Investimentos

Como investir em criptomoeda, sem comprar criptomoeda…

Quem quer investir em criptomoedas, mas tem receio de se expor, pode optar por investir neste mercado sem comprar os ativos.

Investimentos

Como investir em criptomoeda, sem comprar criptomoeda…

Quem quer investir em criptomoedas, mas tem receio de se expor, pode optar por investir neste mercado sem comprar os ativos.

Criptomoeda não é um investimento que se adeque a todos os perfis. A volatilidade, o desconhecimento da tecnologia, as expectativas sobre o futuro, serão alguns dos fatores mais referidos para justificar o não investimento.

Sendo assim, o primeiro investimento em criptomoeda é um passo importante e é expectável que as incertezas sejam o mais frequente. Felizmente, na era moderna da criptografia, ganhar alguma exposição às criptomoedas é mais fácil do que nunca, devido a um número crescente de empresas e instituições financeiras que abraçaram a moeda digital. 

Apesar disto, também é possível investir em criptomoedas sem se expor diretamente.

Leia ainda: Como escolher plataformas para negociar criptomoedas?

1. Investir em empresas que detêm criptomoedas nos seus balanços

A 11 de agosto de 2020, a empresa de business intelligence MicroStrategy tornou-se a primeira empresa, cotada em bolsa, a alocar uma parte dos seus recursos em bitcoin. Desde então, empresas de maior dimensão já adicionaram bitcoin aos seus balanços, nomeadamente a Tesla, o que permite aos investidores terem algum contacto com este investimento, ainda que de forma indireta. Adicionalmente, à medida que mais empresas decidem expor-se às criptomoedas (sobretudo bitcoin), ajudam a uma maior aceitação por parte do mercado.

Há várias empresas cotadas na bolsa que possuem bitcoins. Destacamos as seis com maior exposição:

  1. MicroStrategy – 105.085
  2. Tesla -   48.000
  3. Galaxy Digital Holdings – 16.402
  4. Square – 8.027
  5. Marathon Patent Group – 4.813
  6. Coinbase – 4.483

2. Investir em plataformas de negociação de criptomoeda

À medida que as criptomoedas se tornaram mais relevantes, também as empresas oferecem, de uma forma segura, a possibilidade de comprar e vender os ativos digitais.

Agora, muitas delas são também empresas negociadas publicamente (Robinhood, Coinbase), nas quais também se pode investir. Investir em plataformas como a Robinhood e a Coinbase, que dão aos utilizadores a capacidade de comprar e vender moedas digitais, pode ser um bom substituto ao investimento nas próprias moedas criptográficas. Além disso, com o crescimento da capitalização de mercado de todas as criptomoedas, as plataformas tendem a beneficiar, devido ao aumento do volume de transações.

Leia ainda: Os primeiros passos no mercado de criptomoedas

3. Investir em ETF

Um desenvolvimento relativamente recente no espaço criptográfico, é o aparecimento dos Exchange Traded Funds (ETF) que permitem exposição à bitcoin e empresas ligadas à Blockchain. Os ETF acompanham o desempenho de uma determinada indústria ou sector e podem ser adquiridos numa bolsa de valores.

Os ETF Blockchain acompanham o desempenho das empresas que estão a desenvolver e/ou a utilizar, ou beneficiam da tecnologia blockchain. Estes ETF incluem empresas menos conhecidas, tais como a Galaxy Digital Holding e a MicroStrategy, mas também nomes de bluechips como a Oracle, a IBM e a Nvidia - todos eles expostos à tecnologia subjacente que suporta Ethereum e Bitcoin (Blockchain Siren Nasdaq NexGen Economia ETF (BLCN), First Trust Indxx Innovative Transaction & Process ETF (LEGR))

4. Ganhar bitcoin enquanto vai às compras

Lolli é uma aplicação de recompensas, que permite ganhar bitcoins, ao fazer compras online. Esta plataforma, fundada em 2018, tem várias parcerias com marcas reconhecidas. Ao efetuar a compra, a Lolli recebe um fee, que divide com o comprador sob a forma de bitcoin. Atualmente, esta plataforma está apenas disponível nos Estados Unidos, mas com planos de expansão para o resto do mundo. Existem também, apesar de ainda não estarem disponíveis de forma massiva, cartões de crédito com recompensas sob a forma de bitcoin.

Como se pode verificar, se quiser dar os primeiros passos neste mercado, sem se expor diretamente, existem várias possibilidades para o fazer.

Leia ainda: O ABC da Criptomoeda

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.