Vida e família

Renting vs Leasing: qual a melhor solução para ter um carro?

O renting e o leasing automóvel são modalidades disponíveis e as suas mais-valias variam de acordo com as necessidades dos clientes.

Cada vez mais o automóvel assume-se como o meio de transporte mais privilegiado pelos portugueses. Apesar de termos as nossas cidades cada vez melhor dotadas de infraestruturas de transportes públicos, os veículos automóveis assumem-se como o meio de transporte preferencial.

De acordo com dados de 2018 do Eurostat, Portugal é o segundo país da Europa onde se usa mais o automóvel para as deslocações no quotidiano, representando 88% do total das deslocações.

Mas a aquisição de um automóvel nem sempre é uma solução apetecível para muitos portugueses, seja por não quererem contrair um crédito, pelas grandes despesas em impostos ou pela manutenção que estes acarretam, entre outros fatores.

Assim, o Leasing e o Renting têm-se assumido como alternativas viáveis para quem necessite de equilibrar o seu orçamento familiar.

De acordo com um estudo levado a cabo pela Deloitte, e cujos resultados foram divulgados na página da Associação Portuguesa de Leasing, Factoring e Renting, estes setores “assumem um papel fundamental para o futuro da sociedade, nomeadamente na contribuição para a gestão da tesouraria das empresas portuguesas, para o futuro da mobilidade, para a sustentabilidade ambiental e inovação e como impulsionador para a transição para uma economia verde e circular”.

Neste artigo damos a conhecer as principais diferenças, as vantagens, desvantagens e também as especificações do Leasing e do Renting automóvel, para que possa optar pela alternativa mais adequada às suas necessidades.

Leia ainda: Soluções de mobilidade das cidades

Leasing, uma alternativa flexível

De uma forma muito simples, o Leasing é uma modalidade bastante flexível porque lhe permite adquirir uma viatura (nova ou usada) diretamente a uma empresa ou instituição financeira que lhe cobrará uma mensalidade durante um determinado período de tempo. Findo esse período, o cliente tem a possibilidade contratual de adquirir o automóvel, acertando o valor residual do mesmo.

Não obstante, o contrato pode ser cessado a qualquer altura por parte do cliente, estando este sujeito ao pagamento de uma comissão.

Quais as vantagens do leasing?

● Normalmente as mensalidades são mais baixas que o crédito automóvel;

Financiamento de 100% do valor inicial, já com todos os encargos legais incluídos;

● Isenção do imposto de selo na comissão de abertura do processo (os valores dos juros são diluídos na mensalidade);

● Flexibilidade na negociação do valor na compra de um carro novo;

● Benefícios fiscais para empresas.

Quais as desvantagens do leasing?

Mas esta modalidade também tem as suas desvantagens, Em casa estão:

  • Seguro - muitas vezes é preciso contratar um seguro contra danos próprios, que é mais caro;
  • Pagamento do Imposto Único de Circulação (IUC), que fica a cargo do cliente;
  • Serviços de manutenção também são da responsabilidade do cliente.
  • Valor residual. Muitas vezes nos contratos de leasing é estipulado um valor residual que fica para o final do contrato. Para poder passar o carro para seu nome terá de pagar essa quantia.

Além disso, durante o período contratual, o comprador não usufrui dos direitos de propriedade do veículo.

Renting, previsibilidade garantida

Na modalidade de renting, no valor da mensalidade inclui-se não só a utilização do veículo, mas também todos os serviços associados, nomeadamente manutenção, seguro automóvel, assistência em viagem, pneus, veículo de substituição, IUC, inspeções periódicas obrigatórias, apoio ao cliente, entre outros.

Resumidamente, o cliente paga a mensalidade até ao final do contrato (ou número de quilómetros acordados) pela utilização do veículo, tudo o resto está a cargo da empresa locadora do serviço.

À semelhança da modalidade de leasing, no final do período contratual, que pode ir até 5 anos, o cliente tem a possibilidade de adquirir a viatura, mediante o pagamento do valor residual.

Este é um instrumento muito utilizado por empresas, pois possibilita que estas ajustem as suas frotas às necessidades do momento, e traz ainda benefícios fiscais para as mesmas.

As principais vantagens do renting

● Todos os serviços associados estão incluídos na mensalidade;

● Preços mais competitivos;

● Comodidade e livre de preocupações;

● Facilidade na gestão de despesas.

As principais desvantagens do renting

Tal como na modalidade de Leasing, também esta modalidade tem as suas desvantagens.

  • Durante o período contratual o comprador não usufrui dos direitos de propriedade do veículo;
  • Por regra, o contrato de utilização do veículo fixa limites de utilização, temporais e físicos, pelo que se estes forem ultrapassados podem implicar encargos adicionais.

No caso de rescisão antecipada do contrato por parte do cliente, este pode estar sujeito a penalizações que variam de acordo com a empresa locadora.

Qual a melhor solução para si?

Como deve calcular, não existe uma resposta inequívoca a esta pergunta, visto que cada situação é específica e as opções dos clientes variam de acordo com diversas condicionantes e as suas necessidades.

No entanto, a sugestão para que decida qual a melhor opção para si, se leasing ou renting, é que se informe sobre as diferentes ofertas do mercado, mais especificamente no que respeita ao financiamento.

Assim poderá analisar qual o modelo mais vantajoso para si de acordo com a sua finalidade, utilização e condicionantes pessoais e financeiras.

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)