Carreira e Negócios

Conheça 6 dicas para fazer um currículo criativo

Se quer fazer um currículo criativo e sair fora da caixa, conheça algumas dicas para que se destaque dos outros candidatos.

Carreira e Negócios

Conheça 6 dicas para fazer um currículo criativo

Se quer fazer um currículo criativo e sair fora da caixa, conheça algumas dicas para que se destaque dos outros candidatos.

Está à procura de emprego, mas não está a conseguir ter respostas positivas por parte dos recrutadores? Se calhar está na altura de apostar num currículo criativo, para que se consiga destacar dos outros candidatos. Conheça neste artigo 6 dicas para fazer um currículo diferente, a importância de causar uma boa primeira impressão e plataformas onde pode construir este documento.

1. Opte por um formato diferente 

Se está desempregado ou terminou a sua formação, saiba como fazer um bom currículo. De modo a que se diferencie dos outros possíveis candidatos, pode construir o seu currículo num formato diferente. Ao invés de optar por uma simples folha/folhas com texto. 

Isto é, pode fazer o seu currículo em formato vídeo, em banda desenhada, através de um labirinto virtual, como se estivesse a contar história, com slides e de tantas outras formas que se lembrar. Bem como que façam sentido de acordo com a sua formação e/ou o cargo para o qual se está a candidatar. 

Se adaptar o seu currículo à sua área de formação ou proposta a que se candidata, mais facilmente se vai destacar no rolo de candidatos. 

2. Destaque o que o diferencia das outras pessoas 

Dentro do currículo que construir, além de incluir as informações pessoais, formação e experiência, pode ainda incluir factos que o diferenciem das outras pessoas. Desta forma, seja ou não uma candidatura espontânea, pode-se destacar dos outros candidatos.

Ou seja, factos curiosos que não tenham necessariamente a ver com a sua área de formação, mas que, de certa forma, marcam a sua vida e a sua forma de estar e trabalhar. Estes podem ser um ponto positivo a seu favor na hora de decisão entre si ou outro candidato. Isto porque personalizam o seu currículo e demonstram outra parte de si, além do “comum”. 

3. Deixe tudo claro 

É também essencial que, ao construir o currículo, coloque a informação de forma organizada, simples e clara

Quanto mais simples estiver a nível de escrita e apresentação, mais facilmente o recrutador vai ter vontade de ler. E assim percebe melhor o que quer dizer, percebendo-o melhor a si. 

Esta é uma dica importante, uma vez que a primeira visão que o empregador vai ter de si é o currículo e é vital que crie logo uma boa impressão através da apresentação desse documento. 

4. Utilize as redes sociais como ferramenta 

Caso queira e se sinta à vontade, pode partilhar as suas redes sociais no currículo de forma a que o recrutador possa ver espelhada outra parte de si mais pessoal. 

O mercado de trabalho e os cuidados a ter com as redes sociais
Ler mais

Para isso, deve ter cuidado com o que coloca nas redes sociais porque pode definir se são esses valores que ali espelha, que o recrutador quer para a sua empresa ou não.  

Porém, a escolha de colocar ou não as suas redes sociais no currículo é apenas sua e deve ter em mente, ao tomar essa decisão, se o vai beneficiar ou não. Lembre-se, porém, que se tiver perfis públicos, o recrutador pode consultar na mesma, uma vez que há empresas que gostam de o fazer previamente antes de contratar alguém. 

Também pode utilizar as próprias redes sociais como ferramenta direta para construir o currículo, como é o caso do YouTube. Sendo que, se fizer um currículo em vídeo, pode utilizar a plataforma do YouTube para o colocar lá. 

5. Crie um perfil no LinkedIn 

Há empresas que utilizam bastante o LinkedIn como ferramenta de trabalho, pelo que também valorizam se o candidato tem ou não um perfil organizado. 

Por isso, pode criar um perfil no LinkedIn, que por si só já quase funciona como um currículo ou portefólio que pode colocar no currículo, uma vez que tem lá toda a sua formação, experiências e até pode incluir links de trabalhos que fez. 

Leia também: LinkedIn: 6 erros que deve evitar para se destacar na rede

6. Construa o seu site para portefólio 

Depois, é importante que consiga construir um currículo onde coloque um portefólio que englobe os vários trabalhos que já fez, a nível profissional ou não.

Se ainda não fez nenhum a nível profissional, não se preocupe: também pode colocar trabalhos que fez, por exemplo, na sua formação. Ou textos que escreva, se gostar e fizer sentido para si. 

Pode construir o portefólio de várias formas: no LinkedIn, através de plataformas próprias, ou, o mais indicado para que consiga englobar formatos diferentes, é criar mesmo um site pessoal

A importância de ter um currículo criativo 

Diferencia-o dos outros candidatos 

É importante ter um currículo criativo para que se destaque em relação aos demais candidatos. Ainda para mais se for um currículo onde consiga refletir um lado mais pessoal seu para que o diferencie das outras pessoas.

Por exemplo, como mencionado anteriormente, o seu currículo criativo deve ser construído de forma personalizada relativamente à sua formação, aos seus gostos ou ao cargo a que se está a candidatar. Demonstrando assim que é atento, perspicaz e que conhece e se importa verdadeiramente com a função e empresa para os quais se está a candidatar.

Determina a primeira impressão do profissional 

A primeira impressão do profissional em relação a si pode ditar se fica ou não com o cargo ao qual se está a candidatar. Isto porque, se o recrutador tiver uma boa impressão pode chamá-lo para uma entrevista, e se não tiver, pode não o chamar e aí não vai ter sequer hipótese para tentar passar uma segunda boa impressão.

Reflete a sua capacidade criativa  

Depois, através de um currículo diferente e personalizado consegue demonstrar a sua capacidade criativa ao recrutador. Podendo assim transparecer que é original e que consegue utilizar esse seu lado profissionalmente, o que será uma mais-valia para a empresa.

Demonstra as suas capacidades de trabalho 

Neste sentido, com um currículo criativo consegue ainda mostrar ao recrutador as suas capacidades de trabalho pelo empenho que teve ao construir o documento.

Plataformas para fazer um currículo criativo 

Estas são algumas das plataformas que pode utilizar para construir o seu currículo criativo:

Leia ainda: Entrada no mercado de trabalho: Guia de preparação

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #candidatura emprego,
  • #currículo,
  • #currículo criativo,
  • #dicas para fazer currículo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.