Vida e família

Fim das férias? Regresse ao trabalho sem deprimir

Depois das merecidas férias, ter de voltar à rotina diária pode trazer alguma ansiedade e preocupação. Pense positivo e regresse ao trabalho sem deprimir.

Vida e família

Fim das férias? Regresse ao trabalho sem deprimir

Depois das merecidas férias, ter de voltar à rotina diária pode trazer alguma ansiedade e preocupação. Pense positivo e regresse ao trabalho sem deprimir.

Com o fim das férias, as responsabilidades e os horários estão de volta. O importante é que regresse ao trabalho sem deprimir. Assim, tente manter a tranquilidade e não entrar em depressão. Contudo, o regresso à rotina de trabalho pode ser algo difícil de aceitar. No limite, pode conduzir à chamada “depressão pós-férias”. A fadiga, o sono alterado, a falta de motivação e irritabilidade são alguns dos sintomas. Para combater este cenário, o ideal é conseguir antecipar-se e fazer uma transição calma.

Mas, atenção, se por acaso se sente muito infeliz ou insatisfeito com o seu trabalho pode estar no limiar do burnout, uma doença que passou a integrar a lista de Classificação Internacional de Doenças (CID), e que também já é reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Esta doença traduz-se em irritabilidade fácil, intolerância, bem como, confronto e conflito no trabalho.

Em seguida, reunimos um conjunto de dicas que podem tornar o regresso ao trabalho mais leve e saudável.

Fim das férias: seja positivo e otimista

Tente ser mais positivo e otimista nos dias que antecedem o regresso ao seu trabalho. Assim, esqueça os aspetos negativos e concentre-se apenas nos positivos. Por exemplo, pense nos bons colegas que vai reencontrar ou no projeto interessante em que vai trabalhar. Não pense demasiado no trabalho, encare-o como uma realidade da qual não pode fugir e aprenda a relativizar.

Seja versátil e diversifique a rotina no trabalho

Terminadas as merecidas férias, pensar em voltar à rotina pode não ser a coisa mais agradável. Assim, em vez de pensar num dia-a-dia sempre igual, modifique algumas rotinas e torne os seus dias mais leves e agradáveis. Por exemplo, pondere passear um pouco durante a pausa para almoço ou tente ir a uma aula de curta duração a um ginásio próximo do seu local de trabalho.

Leia ainda: Saiba como agendar as suas férias lhe pode poupar dinheiro

Não desespere com a quantidade de emails por ler

Antes de voltar ao trabalho, é importante aceitar que terá muitos emails por ler e analisar. No seu primeiro dia, opte por organizar a sua caixa de email e a sua secretária. Deve, ainda, evitar programar muitas reuniões e chamadas.

Por conseguinte, esta fase pode beneficiar de ter deixado configurado o seu email com aviso automático de out of office, indicando a data em que regressa ao trabalho. Deste modo, evitou alguns contactos incómodos nas férias e a sua caixa de email não terá recebido tantos assuntos, já que teriam de aguardar pelo seu regresso.

Personalize o seu espaço de trabalho

Crie um espaço de trabalho organizado e mais pessoal, onde se sinta em casa e que melhore o seu bem-estar. Por exemplo, coloque uma fotografia com significado especial para si ou uma planta na sua secretária.

Rapariga sentada a uma mesa onde está o computador, uma máquina fotográfica e um caderno

Fim das férias: gerir expectativas

Uma dica importante, é conseguir gerir a expectativa no regresso. Por exemplo, não deve marcar reuniões ou encontros importantes logo para o dia em que regressa ao trabalho. Assim, vai evitar algum stress acrescido no primeiro dia depois das férias. Se possível, gira as suas expetativas e marque coisas para dali a dois ou três dias.

Antecipe problemas

Antes de ir de férias, é importante que não deixe problemas graves ou decisões difíceis para tomar, exatamente, no período em que regressa ao travalho. Logo, é fundamental deixar o trabalho preparado para o regresso. Isto é, para não regressar deprimido das férias tem de saber antecipar e planear as férias, ao mesmo tempo que antecipa e planeia o trabalho para quando regressar. O fim das férias implica uma necessária transição para o regresso à rotina diária.

Gastar demasiado nas férias não ajuda ao regresso

Escolha as suas férias de acordo com o seu estado de espírito e a sua disponibilidade financeira. Tente ter umas férias que lhe permitam relaxar o máximo e desfrutar da melhor forma do seu tempo de descanso. Isto porque aproveitar as férias é meio caminho para regressar ao trabalho "com a moral em alta". Assim, se adora aventura e viagens, o ideal é ter férias um pouco mais longas. Pelo contrário, se é daqueles que gosta de fazer pequenas pausas, distribua as férias ao longo do ano.

Se regressou de férias e está preocupado com o dinheiro que gastou, mantenha a tranquilidade. Faça um orçamento rigoroso para os meses seguintes e tente compensar parte do que gastou nas férias. Para isso, tenha atenção a todos os gastos supérfluos e tente recuperar o saldo bancário que tinha antes de ir de férias.

Leia ainda: Como aproveitar as férias em família com pouco dinheiro

Aproveite as férias para refletir

A insatisfação no seu trabalho é uma das causas da “depressão pós-férias”, por isso o tempo de descanso pode ser uma boa altura para refletir sobre aquilo que o faz realmente feliz. Assim, se está nesta situação, dedique um pouco de tempo para pensar se, de facto, o trabalho que tem e a forma como o gere, o faz feliz ou não.

Cuide da sua saúde mental

A melhor forma de regressar (bem) ao trabalho é cuidar da sua saúde mental. Nesse sentido, durma bem e coma ainda melhor, e tire tempo para algum exercício físico. Pode optar por fazer ioga ou meditação, certamente vai ajudar a relaxar e a melhorar o seu humor. Ir de férias requer uma adaptação do nosso organismo mas, depois, é imperativo voltar a ter ferramentas para lidar com o stress.

Tente ter tempo livre durante a semana de trabalho e não apenas ao fim de semana. "Tempo é dinheiro” e dá saúde.

Tecnologia ajuda a regressar ao trabalho

Também a tecnologia pode ajudá-lo a organizar e planear o regresso ao trabalho. Por outras palavras, pode tirar proveito de aplicações (apps) como a Evernote e a Wunderlist, que o ajudam a criar listas de tarefas e ter sempre presentes as prioridades do dia ou da semana.

Em suma, regresse ao trabalho sem deprimir. Para tal, tente não fazer um drama com o fim das férias e ter de regressar ao trabalho. Faz parte da vida! Encare a situação como um novo ciclo.

Leia ainda: Vai de férias? 5 dicas para desligar do trabalho

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)