Esta ferramenta permite-lhe simular o valor da prestação de crédito habitação, bem como saber o montante total que vai pagar em juros pelo seu empréstimo.

O seu crédito

%
meses

Resultados

Prestação Mensal:{{result.monthlyPayment | currency: ' €'}}
Juros Totais:{{result.totalOfInterestWithoutAmortization | number: '2'}} €

Resultados ao longo do tempo

Mês Amortizar "sobras"Comissões da amortizaçãoJurosDívida
{{installment.period}} {{installment.aditionalAmortization | currency: '€'}} {{installment.interestAmortization | currency: '€'}}{{installment.interest | currency: '€'}}{{installment.presentValue | currency: '€'}}

Porque é importante saber qual vai ser sua prestação de Crédito Habitação?

Organizar o seu Orçamento Mensal

Se vai comprar casa com recurso a crédito e já tem um imóvel em vista, ao utilizar o Simulador de Crédito Habitação vai ficar a saber qual a sua prestação, logo fica a saber também o peso que esta representará no seu orçamento mensal.

Se o valor da mensalidade representar mais de 30% dos seus rendimentos ou do seu agregado, significa que a sua taxa de esforço está acima do recomendado e deverá ponderar mais cautelosamente a compra deste imóvel. Uma maior taxa de esforço representa não só um maior risco de incumprimento, mas também menos dinheiro disponível para o pagamento de outras despesas e constituição de poupança.

Outras preocupações que deve considerar

Documentação Necessária

Se vai pedir um financiamento para comprar a sua casa saiba que este processo tem várias fases. Assim, torna-se essencial que conheça todos os documentos que os bancos lhe podem pedir para aprovar o seu crédito habitação, como por exemplo mapa de responsabilidades do Banco de Portugal ou última declaração de IRS.

Se fizer a recolha de todas a documentação com a devida antecedência vai evitar perdas de tempo e dores de cabeça.

Negociar

Obter a melhor prestação de crédito habitação passa por negociar todas as condições relacionadas com o mesmo. Para que consiga as melhores condições é também necessários que cumpra alguns requisitos como ter uma taxa de esforço abaixo dos 40%, comprovar que tem um situação profissional estável ou negociar outros serviços que o vão ajudar a convencer os bancos a dar um spread baixo.