Vida e família

10 Dicas para poupar na compra de um portátil

Comprar um portátil pode ser simples. Mas o melhor é analisar várias questões para se comprar exatamente o que se precisa a preços em conta.

Vida e família

10 Dicas para poupar na compra de um portátil

Comprar um portátil pode ser simples. Mas o melhor é analisar várias questões para se comprar exatamente o que se precisa a preços em conta.

Quando a ideia é comprar ou trocar de portátil, nada como abordar a pesquisa com dicas para uma compra mais acertada e poupada! A pensar exatamente neste cenário, ao longo deste artigo vão ser listadas dicas de como poupar na compra de um portátil. Um guia para pessoas que estão à procura de um bom negócio, desejam saber por onde começar e querem fazer a escolha ideal para o seu dia a dia.

Assim, nada como fazer esta leitura antes de puxar pelo cartão bancário ou pelo mealheiro lá de casa.

Como poupar na compra de um portátil: 10 dicas a ter em conta!

Definir um budget máximo

Quando se decide comprar um portátil, deve-se considerar a quantia que se pretende gastar no equipamento. Por outras palavras, o preço é sempre um bom ponto de partida para analisar se o investimento vale verdadeiramente a pena.

Felizmente os preços dos computadores portáteis são bastante variados, sendo possível encontrar para vários orçamentos como por exemplo:

9 dicas para a Black Friday
Ler mais

Acima de 1.000 euros

Deste valor para cima é possível encontrar portáteis topo de gama. Equipamentos com características mais refinadas e que oferecem mais capacidade e rendimento a longo prazo. 

Normalmente os equipamentos acima deste valor incluemmais memória RAM por exemplo, 16GB, alta resolução de imagem - 4K nativo, processadores com mais núcleo e até mais ligações como HDMI 2.0, USB 3.0.

Entre 500 e 1.000 euros

Eventualmente esta é a faixa de preço ideal para começar a procurar um novo portátil. Dentro deste intervalo de preço já existem opções sólidas e competentes.

Esta faixa de preços já permite adquirir equipamentos com boas características e capacidade suficiente para satisfazer necessidades de utilização.

Abaixo de 500 euros

Neste cenário, nada como pesquisar, pesquisar e… pesquisar! Existem bons equipamentos e boas marcas. 

Esta é uma faixa de preço claramente para portáteis low-cost, no entanto é possível encontrar boas opções de portáteis até 500€.

Contudo, estes intervalos de preço não são estanques. São meros guias para perceber que existem diferença de qualidade entre modelos e, claro, por vezes, a qualidade paga-se.

Encontrar o propósito da utilização

Em épocas em que os portáteis vêm carregados de extras e recursos: teclados retroiluminados, placas gráficas de última geração, drives SSD, altas definições, entre outros, nada como questionar: são todos verdadeiramente necessários?

Logo, antes de qualquer compra dos gadgets mais recentes e novas tecnologias, nada como avaliar as necessidades diárias de utilização.

Para quem viaja muito, comprar um portátil com bateria de longa duração é imperativo. Pode durar durante toda a viagem e significa também trabalhar em qualquer lugar.

Para quem precisa de editar fotos ou vídeos, um portátil com uma placa gráfica de alto rendimento é o mais aconselhável. Isto porque são conteúdos que “puxam” pela qualidade de imagem ou resolução.

Para quem gosta de jogar, um processador de alto desempenho, a placa gráfica e memória RAM são dos requisitos mais importantes.

Por último, para os amantes de downloads de música, filmes ou séries, nada como capacidade de armazenamento num portátil.

Apesar de todas estas distinções, para grande parte das pessoas o melhor mesmo é um portátil funcional de boa qualidade. A verdade é uma, são tudo boas coisas para ter. Mas também podem representar uma quantia significativa de dinheiro.

Assim, antes de qualquer decisão é preciso avaliar o essencial de utilização.

Quais as características mais importantes a ter em atenção?

Outra das dicas de como poupar na compra de um portátil são exatamente quais características a ter em conta (no fundo, acaba por ser uma dica que está ligada com a anterior).

Isto porque, apesar de existirem necessidades de utilização, também existem requisitos mínimos para uma compra funcional e de qualidade. Tal como referido em cima, a qualidade paga-se.

Assim, identificam-se 6 características essenciais para um portátil com desempenho e rendimento de utilização.

Processador

O processador é o “cérebro” do computador e responsável pela velocidade de execução de todas as tarefas. Quanto mais avançado for o processador, mais ágil será o desempenho do portátil.

Memória RAM

Memória RAM é responsável por ajudar o processador do portátil a realizar várias tarefas ao mesmo tempo. Por norma, os portáteis têm uma memória RAM de 4GB a 8GB pré-instalada.

Autonomia

O tempo de utilização sem estar ligado à corrente. Onde será usado, na maior parte do tempo, o portátil? Em casa, no escritório ou em ambientes externos? 

Há bastante diferença na durabilidade da bateria dos modelos, sendo entre as 3 horas e as 10 horas ou mais.

Compras online: Porque é que nem sempre o preço mais baixo é a melhor opção
Ler mais

Capacidade de Armazenamento

SSD ou HDD? O espaço no disco é uma das características a considerar na compra de um portátil. Os armazenamentos SSD são melhores para carregar softwares, mesmo os mais pesados, de forma rápida.

Já o armazenamento HDD são conhecidos pelos preços acessíveis. A diferença está no tipo de utilização. Trabalho? Estudo? Ocasional? Ou Gaming? Nada como balancear o armazenamento com a utilização.

Ecrã- Dimensões e resolução 

À medida que sobe a resolução, sobe também o preço do equipamento. Por outro lado, quando aumenta a dimensão de ecrã de uma dada resolução, desce o nível de detalhe. Novamente, mais uma característica que depende da utilização.

Conectividade

Sistemas Wi-Fi, Bluetooth, USB, HDMI ou até mesmo Cartão de Memória/Micro SD, são fatores obrigatórios em qualquer modelo.

Com efeito, quando a pesquisa começar, o melhor mesmo é analisar cada uma destas caraterísticas e encontrar modelos que tenham as mesmas. Seja ao nível da performance ou do multitasking, algumas são essenciais para um bom funcionamento.

Fazer pesquisas de modelos

Definido o orçamento, identificado o propósito de utilização e quais as características a ter em conta, chega a hora de começar a procurar pelos modelos que se enquadram nestes três critérios.

O ideal será começar por fazer uma lista com várias opções, analisar os prós e os contras, e encontrar o equipamento que melhor se adequa à procura.

Em último caso, se continuar a existirem dúvidas, falar com alguém especializado também é uma solução. Além de outra visão, também pode aconselhar de forma mais cirúrgica.

Comparar preço em diferentes lojas

Além de uma pesquisa exaustiva comparar diferentes preços, é outro caminho para conseguir um melhor negócio.

Não basta apenas analisar os prós e contras, é preciso também estar atento aos melhores preços

Para isso, nada como aproveitar a variedade de produtos que existem nas diferentes lojas. Por vezes, é possível encontrar campanhas e promoções atrativas e obter bons descontos.

Para ajudar neste processo, consultar o KuantoKusta pode poupar imenso na hora de escolher um portátil.

Ponderar a compra de um portátil recondicionado

Os portáteis recondicionados são dispositivos usados que são recuperados para serem vendidos mais baratos.

Este tipo de portáteis vem, por exemplo, de pessoas que devolveram o produto à marca para reparação e depois não quiseram ficar com ele ou então de empresas que decidiram renovar os seus equipamentos e entregaram os antigos. Assim, depois de diferentes testes, garantindo que o recondicionamento dos aparelhos foi bem feito, voltam ao mercado. 

É possível encontrar portáteis recondicionados em diferentes marketplaces online lojas de tecnologia e lojas de produtos informáticos certificadas pelas respetivas marcas.

Os recondicionados de qualidade costumam até trazer um selo de garantia de pelo menos um ano.

Definir alertas de preços

Outra boa dica de como poupar na compra de um portátil é complementar a comparação de preços com a ativação de lembretes em diferentes lojas. Desta forma é possível acompanhar os preços com alguma antecedência de forma a perceber qual a variação dos mesmos ao longo do tempo.

Por outro lado, é uma forma de acompanhar diferentes lojas e perceber o que cada uma está a divulgar e quais as campanhas em vigor.

Leia ainda: Entre em 2021 com a sua vida financeira arrumada

Homem a trabalhar num portátil

Descontos e Campanhas Especiais

De abril a novembro, em geral, as marcas e grandes superfícies realizam as suas maiores campanhas.

Uma das mais recorrentes é a campanha Black Friday, mas há outros eventos a ter em conta: Cyber Monday, Flash Sales, Descontos em talão, Campanhas temáticas, Lançamentos, entre outros. Estas alturas acabam sempre por se tornarem momentos melhores para pensar em comprar um portátil.

Claro que não existe uma altura ideal. Contudo, estes momentos promocionais são janelas de oportunidade que trazem bons descontos. No entanto, o ideal é averiguar o preço anterior e comparar com o preço de campanha.

Atualizações de Equipamento

Algumas pessoas precisam de comprar um novo portátil porque o antigo está “morto”. Outras, com o portátil ainda a funcionar, podem optar por atualizar o equipamento.

Velocidade, Software, Capacidade de Armazenamento, Memória RAM, todos esses potenciais problemas podem ser corrigidos. Pedir a um profissional especializado ou por iniciativa própria, podem ser dois caminhos a seguir.

Comprar um portátil em 2.ª mão ou um modelo anterior

Para finalizar, uma dica 2 em 1. Duas das formas de como poupar na compra de um portátil são: optar por um modelo usado ou então escolher um modelo mais antigo.

No primeiro caso, se a escolha recair por um modelo anterior, com um ou dois anos, essa máquina é plenamente capaz de estar ao nível de modelos mais recentes.

Por outro lado, a compra de um usado, pode significar um equipamento a um preço muito mais em conta. Contudo, a desvantagem está na questão da garantia e do tempo de vida útil remanescente. E, claro, a questão está em saber se o computador está em bom estado por dentro.

Resumindo, é uma questão de oportunidade e escolha do utilizador. Em ambas as hipóteses, nada como a ponderação para ajudar.

Conclusão

Agora que foram listadas estas 10 dicas de como poupar na compra de um portátil, nada como analisar necessidades, perceber se chegou a altura certa para a compra e se existe no mercado o modelo que vai ao encontro de gostos e preferências pessoais.

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

2 comentários em “10 Dicas para poupar na compra de um portátil
  1. Hola,
    Muito bom o artigo!
    eu procurava um portátil para edição de imagem e vídeo de alta qualidade por 1000-1500 euros.
    ficava mais bem servido com um meu mesa digitalizadora XP-PEN Artist 15.6 Pro .
    Será que me poderia ajudar a escolher tendo em conta que privilegio a durabilidade? Aceito outras sugestões.
    Obrigado e cumprimentos.

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.