Quem não conhece os certificados de aforro? Muitos de nós tiveram a sorte dos nossos pais e avós nos terem subscrito certificados de aforro no passado. Outros não foram tão afortunados, mas com grande probabilidade já ouviram falar sobre este produto de aforro do Estado. Neste artigo iremos mostrar-lhe as potencialidades e a atratividade dos certificados de aforro.

Produtos de poupança sem risco

A popularidade dos certificados de aforro foi muito abalada há alguns anos quando o Governo decidiu mexer na fórmula de cálculo da taxa de juro. No entanto, continuam a ser produtos muito interessantes para quem procura aplicar o seu dinheiro sem risco.

Ao aplicar o seu dinheiro nos certificados de aforro está a emprestar dinheiro ao Estado. O Estado português pode fazer o que quiser do dinheiro que recebe. Infelizmente, nos últimos anos tem servido para alimentar o défice…

Em qualquer dos casos, sendo empréstimos de particulares ao Estado, corre o risco de incumprimento associado ao risco de crédito de Portugal enquanto país. Quer isto dizer que, apesar de tudo, estes serão os produtos com menos risco ao dispor das famílias.

Os certificados de aforro são produtos de capitalização

Produtos de capitalização são produtos cujo retorno é automaticamente aplicado para continuar a gerar novo retorno. Ou seja, falamos aqui da famosa força dos juros compostos: juros que rendem juros sobre juros, sobre juros…

Na prática, o juro é creditado na conta de certificado todos os trimestres. Tal significa que irá pagar impostos sobre os lucros todos os trimestres. Não sente, pois o imposto é retido na fonte à taxa de 28%.

poupar-muito-dinheiro-doutor-financas

Vantagens dos certificados de aforro

Ao investir através deste produto de aforro tem um conjunto de características muito vantajosas, especialmente se compararmos os certificados de aforro com os depósitos a prazo. São elas:

  • Liquidez – A liquidez sem perda dos juros é trimestral. Adicionalmente, se excluirmos o primeiro trimestre onde não pode mesmo levantar o dinheiro, pode sempre resgatar o seu certificado a qualquer altura do trimestre (apesar de ter perda de juros);
  • Ausência de risco / capital garantido;
  • Montante Mínimo de Investimento é de apenas €100;
  • Taxa de Retorno – As taxas de retorno são mais interessantes do que as taxas dos depósitos a prazo, sendo as fórmulas de cálculo como se segue:

Série D

Média da EURIBOR a 3 Meses nos últimos 10 dias úteis + 1% + Prémio de Permanência (0.5% entre o segundo e o quinto ano e 1% do sexto ao décimo ano).

Série C

0.85 * Média da EURIBOR + 0.25 + 2.75% (prémio de permanência válido até final de 2016)

Caso pretenda efetuar as suas poupanças sem correr risco, os certificados de aforro são uma alternativa a ter em séria consideração. Poderá também analisar outros produtos como sendo os seguros de capitalização ou os certificados do tesouro poupança mais. Por enquanto, fuja dos depósitos a prazo pois as taxas de juro são demasiado reduzidas.

Outras Recomendações Úteis

Deixamos ainda algumas recomendações que podem ser úteis para a sua estratégia de poupança:

  • Assuma algum risco, mesmo que reduzido;
  • Diversifique os seus riscos;
  • Invista para o longo prazo;
  • Conheça os produtos onde está a colocar o seu dinheiro;
  • Tenha em atenção especial às comissões e impostos.

Não é fácil poupar dinheiro. Mas é possível poupar. E compensa poupar, pois a poupança irá gerar rendimento adicional. Passamos a ter o dinheiro a trabalhar para nós, sem que nós tenhamos de trabalhar mais por isso.