Carreira e Negócios

Carta de apresentação: Dicas para recém licenciados

Para se candidatar ao seu emprego se sonho, não basta um bom currículo, é essencial ter uma carta de apresentação.

Carreira e Negócios

Carta de apresentação: Dicas para recém licenciados

Para se candidatar ao seu emprego se sonho, não basta um bom currículo, é essencial ter uma carta de apresentação.

Quando o seu objetivo é conseguir aquele emprego com que sempre sonhou durante os anos de formatura, ou integrar aquela empresa que dá ótimas oportunidades de progressão aos seus colaboradores, ter um bom currículo não basta. É essencial uma carta de apresentação.

Uma carta de apresentação, não é mais do que um documento onde descreve o motivo pelo qual considera ser a pessoa indicada para integrar aquela empresa e/ou ocupar aquela função, com o objetivo de se destacar de outras candidaturas e conseguir uma entrevista de emprego. A carta de apresentação deve sempre acompanhar o currículo quando se está a candidatar a uma oferta de emprego, ou a apresentar uma candidatura espontânea.

Leia ainda: Nem só de CV vive uma candidatura

Currículo acompanhado por uma carta de apresentação

Um currículo, por muito bem elaborado que seja, perde impacto se não for acompanhado por uma carta de apresentação. No currículo consta a informação sobre a sua formação e competências. Muito provavelmente está a enviar o mesmo currículo para várias empresas. Certamente, não quer passar a impressão, àquela empresa onde sempre sonhou trabalhar, de que é apenas mais uma para onde enviou o seu currículo.

Com uma carta de apresentação, além de naturalmente dar informação sobre a sua formação e competências, demostra que conhece a empresa, que quer muito trabalhar nessa organização, e que acima de tudo é a pessoa certa para aquela função.

Leia ainda: Como fazer um bom cv?

O que deve constar na carta de apresentação

Há alguns dados que são essenciais constarem na carta de apresentação. São eles:

Dados Remetente

No início da carta, no canto superior esquerdo, indique os seus contactos: nome completo, morada, endereço de e-mail e número de telemóvel.

Dados do Destinatário

Em seguida aos seus dados, alinhado à direita, escreva os dados do destinatário: nome e morada. Caso não saiba o nome do responsável pelo recrutamento, enderece a carta ao responsável de Recursos Humanos da empresa. No caso de se tratar de uma empresa de recrutamento, ao responsável pela seleção.

Local, Data e Assunto

Seguidamente, em texto alinhado à esquerda, indique o local e data em que escreveu a carta. Identifique igualmente o assunto. Se estiver a candidatar-se a um anúncio em específico, coloque a referência do mesmo. Caso seja uma candidatura espontânea, coloque precisamente essa informação neste campo, especificando a área de interesse. Por exemplo: vendas, financeiro, contabilidade, entre outras.

Como compor a carta de apresentação

No corpo da carta de apresentação, reserve o primeiro parágrafo para falar um pouco de si, da sua formação, dos estágios que realizou e, caso seja importante para a vaga/empresa a que se está a candidatar, algum trabalho que tenha realizado.

Em seguida, indique as razões pelas quais considera que é a pessoa indicada para aquela vaga/empresa, relacionando as suas competências à função/cultura da empresa. É importante demostrar conhecimentos sobre a empresa e o setor, pois demostra que não é mais uma candidatura entre tantas outras, mas que está efetivamente interessado em pertencer àquela organização. Esta é a parte mais importante da carta, e a que deve ter mais conteúdo, pois o objetivo do documento é precisamente transmitir ao recrutador o seu real interesse na empresa, com vista a conseguir uma entrevista de emprego.

Leia ainda: A importância das soft skills no processo de recrutamento

Peça para agendarem entrevista

No final da carta, apele ao recrutador para que agende uma entrevista. Desta forma terá uma oportunidade para apresentar com maior detalhe o seu perfil.

Termine a carta com um agradecimento pela atenção dispensada. E, no final, assine a carta.

Tal como no currículo, deve ter muito cuidado e atenção com os pormenores na elaboração do documento. A carta de apresentação não deve ultrapassar uma página. O documento deve ser simples, claro, coerente e de fácil leitura. Nunca esquecer, claro, que a carta não deve conter erros de ortografia e de pontuação. Recomendamos que peça a algum familiar ou amigo que reveja o documento antes de o enviar.

Boa sorte!

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe uma resposta

Insira o seu nome

Insira um email válido