Mobilidade

Levar o carro à inspeção fica mais caro em 2022

Taxa de inflação dita subida nos preços das inspeções técnicas a veículos. Adiada inspeção obrigatória a motas de cilindrada de 125 cc ou superior.

Mobilidade

Levar o carro à inspeção fica mais caro em 2022

Taxa de inflação dita subida nos preços das inspeções técnicas a veículos. Adiada inspeção obrigatória a motas de cilindrada de 125 cc ou superior.

Levar o carro à inspeção vai ficar mais caro em 2022. Isto porque as tarifas foram atualizadas tendo em conta a taxa de inflação, que se fixou nos 0,99%. Este valor é a variação média anual do índice de preços do consumidor (sem habitação) apurada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Assim, segundo a portaria publicada em Diário da República,  o custo de uma inspeção técnica a um veículo ligeiro sobe para 31,80 euros (25,85 euros mais 23% de IVA). Na verdade, a subida é de apenas 31 cêntimos. Já no caso dos veículos pesados, o preço sobe para 47,59 euros (38,69 euros mais IVA), uma diferença de 47 cêntimos em relação a 2021. 

Leia ainda: Seguro automóvel: O que avaliar antes de escolher?

Inspeção de motas não avança já

O objetivo do Governo, para dar cumprimento à diretiva europeia, era que partir de 1 de janeiro de 2022 as motas com cilindrada de 125 cc ou superior passassem a ser obrigadas a fazer inspeções periódicas. A medida foi aprovada em 2012, no Governo de Passos Coelho, mas nunca chegou a sair da gaveta. Volta agora a ser adiada por causa da dissolução do parlamento, que impede a legislação sobre esta matéria.

Quando devo fazer a inspeção?

É a data da matrícula que dita quando terá de levar o carro à inspeção. Regra geral a ida à inspeção dá-se quando o veículo completa quatro anos, sendo que até completar oito anos as inspeções são de dois em dois anos. Após esse período, deverá levar o carro à inspeção todos os anos. A data limite é o mês da matrícula.

Leia também: O seu carro é importado? Saiba se tem direito à devolução do IUC

O que devo verificar?

A inspeção técnica serve para verificar as condições legais do veículo mas também de segurança, atestando que está apto para circular na via pública. Não necessita de ser o proprietário do carro a levá-lo à inspeção, mas é necessário ter o livrete ou o certificado de matrícula, o título do registo de propriedade e a ficha da última inspeção realizada.

Assim, para não correr o risco de o seu veículo chumbar na inspeção, verifique antecipadamente se tem a sinalização luminosa (travões, piscas, marcha atrás, nevoeira, e a luz da matrícula) e se os faróis estão a funcionar nas três posições (luzes de presença, médios e máximos). E não se esqueça que os pneus devem estar em bom estado e deve ter o colete refletor e o triângulo de pré-sinalização.

De facto, o veículo chumba na inspeção quando são assinalados mais de cinco defeitos leves sobre os sistemas, componentes, unidades técnicas e acessórios do veículo; quando são registados um ou mais defeitos graves ou muito graves; e, finalmente, se não tiver corrigido as anomalias detetadas na última avaliação e que estão assinalados na ficha de inspeção.

Após o chumbo, o condutor tem um prazo de 30 dias para corrigir os defeitos assinalados e apresentar-se no mesmo centro de inspeções, para verificar apenas a correção das anomalias. No entanto, o valor a pagar também é mais baixo do que uma nova inspeção.

Leia ainda: Abate automóvel: Quais as vantagens e o que evitar

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #Inspeção automóvel
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Um comentário em “Levar o carro à inspeção fica mais caro em 2022
Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.