Cultura e Lazer

Saiba como agendar as suas férias lhe pode poupar dinheiro

Descubra as vantagens de férias na época baixa, como pode influenciar o seu orçamento pessoal, poupar dinheiro e evite o crédito.

Cultura e Lazer

Saiba como agendar as suas férias lhe pode poupar dinheiro

Descubra as vantagens de férias na época baixa, como pode influenciar o seu orçamento pessoal, poupar dinheiro e evite o crédito.

O descanso físico e bem-estar psicológico do trabalhador são fatores determinantes na qualidade do serviço que este presta e na produtividade no seu trabalho. Além disso, as férias são também um direito do trabalhador, para que este possa gozar de alguns dias junto da família, aproveitar para resolver assuntos pessoais, ou simplesmente desfrutar de uma viagem. O Coronavírus trouxa alguma instabilidade e incerteza, mas é possível marcar férias e antecipar estes gastos, conseguindo reduzi-los.

A escolha das datas, do destino (nacional ou internacional), do alojamento, das atividades e a gestão dos gastos extra pode ser um processo gerador de stress. Este estado emocional pode e deve ser evitado pois é contrário ao objetivo de ir de férias. Assim, se procura maior tranquilidade, como usufruir ao máximo das suas poupanças, neste artigo mostramos como a marcação de férias pode beneficiar também a sua saúde financeira.

Época baixa, poupança alta

Se a empresa onde trabalha lhe permite marcar férias em qualquer mês, então optar por datas e destinos em época baixa é uma forma de poupar muito dinheiro. Por outro lado, se é freelancer e dispõe de grande flexibilidade no que diz respeito à escolha do seu período de descanso, também poderá beneficiar.

Assim, ao haver menos procura, os preços dos produtos e serviços associados tendem a baixar. Ou seja, quanto menor for o fluxo de turistas, menor o valor dos voos e da estadia. Também podem diminuir os custos relacionados aos guias turísticos, às refeições nos restaurantes ou outras atividades locais.

Viajar fora de época, ou viajar antes ou depois do mês de agosto, não tem de ser aborrecido nem limitador. Pode parecer improvável existir algum interesse em visitar um destino de praia no Inverno. No entanto, ao procurar datas menos usuais pode deparar-se com boas surpresas. Depois de decidir o país ou cidade que gostaria de conhecer, faça uma pesquisa e procure eventos ou festividades. Procure experiências que sejam únicas e que mereçam a sua atenção na altura de definir os dias das suas férias.

  • Conheça a Feira Farta do concelho de Guarda e visite a Serra da Estrela em setembro,
  • Delicie-se no Festival da Batata Doce em Aljezur no outono,
  • Assista ao Festival Internacional de Papagaios nas Ilhas Canárias, no mês de novembro,
  • Descubra qual o festival de música de verão mais interessante na Finlândia.

Leia ainda: As férias de um freelancer: como organizar o trabalho e as finanças pessoais

Marque as férias com antecedência

É muito importante informar-se acerca das condições que dispõe para marcar os seus dias de férias. Depois, procure reunir o maior número de dados que possa favorecer a sua escolha. Uma escolha feita atempadamente permite-lhe analisar diferentes opções com maior atenção. Deste modo, pode chegar a uma decisão de melhor custo-benefício nas despesas relacionadas com a sua viagem.

Além de ter mais tempo para procurar alternativas, ao marcar férias com antecedência pode, por exemplo, beneficiar de descontos em sites de reserva de alojamento. Sites como o Booking ou o Airbnb permitem uma pesquisa detalhada e favorecem compras antecipadas. Outra sugestão é aproveitar também promoções na compra de bilhetes, utilizando milhas acumuladas nos programas de fidelidade das companhias aéreas.

Leia também: Marcar férias: 14 questões para o ajudar

Compare datas próximas

Depois de consultar o calendário e de organizar o seu trabalho para acomodar uns dias de pausa, deve considerar a possibilidade de encaixar um período rígido de férias ou adaptar um intervalo de dias mais flexível. Por exemplo, se dispõe de 14 dias de férias poderá optar por marcá-las:

  • seguidas,
  • marcar duas pausas de férias de sete dias cada,
  • fazer uma distribuição irregular (10 dias de uma vez ou numa localização e quatro dias noutra altura ou noutra localização)

Antes de formalizar a marcação de férias junto da entidade patronal, também deve considerar a oportunidade de poupar dinheiro com a comparação de datas próximas. Desta forma, ao dispor de tolerância na alteração das datas previstas da viagem para uns dias antes ou uns dias depois, pode poupar bastante. Esta variação nos preços verifica-se no valor dos bilhetes de avião, mas por vezes também nos alojamentos. Outros fatores que determinam o preço da viagem são: o próprio dia da semana da viagem, qual o horário e se faz escala ou não.

Estes fatores podem ser analisados em motores de busca e agregadores de viagens e alojamentos, como é o caso do Kiwi e do Kayak. O Momondo é também um site muito completo, permitindo visualizar claramente as flutuações de preço dos bilhetes das companhias aéreas disponíveis. Para utilizar estes motores de busca basta preencher as informações de aeroporto de partida/chegada e dia, ou intervalo de dias, pretendido.

Se ainda tem dúvidas acerca da marcação de férias leia: Conheça os prazos e as regras para marcar e gozar férias

Planeie e poupe

Se uma das suas resoluções de Ano Novo é viajar mais, descubra que ao inserir este desejo nas suas contas poderá realizá-lo mais facilmente. Da mesma forma, se gostava de conhecer várias capitais famosas, poupe consistentemente ao longo dos meses e vai poder fazê-lo mais rapidamente do que imagina.

Deste modo, planear e orçamentar uma viagem com tempo permite aos poucos ir juntando o dinheiro necessário. Ao personalizar esta estratégia não vai aumentar excessivamente a taxa de esforço ao longo dos meses, estando adequada à sua realidade. Também vai ser mais fácil resistir às tentações de gastar esse dinheiro, pois tem um fim concreto.

Ao respeitar o seu orçamento pessoal está a dominar a sua vida financeira e a conquistar um objetivo por conta própria. Além de alcançar a meta de desfrutar tranquilamente de umas férias bem merecidas, evita pedir crédito e pagar prestações, juros e outras taxas desnecessariamente.

Leia também: Como a marcação de férias pode ajudar a equilibrar as finanças

Escolha o destino e aproveite as suas férias

Em suma, deve conhecer os seus direitos e marcar as férias que lhe permitam relaxar verdadeiramente. Neste processo não deve, no entanto, descurar do seu orçamento pessoal e das suas possibilidades.

  • Opte por viajar para destinos turísticos em meses ou estações do ano menos turísticas;
  • Aproveite a época baixa para poupar no transporte, estadia e outras experiências;
  • Divida as suas férias em vários períodos e conheça mais lugares;
  • Flexibilize as datas da sua viagem para usufruir das melhores ofertas;
  • Faça um orçamento bem definido das despesas relacionadas com as férias;
  • Ponha em prática um plano de poupança para atingir o seu objetivo sem recorrer ao crédito pessoal.

Se já sabe qual é o destino e a data e só lhe falta o dinheiro, consulte algumas fontes de rendimento extra. Ao ter diferentes fontes de rendimento pode tornar a sua viagem de sonho em realidade: 14 Formas de ganhar um rendimento extra

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.