Finanças pessoais

As armadilhas no supermercado a que deve atento

As técnicas de venda nos supermercados podem ter um grande impacto na sua carteira. Saiba como pode reconhecê-las.

Nem sempre damos por elas, mas a verdade é que existem várias armadilhas no supermercado. E é precisamente por não darem nas vistas que são consideradas armadilhas. Armadilhas para quem? Para as suas poupanças, claro. Por exemplo, já deu por si a chegar a casa e perceber que gastou mais dinheiro do que previa? Que trouxe coisas a mais e que não precisava? A resposta para isso acontecer pode estar nas pequenas estratégicas de marketing utilizadas pelos supermercados.

Por isso, reconheça essas armadilhas e desenvolva as suas próprias estratégias para as evitar. Não se deixe iludir.

Leia mais: Esteja atento a estes gastos que, em exagero, arruínam a sua carteira

Porque deve estar atento às armadilhas no supermercado?

A influência do marketing na sua carteira
Ler mais

Em primeiro lugar porque algumas delas o podem induzir em erro. Ou seja, podem levá-lo a comprar por impulso ou a pensar que está a poupar quando na verdade não está. Na verdade, estas são técnicas de venda que os supermercados utilizam para conseguir vender mais.

Em segundo lugar, deixar-se levar por essas estratégias pode vir a ser um sério obstáculo à poupança já que sempre que vai ao supermercado tenderá a gastar mais dinheiro do que contava. No final do mês, provavelmente, terá gasto bem mais em compras de supermercado do que o que tinha estipulado no seu orçamento mensal. Para além de poder faltar-lhe dinheiro para fazer face a outras despesas, não vai deixar crescer as suas poupanças. E pode não conseguir identificar a razão pela qual não consegue poupar, pois essas razões podem estar em pequenos gestos, como ir ao supermercado.

Leia mais em: Um guia para poupar no supermercado: melhores compras, mais poupança

Promoções: leve 3 pague 2

Promoções. Todos gostamos de receber mais e pagar menos. Os vendedores conhecem bem o modo como o consumidor pensa e procuram utilizar esse conhecimento a seu favor. Por exemplo, podem utilizar as promoções para escoarem mais rapidamente produtos cuja validade se esteja a aproximar ou para descontinuar um determinado produto que queiram substituir por outro,

No entanto, e ainda que a promoção seja aliciante, pergunte-se primeiro se precisa mesmo de três unidades do mesmo produto. Se for um produto alimentar, com prazo de validade a terminar, questione-se também se terá tempo de consumir todas as unidades antes de terminar o seu prazo.

Leia ainda: Saldos ou promoções: quais as diferenças?

Dificuldade em encontrar o que procura nas prateleiras

A forma como os produtos são postos nas prateleiras não é um acaso. Também aqui há uma estratégia de vendas que pode ser uma armadilha para o consumidor mais distraído. É que, por norma, os produtos que estão mais visíveis e mais à mão são os que o supermercado quer que veja logo e que, muitas vezes, são os mais caros. Por exemplo, já reparou que vê sempre mais facilmente marcas conhecidas? Não é coincidência. É uma técnica de vendas que consiste em colocar os produtos dessas marcas à altura dos nossos olhos. Assim será mais fácil reparar neles e comprá-los. Especialmente se estiver com pressa e não tiver com tempo para procurar melhor e até comparar preços entre diferentes marcas.

Descontos

7 cuidados a ter com compras em supermercados on-line
Ler mais

Tal como as promoções, os descontos podem ser muito atraentes e fazê-lo sentir que está a poupar. Mas pense duas vezes. Por vezes o preço com desconto pode ser idêntico a outros produtos parecidos e mais baratos. Além disso, não é apenas o preço com desconto a que deve estar atento. Também importa ver a respetiva quantidade. O produto com desconto pode ter menos quantidade que o produto de outra marca semelhante, por exemplo. Sempre que possa recorra a um comparador de preços. E veja sempre o preço por unidade, por quilo ou por litro. Desta forma terá melhor noção da diferença de preços entre os produtos.

Produtos essenciais no fundo da loja

Também não é por acaso que produtos essenciais como o leite, a água ou o arroz, estão mesmo no fim da loja. Para os ir buscar tem de percorrer vários corredores com outros produtos. Esta técnica tem como objetivo potenciar outras compras por impulso ou que não tinha planeado. Além disso, os produtos essenciais costumam estar longe uns dos outros. Mais uma vez com o propósito de levar os clientes a passearem entre corredores e prateleiras. Eis outra armadilha no supermercado a que deve prestar atenção.

Cheirinho a comida quente

O nosso olfato pode levar-nos a cair em outra das armadilhas no supermercado que é o cheiro a comida acabada de fazer. Se sentir o cheiro a frango assado, a pão ou bolos acabados de sair do forno, a tentação pode ser ir imediatamente comprar.

Imagens sedutoras

Não é apenas o olfato que nos pode iludir, a visão também. Costuma-se dizer que os olhos também comem e os vendedores sabem disso. Podem ser embalagens com feitios e formas diferentes ou imagens tão atraentes que dá mesmo vontade de experimentar o produto. Por exemplo, uma imagem de uma pizza com queijo a derreter, de fruta sumarenta numa garrafa de sumo ou refrigerante. Esta armadilha pode ser responsável pela perda de sentido crítico em relação ao que vamos consumir. Será que aquela pizza é mesmo como está na imagem; será que o sumo que vamos consumir foi mesmo feito com aquelas frutas saudáveis? Têm açucares adicionados? Não se esqueça de ver o que está escrito no rótulo. E tente sempre manter o sentido crítico.

As compras de última hora nas linhas de caixa

Na caixa, quando já deu as compras por finalizadas e tem tudo o que precisa, pode cair na tentação de fazer uma compra de última hora. Isto porque há expositores com chocolates, pastilhas, revistas que chegam até ao operador da caixa. É mais uma maneira de os vendedores aliciarem os seus clientes e, em especial, as crianças. Desta forma, o cliente pode comprar, literalmente, até ao último segundo.

Dicas para não cair nas armadilhas no supermercado

Um guia para poupar no supermercado: melhores compras, mais poupança
Ler mais
  • Faça uma lista de compras e traga somente o que escreveu na lista;
  • Reserve espaço na sua agenda para ir ao supermercado e ter tempo de procurar o produto que realmente quer. Se não o encontrar na primeira tentativa, procure nas prateleiras mais baixas;
  • Se for fazer pequenas compras pode optar por não levar carrinho. Pode transportar as compras na mão, em sacos ou mesmo nos cestos do supermercado;
  • Resista à tentação de ir ao supermercado se estiver de estômago vazio. Nessa situação pode ser mais facilmente atraído pelo cheiro de comida acabada de fazer, bolas ou chocolates.

Leia mais em: 5 dicas para poupar tempo e dinheiro nas compras de supermercado.

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)