Finanças pessoais

FIRE: O movimento que abre caminho à independência financeira

Descubra como implementar o movimento FIRE, atingir a independência financeira e a reforma antecipada.

Finanças pessoais

FIRE: O movimento que abre caminho à independência financeira

Descubra como implementar o movimento FIRE, atingir a independência financeira e a reforma antecipada.

FIRE é o movimento que lhe permite atingir a independência financeira e significa Financial Independence, Retire Early (Independência Financeira, Reforma Antecipada).

Este movimento nasceu no início dos anos 90, nos Estados Unidos da América, e resulta do livro “O Dinheiro ou a Vida” de Vicki Robin e Joe Dominguez (traduzido para português em 2020).

Na obra, os autores sugerem um programa de nove passos para transformar a relação com o dinheiro com vista a alcançar a independência financeira. Isto é, ter rendimentos passivos suficientes que permitam decidir se quer deixar de trabalhar e começar a viver sem outros rendimentos.

Essa transformação assenta numa mudança de mentalidade, acreditando que é possível viver bem fazendo escolhas conscientes, valorizando o tempo e a liberdade de não ter de trabalhar por dinheiro, ao invés de procurar uma vida de luxo e consumismo.

O FIRE foi impulsionado por alguns bloggers que partilharam as suas experiências e estratégias de poupança, despertando assim a atenção da chamada geração millennial, particularmente interessada em alcançar uma reforma antecipada (antes dos 66 anos e 6 meses, o indicador atualmente em vigor em Portugal).

Um dos pioneiros deste movimento é Mr. MoneyMustache (Peter Adeney) que conseguiu reformar-se, tal como a sua mulher, aos 30 anos.

Leia ainda: Como investir: os primeiros passos para a liberdade financeira

O que significa independência financeira?

Neste contexto, independência financeira significa ter liberdade para escolher o que pretende fazer com o seu tempo, sem a preocupação de ter de trabalhar para ganhar dinheiro. Assim sendo, pode:

  • Decidir que quer mudar de carreira e precisa de um período sabático para essa transição, tendo assegurado o conforto financeiro para esse período;
  • Querer mudar de vida e dedicar-se a atividades não remuneradas, ou viajar pelo mundo, sem se preocupar com trabalhar para ganhar um salário;
  • Continuar a trabalhar no emprego de sempre, mas com possibilidade de gastar um pouco mais do salário.

Para alcançar a independência financeira é necessário quantificar o objetivo que pretende alcançar, ou seja, o valor de riqueza pretendido.

Para isso, existe uma fórmula, utilizada por muitos seguidores do FIRE: a regra dos 4%.

Esta regra foi estudada por três professores de finanças da Universidade Trinity, no Texas, nos anos 90, tendo como objetivo determinar a percentagem do património líquido que pode ser gasta de forma sustentável numa reforma tradicional, assegurando que não existe risco de ficar sem capital e contemplando a taxa de inflação.

Para calcular esta percentagem deve multiplicar o total das despesas fixas anuais por 25.

Por exemplo: 20.000 € x 25 = 500.000 €.

Isto significa que, no momento em que poupar 500.000 €, atingiu o seu número FIRE, podendo deixar de trabalhar a tempo inteiro.

Estratégias para alcançar a independência financeira

Alcançar a independência financeira e reformar antes da idade normal é possível, mas é necessário definir um bom plano, contemplando algumas alterações no estilo de vida.

Existem 3 aspetos fundamentais para quem pretende iniciar este movimento:

1. Desenvolver a literacia financeira

O FIRE pode ter significados diferentes para cada um de nós. Para uns, pode ser sinónimo de de ter a reforma antecipada, para outros, atingir o valor que permita viajar pelo mundo enquanto trabalham como freelancers.

Em qualquer um dos casos, a forma como planeia atingir a independência financeira depende muito da estratégia pessoal. Para isso, deve apostar na sua literacia financeira, ou seja, aprender e doninar os principais conceitos das finanças pessoais.

Assim, importa perceber quais são os pilares da independência financeira e qual o seu perfil de investidor, mas também conhecer as estratégias utilizadas por outras pessoas que já atingiram a sua liberdade e os seus conselhos para quem está a iniciar a sua jornada. Para isso, sugerimos a leitura dos livros mais recomendados, escutar podcasts e seguir os especialistas neste tema.

Investir no conhecimento é fundamental para fazer as melhores escolhas e reduzir o risco.

jovem casal faz as contas às suas despesas mensais, consultando documentos, apontando no caderno e usando uma calculadora

2. Poupar

A mudança de mentalidade já mencionada passa ainda por redirecionar o foco e alterar o estilo de vida.

Tudo é feito com o objetivo de atingir o valor necessário para a independência financeira. Para tal, é necessário um esforço grande a curto/médio prazo.

Para ter uma referência, o objetivo de poupança dos seguidores do FIRE situa-se entre os 50% e os 75%. O que significa afetar, pelo menos, metade do rendimento.

Em termos práticos, os exemplos que se seguem podem ajudar a conseguir aumentar as suas poupanças:

  • Eliminar despesas supérfluas (deixar de jantar fora, deixar de utilizar o carro, cancelar subscrições de serviços de entretenimento, partilhar casa em vez de morar sozinho);
  • Reduzir o orçamento familiar ao mínimo;
  • Ponderar uma mudança geográfica para um local com custos de vida mais baixos;
  • Encontrar fontes de rendimento extra para aumentar a poupança.

Leia ainda: 7 passos para alcançar a liberdade financeira

3. Investir

Conseguido o valor necessário para o seu fundo de emergência, o passo seguinte é colocar o dinheiro a trabalhar para si, ou seja, capitalizar as suas poupanças através de investimentos, usufruindo do poder do juro composto.

Desta forma conseguirá, não só, ir aumentando o valor do seu património, como também começará a criar rendimentos passivos, os quais, por sua vez, podem ser reinvestidos.

Ao investir deve também considerar a importância de diversificar o portefólio de investimentos, por exemplo:

  • Investimentos Imobiliários;
  • Investimentos na Bolsa (ações, obrigações, fundos de investimento, ETF’s);
  • Planos Poupança Reforma (PPR);
  • Criptomoedas;
  • Plataformas de crowdfunding.

Como alcançar o FIRE em Portugal

O salário médio dos portugueses em 2020, de acordo com os dados do INE, ronda os 1.300 €, o que pode traduzir um esforço bastante grande para alcançar o objetivo mínimo de poupança de 50% do rendimento.

Mas, dizem alguns dos seguidores deste movimento, que é possível e que estão a trabalhar para isso, com muito planeamento e foco.

Se por um lado começar o mais cedo possível torna este objetivo mais viável, existe sempre a possibilidade de ajustar o montante da liberdade financeira à realidade de cada um.

De acordo com especialistas, é possível simular o valor que necessita para alcançar a reforma antecipada, seguindo estes passos:

  1. Calcule o valor das despesas fixas anuais (exemplo: 12.000€);
  2. Utilize o simulador da Segurança Social Direta para estimar o valor que irá receber na altura da reforma (terá de fazer login e aceder ao menu Pensões – Simulador de Pensões);
  3. Multiplique o valor mensal por 14 meses (considerando os subsídios de férias e de natal), para encontrar o valor do seu rendimento anual (exemplo: 1.000 € x 14 meses = 14.000 €);
  4. A diferença entre as despesas fixas estimadas e o rendimento proveniente da reforma, resulta no valor que necessita de gerar através dos rendimentos das poupanças (14.000€ - 12.000€ = 2.000 €);
  5. Aplique a regra dos 4% para calcular o valor da independência financeira (12.000€ x 25 = 300.000 €)
  6. O valor final (300.000 €) será o montante que necessita de gerar, através de poupanças e investimentos, para retirar anualmente 4% de forma sustentável e sem correr o risco de ficar sem capital.

Em suma, o FIRE pode ser muito ambicioso, sobretudo para a realidade portuguesa. Contudo, é possível alcançar a liberdade financeira e a reforma antecipada, desde que se trabalhe para tal. Forçosamente, com algum esforço e planeamento, e começando o mais cedo possível.

Leia ainda: Quanto tempo poderia estar sem trabalhar? Saiba que contas deve fazer

(Conteúdo corrigido no dia 3 de dezembro de 2021 para retificar os valores usados como exemplo para atingir a independência financeira através do método FIRE)

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.