Habitação

Quanto vou ficar a pagar no fim da moratória do crédito habitação?

Qual será o aumento da prestação do crédito habitação quando a moratória terminar? Saiba com o que pode contar e o que pode fazer.

Há famílias que vão ver terminar a moratória no crédito habitação em março. Em causa estão as famílias que beneficiam da moratória privada. Quem estiver nesta situação vai passar a pagar, em abril, a prestação de crédito normal. Em alguns casos, o valor da prestação vai ser superior ao que era pago antes. Saiba com o que pode contar. Quem está com a moratória pública ainda pode beneficiar deste apoio, pelo menos, até setembro.

Como sei se estou a beneficiar de moratória privada ou pública?

O que posso fazer quando a moratória no crédito terminar?
Ler mais

Há milhares de famílias a beneficiar de moratória no crédito habitação. Contudo, este apoio pode ter sido concedido no âmbito da moratória pública ou privada, concedida no âmbito do protocolo da Associação Portuguesa de Bancos (APB). Se não sabe em que situação está o seu caso, questione o seu banco.

Até ao final de setembro, havia 317.606 famílias com moratória no crédito habitação ativa, de acordo com os dados do Banco de Portugal. A informação partilhada não revela quantos destes contratos estão associados à moratória privada.

A Associação Portuguesa de Bancos (APB) tinha já assumido que a moratória privada, cujo prazo de vigência termina em março, não deveria ser prolongada, uma vez que a moratória pública garantia o apoio necessário às famílias e empresas. Até porque, a quantidade de processos dentro da moratória privada seria pequena. E são os contratos de crédito associados a esta moratória privada que vão ver findar este apoio.

Leia ainda: Tipos de moratórias de crédito: Conheça os custos e impactos na prestação do crédito habitação

Quanto vou pagar com o fim da moratória?

O valor que pagará de prestação no final da moratória vai depender do tipo de moratória que escolheu. Se suspendeu integralmente o pagamento da prestação, vai passar a pagar a prestação normal acrescida de uma parte dos juros que não pagou ao longo destes meses. Já se continuou a pagar juros e só deixou de amortizar capital, passará a pagar o mesmo que pagava antes de aceder à moratória.

Seja qual for o seu caso, há uma "alteração" no seu contrato. Se beneficiou da moratória durante um ano, o seu contrato de crédito vai estender-se por mais 12 meses.

Para que não fiquem dúvidas, vamos simular dois casos: uma família que pediu para parar de amortizar o capital em dívida, mantendo o pagamento de juros, e uma segunda família que acionou a suspensão total do pagamento de prestação.

Casal sentado no sofá a ver televisão

Só deixei de amortizar capital. Quanto vou pagar agora?

Este é o caso mais simples. Imaginemos uma família que pagava uma prestação de crédito de 400 euros, dos quais 125 euros correspondiam a juros. Neste caso, esta família vai pagar o mesmo valor da prestação (dependendo da evolução do indexante), que pagava antes de acionar a moratória.

A única alteração é que o prazo do contrato será prolongado pelo número de meses em que esteve a beneficiar da moratória. É como se os meses em que a moratória esteve ativa não contassem para o prazo do contrato. Ou seja, quando a moratória foi acionada parou a contagem do período. Se começou a beneficiar da moratória em abril e lhe faltavam 300 meses para terminar o seu contrato, quando terminar a moratória faltam os mesmos 300 meses.

Quando o prazo da moratória chegar ao fim, a família acima referida deixa de pagar os 125 euros que estava a pagar até aqui e volta a ter uma prestação de cerca de 400 euros.

Suspendi o pagamento total da prestação da casa. Quanto vou pagar agora?

Proteja-se dos efeitos financeiros da pandemia e reduza os seus créditos
Ler mais

Uma família que tenha suspendido o pagamento total das prestações, esteve meses sem pagar qualquer montante ao banco. Antes de terminar a moratória é aconselhável que tenha noção de quanto vai passar a pagar. A diferença não será enorme, mas passará a pagar mais pelo seu crédito habitação.

Para saber exatamente quanto vai passar a pagar, precisa de saber qual o montante de juros que não pagou durante este período. No extrato do seu crédito deverá conseguir identificar qual é a parcela que corresponde à amortização de capital e qual é a parte de juros. Some o montante dos juros que não pagou durante estes meses. Depois de fazer essas contas, junte ao montante de crédito o valor dos juros. O resultado será o seu novo valor em dívida. Depois use a calculadora de prestação de crédito habitação e no "capital em dívida" coloque essa soma. Terá de preencher a taxa de juro (composta pelo spread e pelo valor do indexante) e o número de meses que falta pagar.

Vamos usar o caso da família que tinha uma prestação de 400 euros antes de ter acionado a moratória. Considerando que o valor dos juros é sempre de 125 euros (o que não deve corresponder à realidade), e que esta família esteve 12 meses sem pagar o crédito, terá de acrescentar ao capital em dívida 1.500 euros. Ou seja, se o valor em dívida era de 100.000 euros passa a ter uma dívida com o banco de 101.500 euros. Considerando que esta família ainda tem 300 meses pela frente para concluir o contrato de crédito, e tem uma taxa de juro de 1,5%, esta família passará a pagar cerca de 406 euros por mês. Ou seja, são mais cerca de 6 euros do que quando iniciou a moratória.

Como reduzir os encargos com o crédito habitação?

Se sabe exatamente quais são as condições do seu crédito habitação é hora de pesquisar e tentar perceber se não há bancos a oferecerem condições melhores. Às vezes a solução pode ser o seu próprio banco.

Dependendo de há quantos anos contraiu o seu empréstimo habitação, poderá haver condições atualmente mais vantajosas. Qual é o spread do seu contrato? Há bancos a oferecer um spread mínimo inferior a 1%. E esta é apenas uma das questões que deve avaliar. Porque há outros encargos que pode ver diminuídos se negociar as condições com o seu banco ou pedir propostas a outras entidades. Os seguros associados ao crédito habitação representam também uma fatia considerável de custos. Por isso, pode ser a altura certa para rever a sua carteira de seguros.

Antecipe cenários e evite ficar numa situação financeira fragilizada. Saiba o que pode fazer quando a moratória no crédito terminar. Procure mais opções, negoceie com o seu banco e procure outras propostas. Quanto mais opções tiver, maior será o seu poder de negociação. Pode optar também por recorrer a um intermediário financeiro, como o caso do Doutor Finanças, para tentar encontrar uma solução mais vantajosa para si. A única coisa que não pode fazer é ficar à espera.

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)

2 comentários em “Quanto vou ficar a pagar no fim da moratória do crédito habitação?