Carreira e Negócios

8 boas práticas para manter o foco e a motivação em teletrabalho

Com o modelo de teletrabalho cada vez mais presente nas empresas, é importante adaptar as práticas de trabalho a esta "nova" realidade.

Carreira e Negócios

8 boas práticas para manter o foco e a motivação em teletrabalho

Com o modelo de teletrabalho cada vez mais presente nas empresas, é importante adaptar as práticas de trabalho a esta "nova" realidade.

O teletrabalho passa a ser novamente obrigatório entre as 00h do dia 25 de dezembro e o dia 9 de janeiro. Esta é uma das medidas do Governo para controlar a transmissão da Covid-19 nas épocas festivas.  

Por isso, e se este é ou vai ser o seu modelo de trabalho, é importante que esteja a par ou até mesmo relembrar algumas práticas fundamentais no regime de teletrabalho.  

Isto porque se, por um lado, o teletrabalho trouxe algumas vantagens, por outro lado, desencadeou um conjunto de novos desafios, tanto para empresas como para colaboradores.  

Conheça, neste artigo, algumas boas práticas que vão ajudá-lo a aumentar os seus níveis de produtividade e a trabalhar de forma segura.  

Leia ainda: Covid-19: O que acontece se ficar em casa com os meus filhos?

1. Prepare o seu espaço de trabalho (e o seu conforto) 

Se tem um escritório em casa, opte por este espaço para ser o seu novo local de trabalho. Caso não tenha um, verifique em que zona da casa poderá fazê-lo. Se for possível, opte por uma zona da casa com luz natural e pouco ruído.  

Casas pós-pandemia: 10 novas tendências e necessidades
Ler mais

Depois de escolhido o local, organize esse espaço. Para além da secretária, é importante que invista numa cadeira confortável (afinal é nela que vai passar várias horas do seu dia). As cadeiras ergonómicas proporcionam conforto, previnem complicações na coluna e podem ser reguladas e ajustadas de acordo com as características físicas do utilizador. 

Se não quiser estar a maior parte do tempo sentado, ou então tem vontade de experimentar novos modos de operar e mais saudáveis, experimente trabalhar, parcialmente ou a tempo inteiro, de pé. Construa uma secretária para trabalhar de pé, desde que não tenha problemas de saúde que não o recomendem. 

Mais uma dica: resista à tentação de trabalhar na cama ou no sofá. Para além de não promover uma boa postura, vai ainda levá-lo a confundir os momentos de lazer com os de trabalho. Por exemplo, se trabalhar frequentemente no sofá, quando quiser desligar do trabalho e usufruir de momentos de descanso e lazer, pode não conseguir fazê-lo, uma vez que pode começar a associar aquele espaço ao seu trabalho.  

2. Tem o material necessário?  

secretária com vários materiais de trabalho

Para além de uma cadeira e uma secretária, é importante verificar se tem todo o restante material que precisa, desde: computador, webcam, carregadores, canetas, ecrãs, blocos, entre outros.  

Antes de se precipitar a comprar um computador, informe-se se a sua entidade patronal tem intenções de lhe disponibilizar um. A realidade é que neste momento muitas empresas estão a fornecer computadores aos seus trabalhadores para poderem trabalhar a partir de casa. 

Certifique-se também que o computador fornecido dispõe de todas as condições para trabalhar, incluindo o software apropriado à sua atividade profissional. Verifique ainda se a sua rede wi-fi é segura e estável.  

Leia ainda: Trabalhar a partir de casa: algumas ferramentas de que vai precisar

3. Garanta a segurança digital 

As ameaças informáticas aumentaram com o teletrabalho. O primeiro passo é perceber onde residem os perigos, já o segundo passo consiste em implementar boas práticas que possibilitem criar um ambiente digital seguro na sua própria casa. 

Comece por utilizar apenas os dispositivos autorizados pela empresa. Um dos maiores riscos no teletrabalho é a utilização de computadores e smartphones pessoais para fins profissionais. 

Verifique se os seus dispositivos possuem antivírus e firewall ativados e atualizados, para garantir a proteção da informação, e assegure-se que possui as últimas atualizações de software do sistema operativo e das aplicações que utiliza.  

Proteja a sua rede doméstica alterando as configurações do equipamento, nomeadamente: o nome de utilizador, a password e o SSID, ou seja, o nome da sua rede doméstica. 

Opte sempre por websites fidedignos e endereços que começam por “https” e verifique se tem um cadeado à esquerda na barra de URL, indicativo que o site tem um certificado de segurança autenticado. 

O reforço da complexidade das suas passwords e a criação de uma VPN (Rede Privada Virtual) são ainda outros fatores que ajudam a garantir a segurança digital.  

4. Mantenha o foco e faça uma boa gestão do tempo 

Estabelecer uma agenda de trabalho e eliminar os focos de distração é importante para manter a produtividade e a motivação.  

Trabalhar a partir de casa: algumas ferramentas de que vai precisar
Ler mais

Para além da agenda, existem ferramentas digitais de gestão do tempo que também podem ajudá-lo. Até porque trabalhar a partir de casa pode mesmo ser sinónimo de o dia passar rápido. Isto porque se interromper constantemente o trabalho com tarefas domésticas, vai sentir que o tempo passa a voar, e, pior que tudo, que o trabalho sofreu inúmeros atrasos. 

Desligar as notificações que não estejam relacionadas com trabalho, também podem ajudar na concentração. Falamos de grupos de WhatsApp, do Messenger, do Facebook. A rádio e/ou da televisão ligadas em fundo enquanto trabalha também podem tirar-lhe o foco. 

Leia ainda: O mercado de trabalho e os cuidados a ter com as redes sociais

5. Faça pausas no trabalho 

Quer sejam acompanhadas por aquele conhecido chocolate ou não, as pausas são fundamentais. Parar alguns minutos a cada hora é importante para a sua saúde física e mental, e também aumenta a produtividade. Descanse os olhos do ecrã do computador e ponha o corpo a mexer.  

Algumas destas pausas, e no seguimento do ponto anterior, também podem servir para ver as notificações do telemóvel ou fazer algum telefonema, por exemplo.  

6. Evite as “festas do pijama” 

Rapariga a trabalhar em pijama

Trabalhar desde casa pode, por vezes, fazer com que seja complicado tirar o pijama. No entanto, é fundamental que mantenha algumas rotinas.  

Ao vestir a sua roupa do dia a dia, não só vai fazer-lhe sentir que está a iniciar um novo dia, como também é fundamental para a sua apresentação. Isto porque uma das vicissitudes do trabalho remoto é que pode ter que realizar vídeo conferências com colegas, com a entidade patronal e em alguns casos até mesmo com clientes.  

Separe sempre o descanso do trabalho.  

7. Mantenha o contacto com os seus colegas  

É importante que a distância relativamente aos seus colegas seja apenas física. Por isso, marque cafés virtuais, reuniões ou conversas rápidas. Isto não só vai ajudá-lo a combater o isolamento, como também a diminuir aquela dificuldade de não poder ir até à mesa de um colega ou até mesmo para gerir equipas em teletrabalho.

Leia ainda: Como fazer uma videoconferência de equipa

8. Aproveite para si o tempo poupado  

Uma das grandes vantagens do teletrabalho é conseguir poupar tempo nas deslocações, por exemplo. Tire partido desse tempo “extra” para fazer coisas que gosta. Estes momentos podem ser mais uma fonte de motivação num regime de trabalho remoto.  

Leia ainda: Teletrabalho: O que muda para os trabalhadores e para as empresas?

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.