Finanças pessoais

Um guia para poupar no supermercado: melhores compras, mais poupança

Poupar no supermercado é possível, desde que tenha o orçamento feito e uma boa lista. Siga este guia e torne as suas compras ainda melhores.

Finanças pessoais

Um guia para poupar no supermercado: melhores compras, mais poupança

Poupar no supermercado é possível, desde que tenha o orçamento feito e uma boa lista. Siga este guia e torne as suas compras ainda melhores.

Poupar no supermercado é uma das principais preocupações dos portugueses, quando se trata de gastar dinheiro. Sabemos que precisamos de ir ao supermercado recorrentemente, para termos coisas em casa. Assim, esta é uma das fatias mais presentes no orçamento familiar e daquelas que pode ser mais difícil poupar.

Achamos que poupar um ou dois euros por mês não faz diferença, mas quanto olhando ano a ano, essa poupança pode ajudar muito arrumar a vida financeira. Por isso, não deve descurar as compras do supermercado. Siga este guia para planear as suas compras e poupar no supermercado todos os meses.

Quanto devo gastar por mês?

Para poupar no supermercado, temos de começar pelo orçamento familiar. O valor a gastar em supermercado por mês varia consoante o agregado familiar. Certamente duas pessoas devem gastar menos do que uma família que inclua crianças em idade escolar. Assim, deve perceber quais os produtos mais comprados em casa e quanto tempo duram. Por exemplo, se come mais massa do que arroz, deve gastar mais dinheiro em massa. O mesmo com carne, peixe, ovos, legumes, etc.

Privilegiar produtos baratos como legumes, fruta e produtos lácteos é uma boa forma de comprar produtos baratos e nutritivos. Optar por soluções de legumes enlatados também é acessível e tem um prazo de validade maior, durando mais tempo.

5 dicas para poupar tempo e dinheiro nas compras de supermercado
Ler mais

"Um orçamento mensal indispensável para uma dieta saudável em Portugal é de 173 euros para uma pessoa solteira e 606 euros para uma família constituída por dois adultos e duas crianças", de acordo com a European Reference Budgets Network, uma organização responsável por fazer orçamentos, que publicou o estudo, tendo por base valores de 2015. Os valores identificados têm em conta os hábitos de consumo do país, alguns equipamentos necessários para preparar alimentos, e outros fatores.

Assim pode ter como referência este valor e perceber de que forma o seu orçamento pode reflectir.

poupar no supermercado mulher com mascara a escolher legumes

Antes de ir ao supermercado

Há alguns passos que pode dar para que a sua visita ao supermercado seja mais eficiente e ajude à poupança.

Faça uma lista com aquilo de que precisa nos próximos dias

Há famílias que preferem fazer compras mensais, quinzenais ou todas as semanas. O importante é focar-se na alimentação que precisa no espaço temporal que definiu. Assim, evita comprar alimentos que não são consumidos regularmente e o desperdício alimentar.

Assim também é possível perceber os hábitos da família. Por exemplo, se come mais massa do que arroz, adapte a lista de compras. Não precisa de comprar a mesma quantidade de arroz, pois consome menos. Compre apenas o que precisa.

Abrir o frigorífico e a despensa

4 formas de poupar energia (e dinheiro) com o frigorífico
Ler mais

Ter este gesto ajuda a perceber quais os restos que temos, bem como que ingredientes ainda dispomos. Logo, podemos pensar em receitas para as próximas semanas e adequar a lista de compra aos ingredientes que faltam.

Este primeiro passo ajuda muito a fazer a lista, bem como a reduzir o desperdício alimentar. E também contribui para a poupança: se já tem coisas em casa, pode comprar menos coisas e gastar menos.

Outra dica é não esquecer de ver os alimentos congelados. Estes têm a vantagem de estarem bem conservados e terem uma data de validade longa. A desvantagem é que por não serem de consumo urgente, podem ser deixados de lado e quando nos lembramos dele, já passou a validade. Assim, inclua também nas receitas da semana alguns alimentos que tem guardados.

Dividir a lista por seções

Para que possa reutilizar a lista de produtos mais comprados, pode criar uma lista visual. De um lado, coloca todos os artigos que são mais utilizados em casa e noutra coluna os outros que compra com menos frequência, e que precisam de ser repostos.

Exemplo:

RecorrentesOutros
Carne
Peixe
Arroz
Massa
Pão
Legumes
Fruta
Iogurtes
Leite
Ovos
Manteiga
Queixo
Fiambre
Cereais
Detergente para lavar loiça
Artigos de papelaria
Papel higiénico
Champôs
Etc

Se preferir pode também dividir em refeições do dia, sabendo o que tem de comprar para cada refeição. O importante é tirar alguns minutos para ter uma lista completa e que o vai ajudar quando for ao supermercado.

Saiba o preço de alguns artigos

Esta é a uma dica que podemos aprender com os nossos avós. Certamente eles sabem bem os preços de vários produtos no mercado e conseguem perceber o que está mais ou menos barato. Não precisa de decorar todos os preços, mas é normal que, ao comprar os mesmos produtos no mesmo supermercado, consiga estar atento à variação de preço. Se estiver a fazer um orçamento para poupar o mais possível, esteja atento aos preços. Se um alimento que costuma comprar estiver mais barato, pode aproveitar para comprar mais quantidade.

Consulte os folhetos

Os folhetos promocionais são um elemento de comunicação que os supermercados utilizam para atrair os clientes a comprar naquela semana, pois determinados produtos estão com valores mais baixos. É possível consultar folhetos de supermercado online, para não gastar papel. No entanto, por vezes quando temos muitas opções de escolha acabamos por aumentar a lista de compras e gastar mais, sem que haja uma real necessidade. O nosso conselho é apenas olhar para os produtos que compra habitualmente, sob pena de comprar produtos só porque estão em promoção e o seu orçamento para as compras aumentar sem se aperceber.

Poupar no supermercado: as compras em si

A melhor forma de poupar no supermercado é, de facto, tornar a experiência de compras o mais otimizada possível. Geralmente, visitamos o supermercado do costume e sabemos onde encontrar os alimentos que mais consumimos e a viagem torna-se mais rápida.

Além disso, conhecemos algumas técnicas práticas, como não ir com fome, levar a lista, comprar apenas o que precisa. No entanto, podemos distrairmo-nos com as promoções, novas áreas de interesse ou a simples curiosidade de conhecer novos produtos. Siga estas dicas simples, mas que fazem a diferença sempre que vai às compras.

Procure as marcas brancas

Esta deve ser a dica mais falada quando se fala em poupar no supermercado. A variação de preço pode ser de apenas alguns cêntimos. Contudo, quando chegamos à caixa, esses cêntimos tornam-se em euros que poderiam ser poupados.

Um simples exercício pode ser feito na plataforma KuantoKusta Supermercados. Escolha o supermercado da zona e comece a adicionar os produtos que normalmente compra. A plataforma pode sugerir trocar por um produto mais barato e começa logo a poupar alguns cêntimos. É uma forma também de fazer uma lista de compras e saber um valor aproximado da mesma.

poupar no supermercado com a ferramenta kuantokusta supermercado

Esta plataforma também permite consultar folhetos promocionais e comparar os preços de marca branca e de marca própria.

Claro que pode comprar produtos de marcas, quando confia na qualidade do produto. Nesse caso, o seu orçamento deve refletir essa escolha.

Verifique as promoções de forma certa

Muitas vezes agarramos um produto da prateleira achando que tem um preço e chegamos à caixa e tem outro. Para saber que leva o produto com o preço correto, verifique bem a etiqueta, com o título do produto. Ou então confirme com o código de barras correspondente. Assim, sabe se está a levar o produto certo.

Outra forma de poupar no supermercado com promoções é ver se vale a pena antecipar a compra por estar em promoção, mesmo que não precise do produto no momento. Por exemplo, os detergentes para a roupa são caros, pelo que, se um dia o mesmo está com um desconto de 50%, pode ser vantajoso comprar o produto nesse mesmo dia. Desta forma, poupa dinheiro numa compra que já teria de fazer no futuro.

Consultar o preço por quilograma

Há cada vez mais oferta nos supermercados e é fácil encontrarmos um produto em duas versões: uma embalagem normal e uma embalagem maior, com mais quantidade. Para saber qual deve comprar lembre-se de comparar o preço por quilograma. Em regra, o valor deveria ser igual em ambas as embalagens, mas pode não ser sempre assim. Desta forma, olhe para os dois preços.

Para experimentar compre a granel

Comprar avulso já não é de antigamente
Ler mais

Esta é uma dica extra para poupar no supermercado: comprar apenas a quantidade de que precisa. Se quer experimentar um novo chá ou cereal, comprar uma só caixa pode não ser rentável. Depois se não gosta, não pode devolver e pode-se estragar.

Atualmente, alguns supermercados têm uma zona para comprar a granel, com uma seleção de folhas, farinhas e outros produtos. Assim, se quer experimentar algo novo, utilize a opção de comprar a granel. Compra apenas a quantidade que precisa e reduz o desperdício de alimentos, mas também de embalagens.

Para quem compra chá, pode também dispensar as caixas e os pacotes e optar por comprar as folhas a granel. Poupa alguns euros e ajuda o ambiente.

Para reduzir as compras, leve os seus próprios sacos

Atualmente, os sacos de plásticos são cobrados e por isso, se precisar de sacos para as compras, pode comprar. Contudo, levar os seus próprios sacos de casa pode trazer uma dupla poupança: primeiro, porque não compra mais sacos de plástico; e segundo, porque pode incentivar a comprar menos coisas. Se começar a comprar algo que não está na lista, pode não ter mais sacos para levar, pelo que fica na prateleira. Quando faz compras regularmente, fica a saber quantos sacos precisa e apenas isso.

Veja a validade dos artigos

Saber a validade dos produtos ajuda a decidir se vale a pena comprar já e usar mais tarde (porque tem uma validade maior) ou se é um produto que tem de ser consumido nos próximos dias.

Para tomar decisões mais conscientes, é importante aprender a diferença entre "consumir até" e "consumir de preferência antes de".

Nos casos identificados com "consumir até", o alimento deve ser consumido até ao prazo máximo indicado na embalagem. Depois já não deve ser consumido. Aplica-se mais a produtos frescos, como leite, queijos, peixe, carne, etc.

"consumir de preferência antes de" indica o período mínimo de durabilidade do produto, ou seja, é a data pela qual o alimento conserva componentes específicas, podendo ser consumido posteriormente desde que esteja devidamente acondicionado. É o caso de massas, arroz, azeite, bolachas, etc.

Os produtos com validade maior podem ser comprados em maior quantidade sem contribuir mais para o desperdício. Outros têm de ser integrados na lista de compras semanais, sob pena de estar apenas a gastar dinheiro em algo que se vai estragar.

Leia ainda: Sabe interpretar os prazos de validade dos rótulos?

Poupar no supermercado também é arrumar bem a casa

Por fim, chegamos a casa! Depois de fazer a lista, ir ao supermercado e pagar, há que arrumar as compras. Existem técnicas que pode aplicar para que possa reduzir o desperdício, usar mais os alimentos e com isso poupar dinheiro nas compras. Siga estas dicas.

Colocar os artigos com validade mais próxima à vista

Na sua despesa, coloque os produtos que têm validade mais próxima para a frente, porque podem ficar escondidos e vão ser abertos depois de outros que têm validade mais longa.

Quando arrumar os pacotes de arroz, massa ou enlatados, lembre-se de colocar as latas à vista para escolher aquelas que têm uma data de validade mais cedo. Outra dica é escrever na embalagem o dia em que abriu o pacote. Assim, pode saber há quanto tempo não utiliza um produto e controlar a sua validade.

Organizar o frigorífico

No frigorífico, coloque os alimentos nas prateleiras certas, para que sejam acondicionados com a temperatura correta.

Nas portas, deve guardar condimentos, sumos e água. Olhando para as prateleiras de cima, coloque restos de comida, bebidas, comida pronta a comer, produtos de charcutaria. Nas prateleiras de baixo, deve ter os ovos, lacticínios, carne crua e peixe. Por fim, nas gavetas, guarde as frutas, leguminosas, vegetais, alfaces.

Leia ainda: Poupar na compra de eletrodomésticos: 7 conselhos que podem ajudar

Utilizar etiquetas

Para poder organizar os seus alimentos, considere comprar uma etiqueteira profissional ou então escrever a caneta o que cada caixa tem. Desta forma, reutiliza as caixas para diversos produtos e consegue ter melhor organização quando se trata de massas ou arroz. Pode também aplicar este método à comida congelada. Guarde os restos para outra oportunidade e coloque em sacos com títulos do que se trata.

Reutilize embalagens

A embalagem do molho de tomate é de vidro? Não deite fora! Lave bem e pode ser utilizada para farinhas, condimentos. Assim, também poupa dinheiro em recipientes de conservação.

Este é um guia para poupar no supermercado. Parecem ser várias fases, mas com a prática, vai conhecer melhor os seus hábitos familiares e o seu orçamento. Assim, irá conseguir fazer melhores compras e poupar.

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe uma resposta

Insira o seu nome

Insira um email válido

2 comentários em “Um guia para poupar no supermercado: melhores compras, mais poupança