mãos de uma mulher a pegar em duas notas de 20 euros, numa alusão ao aumento de preços em 2023
ícone do formato do post video
Finanças pessoais

Novo ano, novos preços: O que aumenta em 2023?

2023 será marcado por novos aumentos de preços. Eletricidade, gás, crédito habitação e alimentação são os que mais vão pesar nas carteiras portuguesas.

Como já é habitual, o novo ano traz consigo novos preços. O ano 2023 será desafiante para a maioria das famílias portuguesas, tendo em conta a inflação elevada em toda a Zona Euro e a expectável subida de juros por parte do Banco Central Europeu (BCE).

Eletricidade, gás, alimentação, portagens e crédito à habitação são apenas alguns dos exemplos das despesas que vamos ver aumentar este ano.

Leia ainda: Como entrar em 2023 com a carteira arrumada

Eletricidade aumenta no mercado regulado

Este ano, o preço da eletricidade em mercado regulado aumenta 1,6%, em relação a dezembro, sendo que a subida ascenderá a 3,3% face à média do ano passado, valores superiores àqueles que foram propostos em outubro, anunciou a ERSE - Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos.

Qual é a melhor forma de poupar na eletricidade?
Ler mais

No mercado liberalizado, a EDP Comercial anunciou que vai aumentar em cerca de 3%. A Endesa prevê manter o valor global das faturas de eletricidade e a Iberdrola informou que o preço pode baixar 15%. A Galp já anunciou que vai reduzir as faturas da eletricidade em cerca de 11%.

Para reduzir o impacto dos custos energéticos nas famílias, o Governo vai reduzir o IVA na fatura da eletricidade para 6%, mas apenas sobre os primeiros 100 kWh de consumo e só em potências contratadas até 6,9 kVA.

Preços do gás sobem no mercado regulado

A fatura do gás natural vai aumentar cerca de 3% para os clientes mais representativos do mercado regulado. No mercado livre, a fatura do gás vai estar livre de aumentos pelo menos nos primeiros meses do ano.

No sentido de apoiar os aumentos do gás, estará disponível mais um milhão de euros para o "bilha solidária". Já a tarifa social de energia chegará às famílias com um rendimento anual até 6.272 euros, tanto no mercado regulado como no livre.

Rendas e prestações do créditos sobem

As rendas das casas também já estão mais caras. Contudo, no âmbito das medidas de mitigação do impacto da subida de preços, o Governo publicou uma lei que coloca um teto máximo de 2% a este aumento. 

Já se tem um crédito habitação com taxa de juro variável, deve também estar atento à flutuação da Euribor. A prestação destes contratos é revista periodiacamente - três, seis ou 12 meses - e a subida dos juros tem feito aumentar este encargo. É expectável que este cenário se mantenha em 2023.

Leia ainda: Não consigo pagar o crédito. E agora?

Portagens 4,9% mais caras

Viajar nas autoestradas portugueses também está mais caro em 2023. O preço das portagens aumentou 4,9% já em janeiro. Se tem Via Verde e ainda não reparou, confirme nas faturas.

Telecomunicações podem subir

Se é cliente MEO, prepare-se para ver a sua fatura aumentar a partir de fevereiro. Ficam de fora os clientes que têm apenas telefone fixo e os reformados com plano especial. Ainda não é conhecida a posição das restantes operadoras.

Preços da alimentação continuar a aumentar

Se 2022 foi marcado por consecutivos aumentos semanais nos bens essenciais, o ano de 2023 não deverá ser diferente. Um cabaz de alimentos essenciais custa, atualmente, mais 19% do que custava antes do início da guerra na Ucrânia.

Já é conhecido que o pão fica mais caro em 2023. O aumento será em função da subida dos custos das matérias-primas e da energia, mas também terá em conta a atualização do salário mínimo nacional, que passa para os 760 euros.  

Leia ainda: O que vai mudar nos rendimentos em 2023?

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.