O Doutor Finanças foi recomendado na nova edição da revista Lux Woman. Saiba o que se diz sobre os nossos serviços e conheça outras ideias de poupança da revista para 2017.

A edição de Janeiro de 2017 da revista Lux Woman está repleta – como seria de esperar – de novidades, desejos e ideias para 2017, nas quais não podia faltar a poupança.

Como tal, a Lux Woman menciona 13 ideias para poupar em 2017, das quais destacamos quatro:

1. Não perder um Contas Poupança

É importante não perder o Contas Poupança, a rubrica semanal de poupança da SIC pelo jornalista Pedro Andersson que lhe traz as melhores dicas e informações de poupança. Pedro Andersson publicou também um livro em 2016 no qual junta as melhores dicas de poupança do seu programa até à data de publicação do livro.

2. Fazer um plano de poupança anual

Um passo importantíssimo para equilibrar a sua vida financeira e viver com conforto financeiro. A Agenda da Poupança para 2017, da Bárbara Barroso, ajuda-o a atingir objetivos e metas de poupança, enquanto o incentiva também a enumerar objetivos pessoais e profissionais, oferecendo ao longo da agenda alguns conselhos de finanças pessoais.

3. Descarregar o Boonzi

Indiscutivelmente a melhor aplicação para o ajudar a gerir toda a sua vida financeira e que já recomendámos neste artigo.

4. Atualizar o seu empréstimo à habitação

Já aqui mencionámos várias vezes que pode e deve pedir ao seu banco uma atualização do seu spread.

A Lux Woman aprofunda melhor esta questão e explica como é que o Doutor Finanças o pode ajudar nesse sentido:

Há quanto tempo não fala com o seu banco e não pede uma atualização do seu spread? Todos sabemos que existe uma concorrência feroz entre as instituições bancárias, por isso não custa colocar a questão em cima da mesa e aguardar bons resultados. Se não o quiser fazer sozinha, ou achar que não tem capacidade de argumentação suficiente, peça ajuda ao Doutor Finanças (doutorfinancas.pt). Esta é uma empresa especializada na área, que presta serviços de renegociação de créditos, ou seja, vai fazer o possível para reduzir o seu crédito à habitação. A boa notícia é que só paga se o objectivo for cumprido: baixar o crédito*.

  • Mas nós temos uma notícia ainda melhor para si: não paga nada por pedir ajuda ao Doutor Finanças para baixar o seu spread! Tratou-se de um pequeno lapso do artigo. A isenção de qualquer pagamento está explícita nas perguntas frequentes do nosso serviço de Crédito Habitação. 🙂

Se não sabia que pedir ao seu banco a atualização do seu spread era uma opção ou se andou a adiar a tarefa em 2016, aproveite para fazer dela uma resolução para o novo ano, contactando a equipa do Doutor Finanças para o ajudar nesta tarefa! 🙂

Se precisar de mais incentivos para recorrer ao Doutor Finanças para baixar o seu spread, não deixe de ler os seguintes artigos: