir fora de casa.

10. Extras

Sair com um bebé de casa implica o transporte de fraldas, biberões, muda de roupa, toalhitas, etc... Um cesto debaixo do carrinho é uma ajuda crucial. Quanto maior o cesto, menos coisas terá de carregar, na hora de sair de casa. Existem também modelos que incluem uma bandeja de apoio, ideal para colocar o biberão, chupeta ou brinquedos do bebé. Os que têm porta-biberões também ajudam na organização e alimentação.

11. Estilo de vida

O estilo de vida de cada pai ou cuidador também é um fator decisivo na compra. Não fará muito sentido comprar um carrinho trio, se não pretender dar uso à alcofa, por exemplo. Ou, caso seja um amante de viagens, é melhor escolher um carrinho de bebé “one hand”, que permitem quer a dobragem quer o transporte apenas com uma mão. Já se for um desportista e quiser manter a sua atividade física enquanto passeia o bebé, o ideal são os carrinhos “jogging”.

Para além de todos estes fatores, que deve ter em conta na hora de escolher o carinho ideal para o seu filho e para si, é claro que o preço é um fator fundamental a considerar. Na hora de comprar um carrinho de bebé pondere bem todas as opções, compare as vantagens/necessidade/preço e opte pelo que mais lhe convém. Boas compras!

Leia ainda: Como fazer o registo de nascimento de um filho em Portugal

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)