Vida e família

9 Dicas para reduzir as suas despesas com o carro

Tem carro e não sabe como reduzir as despesas com o mesmo? Tenha atenção a alguns cuidados para conseguir poupar.

A utilização e manutenção de um carro podem tornar-se bastante dispendiosas ao longo do tempo. No entanto, existem certos comportamentos que podem aumentar o tempo de vida de um automóvel e também a sua carteira. Conheça algumas dicas que o podem ajudar a reduzir as suas despesas com o carro.

1 - Saiba quanto gasta efetivamente com o seu automóvel

Antes de conseguir poupar e reduzir as despesas com o seu carro, deve primeiro saber para onde o dinheiro está a ir. A Associação Portuguesa de Famílias Numerosas (APFN) possui um simulador que lhe permite calcular os custos com o seu automóvel. Este simulador considera custos fixos e variáveis, bem como a depreciação do carro e outros fatores externos, como portagens e outros itens. Com isto consegue saber as "fatias" que pode reduzir e focar-se no essencial.

Leia ainda: Comprar carro usado: o que deve ter em conta?

2 - Não conduza de forma agressiva

Esta segunda dica pode parecer óbvia à primeira vista, mas muitas pessoas desconhecem as desvantagens de uma condução agressiva. Não só é mais provável que sofra um acidente, como também "ter o pé pesado" gasta muito mais combustível, aumentando as suas despesas. Além disso, acelerações agressivas e travagens constantes causam maior desgaste na embraiagem, motor e travões do seu automóvel. Por isso, mantenha a devida distância de segurança para o carro da frente e acelere e trave suavemente.

Leia ainda: Carro: como otimizar o uso de combustível (e poupar dinheiro!)

3 - Verifique sempre o nível de ar nos pneus

Embora verificar o nível de ar dos pneus possa parecer algo simples, manter os pneus calibrados corretamente pode ajudar imenso a reduzir as despesas com o carro. Isto, porque se os pneus tiverem uma pressão insuficiente, absorvem mais calor e desgastam-se mais rapidamente, além de ficarem danificados de forma desigual.

Embora alguns carros mais recentes tenham sensores que detetam quando a pressão dos pneus diminui consideravelmente, tenha atenção, que por vezes, as luzes que se acendem no painel de instrumentos podem não funcionar devido a alguma avaria. Assim, deve verificar com alguma regularidade o nível de ar dos pneus, de modo a garantir a sua segurança. Saiba também que tendo pouco ar nos pneus, o automóvel irá gastar mais combustível e tornar a direção mais pesada, afetando a sua capacidade de resposta do carro.

Leia ainda: Garantia automóvel: Quais são os direitos na compra de um carro?

4 - Não ignore certos barulhos

Geralmente o seu automóvel irá alertá-lo através de vários sinais no painel de instrumentos, caso algo esteja errado e precise que seja verificado urgentemente. No entanto, nem sempre isto acontece. Por vezes, muito antes de certas luzes se acenderem no painel, surgem barulhos "esquisitos" que não deve ignorar. Quanto mais tempo ignorar estes sinais de alerta, mais provável será que apareçam danos mais graves. Sons que se assemelham a pancadas, chiadeiras ou cliques não devem ser ignorados.

Estes barulhos geralmente tornam-se mais fortes quando se carrega no pedal do acelerador ou do travão, ou ao virar a direção. Se estes barulhos forem permanentes, então deve dirigir-se a uma oficina para detetar o problema. Ignorar estes "avisos" pode custar-lhe centenas ou até milhares de euros, dependo da gravidade da reparação.

Leia ainda: O seu carro é importado? Saiba se tem direito à devolução do IUC

5 - Verifique o filtro de ar

Outro aspeto que deve ter em consideração trata-se de verificar a condição do filtro de ar e trocá-lo regularmente. Ao longo do tempo, os filtros de ar ficam obstruídos com sujidade, poeiras e outros materiais provenientes da estrada. À medida que estes ficam sujos, o fluxo de ar que entra no motor é cada vez menor, resultando numa combinação "rica" em combustível e pobre em ar, afetando diretamente o desempenho do motor. Além disso, se não houver uma manutenção correta do filtro de ar, até pequenas partículas podem originar problemas sérios no motor, o que leva a custos de reparação elevados. Por isso, embora a substituição de um simples filtro de ar pareça algo que não tem muito impacto, mas irá fazê-lo poupar imenso dinheiro, evitando futuras reparações mais graves.

Leia ainda: Como poupar na reparação do carro

6 - Tenha um mecânico de confiança

Uma das coisas mais valiosas que alguém pode ter na sua vida, enquanto proprietário de um automóvel, é um mecânico de confiança. Por isso, se conhece um mecânico que já realizou serviços de manutenção no seu carro várias vezes e ficou satisfeito com a qualidade dos mesmos, então dê preferência a este profissional em vez de procurar outro que desconhece, mas que cobra menos dinheiro. Por vezes, o dinheiro que irá poupar não compensa a perda de qualidade dos serviços prestados. Além disso, se confia no trabalho desse mecânico e necessitar de uma opinião honesta, muito provavelmente conseguirá obtê-la de alguém que já confia e não tanto de um desconhecido.

Leia ainda: Renting vs Leasing: qual a melhor solução para ter um carro?

7 - Reavalie a necessidade de ter mais do que um carro

Outra situação onde pode poupar é verificando a quantidade de carros que tem atualmente em sua casa e perguntar-se se cada um deles é absolutamente necessário. De acordo com um estudo de 2018, realizado pelo Observatório ACP, cerca de 28% dos portugueses têm três ou mais carros por agregado familiar. Será que são mesmo necessários tantos carros? Qual a utilização que lhes dá?

Leia ainda: Vender o carro sozinho: como conseguir um negócio seguro?

8 - Realize a manutenção programada a tempo e horas

De forma a manter o seu automóvel em bom estado, deve realizar a respetiva manutenção programada atempadamente. Mudanças de óleo, filtros, travões, entre outras peças de desgaste devem ser trocadas periodicamente. Esta informação está geralmente disponível no manual do carro. Em carros mais recentes, pode também visualizar esta informação no sistema de infoentretenimento. Assim, mantendo o seu automóvel com a manutenção adequada irá aumentar significativamente a sua vida útil.

Ainda que não fique barato seguir essa manutenção programada, irá certamente reduzir as suas despesas a longo prazo ao fazer estas alterações de forma preventiva. Além disso, isso dá ao seu mecânico uma oportunidade de verificar regularmente o seu automóvel e identificar quaisquer potenciais problemas que podem ser corrigidos, antes que se tornem um problema grave.

Leia ainda: Problemas com uma oficina automóvel? Saiba os seus direitos e como deve proceder

9 - Negoceie anualmente o seu seguro do carro

Por último, deve sempre negociar o seu seguro automóvel, pois a tendência é que anualmente a fatura a pagar seja sempre superior. Por isso, pouco tempo antes do seu seguro automóvel terminar, deve negociá-lo, de forma a usufruir de um preço melhor. Da mesma forma, compare o valor a pagar por um seguro contra terceiros e outro contra danos próprios. Em certos casos, a diferença poderá não ser significativa. Assim, consegue usufruir de um melhor seguro e ficar mais protegido em caso de acidente.

Leia ainda: Seguro automóvel: O que avaliar antes de escolher?

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)