Finanças pessoais

IRS: Como declarar a pensão de alimentos?

Quando um casal com filhos se separa é necessário, entre outras coisas, dividir despesas. Saiba como declarar a pensão de alimentos no IRS.

Finanças pessoais

IRS: Como declarar a pensão de alimentos?

Quando um casal com filhos se separa é necessário, entre outras coisas, dividir despesas. Saiba como declarar a pensão de alimentos no IRS.

Quando um casal com filhos se separa ou divorcia, obrigatoriamente existem alterações no contexto familiar. Consequentemente, é necessário definir responsabilidades parentais, a guarda e residência das crianças, divisão de despesas e chegar a acordo quanto à pensão de alimentos.

Neste artigo, explicamos-lhe quais são as implicações da pensão de alimentos no IRS - Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares., particularmente, na ótica de quem recebe e tem de declarar como um rendimento, mas também de quem paga e, por isso, pode abater essa despesa à coleta.

Leia ainda: Calendário IRS: as datas que deve ter atenção em 2022

O que é a pensão de alimentos?

Trata-se de uma prestação mensal a ser entregue pelos pais para o sustento dos filhos, no caso de não partilharem com estes a habitação permanente. Assim, esta prestação visa colmatar as despesas com a alimentação, educação, vestuário, habitação e outras consideradas essenciais ao bem-estar das crianças.

Por fim, a pensão de alimentos deve estar formalizada no acordo sobre o exercício das responsabilidades parentais. Este acordo é homologado na Conservatória de Registo Civil ou por sentença proferida pelo Tribunal.

Pensão de alimentos no IRS: como proceder?

Neste caso, ambos os progenitores têm de declarar a pensão de alimentos no IRS, seja como rendimento ou como despesa, consoante o caso de cada um. Ou seja, temos duas situações:

Quem recebe

À luz do artigo 11.º do Código do IRS, a pensão de alimentos é um “rendimento de pensões” e, como tal, está sujeita a tributação em sede de IRS. Este valor é tributado autonomamente à taxa de 20%, segundo o artigo 72.º do Código do IRS. Contudo, se assim entender, pode optar por englobá-lo com os restantes rendimentos.

Onde declarar?

O progenitor que beneficia da pensão de alimentos deve declarar para IRS o valor recebido no quadro 4A do Anexo A, com o código 405 e a indicação do Número de Identificação Fiscal (NIF) do pagador da prestação.

Leia ainda: Progenitor não paga pensão de alimentos? Acione o Fundo de Garantia

Quem paga

Já no que diz respeito ao progenitor que paga esta prestação, este pode deduzir esta despesa à coleta de IRS. De acordo com o artigo 83.º-A do CIRS, o progenitor pode deduzir 20% dos valores pagos respeitantes a encargos com pensões de alimentos. Estes podem ser definidos de duas formas:

  • por sentença judicial;
  • ou por acordo homologado nos termos da lei civil.

Onde declarar?

Neste caso, tem de colocar esta despesa no quadro 6A do Anexo H do Modelo 3, indicando os números de identificação fiscal dos beneficiários das pensões, ou seja, dos dependentes. Além disso, deve ainda indicar o respetivo valorda pensão de alimentos.

Pensão de alimentos ou despesas no IRS?

Atenção, se optar por deduzir a despesa da pensão de alimentos não pode deduzir as restantes despesas de educação ou saúde dos dependentes, nem a dedução fixa. Isto porque, perante a lei, estas deduções não podem ser acumuladas com a pensão de alimentos.

Leia ainda: Como maximizar o reembolso de IRS a receber em 2022?

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

2 comentários em “IRS: Como declarar a pensão de alimentos?
  1. Bom dia,
    Já submeti o meu IRS, agora oque eu quero saber é se tem com eu retificar o mesmo e incluir as pensões de alimentos dos meus 3 filhos. Referentes ao ano passado?
    E se existe a possibilidade de retificar também a do ano de 2020

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.