Finanças pessoais

O saber não ocupa lugar, nem na carteira. 7 dicas para poupar em livros

Quando o orçamento familiar está "apertado", comprar livros pode ser difícil. Mas, existem dicas para alternativas e poupar em livros.

Finanças pessoais

O saber não ocupa lugar, nem na carteira. 7 dicas para poupar em livros

Quando o orçamento familiar está "apertado", comprar livros pode ser difícil. Mas, existem dicas para alternativas e poupar em livros.

A despesa com compras de livros não tem lugar no seu orçamento? Pondere reorganizar-se de forma a conseguir poupar em livros e não perder o bom hábito da leitura. Neste artigo, reunimos 7 dicas que podem fazer a diferença.

De facto, os benefícios da leitura são inúmeros e vão desde a redução do stress ao aumento da criatividade e da concentração. Contudo, e apesar das vantagens e do gosto que muitas pessoas têm em ler, para algumas pode não ser fácil suportar esta despesa.

Inscreva-se numa biblioteca

Existe uma rede de bibliotecas públicas que se estende um pouco por todo o país. Assim, procure saber qual se encontra mais perto da sua área de residência ou do seu local de trabalho e inscreva-se.

A inscrição como leitor é gratuita e apenas tem de apresentar o seu cartão de cidadão. Depois, é só escolher o próximo livro que vai ler.

Mas, atenção, deve cumprir o regulamento estabelecido pela biblioteca para a devolução dos livros, sob pena de não poder voltar a pedir livros emprestados. Na verdade, deve estimar os livros, já que devem ser devolvidos nas mesmas condições em que se encontravam quando os requisitou.

Leia ainda: Livros à borla

Aproveite as promoções

Se gosta de ter em casa os livros que já leu, mas ao mesmo tempo não quer, ou não pode, gastar muito dinheiro a comprá-los, sugerimos que aproveite ao máximo as promoções.

Tanto as livrarias como os supermercados fazem com alguma frequência campanhas em livros. Esteja atento, pois pode conseguir bons preços, ou seja, com reduções significativas face ao preço original.

Contudo, tenha atenção às condições das campanhas. Algumas lojas fazem descontos em cartão. O que significa que vai pagar o valor total do livro e o valor que acumula no cartão, referente ao desconto, tem de ser abatido numa futura compra. E esta pode ter um determinado período de tempo para ser feita, caso contrário, perde o montante. Assim, o ideal é adquirir livros com desconto direto, pois não fica “obrigado” a novas compras.

Se mora perto de Lisboa ou do Porto não perca as feiras do livro. Estes eventos, por norma, chegam com o bom tempo e realizam-se por altura da primavera e do verão.

Compre livros em segunda mão

No que diz respeito a poupança, outra opção é comprar livros em segunda mão. Existem várias lojas físicas e online onde pode adquirir livros usados a preços mais baixos.

Também nas plataformas de venda online como é o caso da OLX ou da Custo Justo encontra várias ofertas a preços bastante interessantes. Neste caso, e para que não tenha nenhuma surpresa quando receber o livro, peça para lhe enviarem mais fotografias de forma a conseguir averiguar o estado de conservação do mesmo.

Não se esqueça que se comprar por esta via deve ter sempre presente alguns cuidados, nomeadamente, "desconfiar" de propostas demasiado boas, e se a entrega for presencial, marque encontro em locais públicos.

Conhece a Lei do Preço Fixo de Livro?

Está interessado num livro que acabou de ser publicado? Se puder esperar, faça-o. Isto porque, com base na chamada Lei do Preço Fixo de Livro que, resumidamente, proíbe as lojas de alterarem os preços do editor ou fazerem promoções de livros nos primeiros 24 meses após o seu lançamento, só vai encontrar preços mais baixos após este período.

Leia ainda: Livros vs eBooks: Qual a melhor opção?

pessoa a ler ebook no sofá

Compre livros de bolso ou ebooks

Tanto os livros de bolso como os de versão digital, os denominados ebooks, são mais baratos que os livros ditos “normais”. Desta forma, se pretende poupar deve também considerar esta opção.

Peça livros emprestados

Uma forma de ler livros sem qualquer custo é pedi-los emprestados. Tem um amigo ou um colega de trabalho que também gosta de ler? Empreste-lhe alguns dos seus livros e peça-lhe aqueles que gostaria de ler.

Lembramos que não deve descurar alguns cuidados básicos, nomeadamente, devolver os livros no estado em que lhe foram emprestados e entrega-los assim que terminar de os ler.

Venda os livros que já leu

Se tem em casa livros que já leu e não faz questão de os manter, uma forma de os rentabilizar é vendê-los. Coloque os livros à venda nas plataformas online (algumas anteriormente referidas.

Por outro lado, pode igualmente procurar lojas que vendem livros em segunda mão pois, por norma, também têm interesse em comprá-los.

Leia ainda: 5 livros para mudar a sua vida financeira

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.