A factura da eletricidade continua a ser uma das despesas que mais sobrecarrega as famílias portuguesas. Uma despesa que aumenta nos meses de Inverno, com a chegada do frio e a necessidade de aquecimento em casa.

A pensar nisso elaborámos uma lista de medidas que pode seguir para reduzir a sua fatura eletricidade.

Como poupar na eletricidade?

Apesar de o preço ter descido em Janeiro de, continua a ser uma das contas que mais pesadas para os portugueses. Contudo, existem formas de poupar na factura da luz, por isso tenha em atenção as seguintes práticas: 

  •  Aderir à factura electrónica e pagar por débito directo quase sempre se traduzem em poupanças (por exemplo, na EDP Comercial, pode ter um desconto de 2% se aderir a ambos).  
  • Aderir a uma tarifa bi-horária ou tri-horária pode também levar a grandes poupanças na factura da luz e do gás. Nestas tarifas, paga menos pela electricidade que usa durante a noite – geralmente, a partir das 23H e até às primeiras horas da manhã. Se faz maior uso de equipamentos elétricos durante este período – como são exemplo a utilização de máquinas de lavar roupa, de máquinas de lavar louça e aquecimentos – esta poderá ser a opção ideal para si.  
  •  Reduza a potência contratada. Já deve ter reparado que paga todos os meses uma certa quantia referente à potência contratada. Quando menor a potência, menos electrodomésticos pode ligar ao mesmo tempo – o recomendado é ter pelo menos 6,9 kwh. Se tem mais do que isso, pode reduzir já a sua factura da luz!  
  • Se usa um termoacumulador ou um esquentador eléctrico para aquecer a água, baixe a temperatura da água quente em 5º graus. Dificilmente notará a diferença, mas começa a poupar logo de imediato!  
  • Não deixe as luzes ligadas e prefira lâmpadas económicas. A melhor maneira de poupar na factura da eletricidade é poupar eletricidade, por isso não deixe as luzes ligadas (mesmo que sejam luzes de standby), prefira lâmpadas económicas e electrodomésticas com boa certificação energética.  

Como poupar no aquecimento? 

Nos meses de Inverno, quase todos os Portugueses gostariam de ter a casa mais quente do que realmente têm. Aqui, a poupança passa inevitavelmente por melhor isolamento térmico das nossas casas. Se comprou casa há pouco tempo, consulte o certificado energético do imóvel para saber quais foram as medidas recomendadas pelo técnico. Eis algumas formas de melhorar o isolamento térmico das nossas casas: 

  • Janelas duplas (se possível) com vidro duplo e corte térmico. Ao usar janelas duplas, cria uma caixa de ar que faz com que o frio e o ruído não “entrem” na sua casa, criando uma camada de proteção. Tenha em atenção que as janelas de correr estão sempre associadas a um pior isolamento térmico.  
  • Diga adeus aos estores exteriores. Há muitos países que não usam estores exteriores e têm um bom motivo – a caixa dos estores é uma verdadeira fonte de frio. Prefira as tradicionais portadas de madeira ou estores interiores (por exemplo, de tecido), de forma a dificultar não só a entrada de luminosidade, como também do frio.   
  • Use fita isolante nas portas. Use fita isolante nas portas das varandas e na porta principal para evitar a entrada do frio. A par disto, pode também comprar espuma isolante para usar na caixa de estores, caso tenha estores exteriores. 
  • Adira às energias renováveis. Instale um painel solar para gerar água quente e tornar a sua casa mais eficiente, além de poupar eletricidade e/ou gás. 
  • Compre um termostato que possa ligar ao seu ar-condicionado ou ao sistema de aquecimento central, de forma a ligar o aquecimento apenas quando atinge uma determinada temperatura é atingida.

E claro, não esquecer o IRS…  

Certifique-se que todas as facturas da eletricidade, água, gás, internet, televisão, telefone, condomínio e despesas com créditos habitação constam no seu e-factura. Tem até 25 de Fevereiro para validar as facturas de 2018 associadas ao seu contribuinte (e dos seus descendentes, se tiver filhos dependentes) para efeitos de IRS. Nessa altura, se tiver alguma dúvida sobre o montante que tem a receber do Estado, o melhor é consultar um contabilista. Pode usar a Fixando para procurar escritórios de contabilidade em Bragaescritórios de contabilidade no Porto ou em qualquer outro ponto do país. 

Etiquetas: