Vida e família

O que posso pagar com a Via Verde?

A Via Verde permite pagar mais do que as clássicas portagens. De estacionamento a refeições, conheça quais os serviços que pode pagar com a Via Verde.

Daniela Gonçalves Daniela Gonçalves , 12 Outubro 2020

Há perto de 30 anos que a Via Verde é uma solução que agiliza o pagamento de portagens nas autoestradas portuguesas. Mas com o passar dos anos, este sistema de “portagem eletrónica” deixou de ser apenas isso e agregou mais funcionalidades que permitem aos condutores poupar tempo e outros recursos nas suas deslocações. Neste artigo analisamos o que pode pagar com a Via Verde. 

Leia também: Conheça 5 aplicações amigas do seu carro

As clássicas portagens

Foi com esse mesmo propósito que a Via Verde surgiu - para o pagamento de portagens. No total, são mais de 2.100 quilómetros de estrada abrangidos por este sistema de pagamento. Os automobilistas, ao utilizarem a via exclusiva a aderentes numa portagem, em que o identificador troca informação com a antena ali instalada, poupam tempo no pagamento da portagem, que é feito posteriormente por débito na conta. Nestes quilómetros estão também abrangidas as antigas scuts, que sem este serviço obrigam os condutores a dirigirem-se a um balcão próprio (CTT ou Payshop) ou ao multibanco para o pagamento. 

E as não tão clássicas

Apesar de a Via Verde ser um serviço português, também pode ser usado nas autoestradas espanholas, desde que com o identificador próprio para o efeito, o MDR (Medium Data Rate).

Combustíveis com a Via Verde

Também é possível abastecer combustível com a Via Verde, sem necessidade de entrar na loja da gasolineira e sem ter que usar cartões ou dinheiro. Basta que o posto seja um dos postos aderentes Galp. Deve pressionar o botão verde que identifica a Via Verde, digitar o cartão bancário associado à sua conta e fazer o pagamento. 

Parques de estacionamento e ferries 

Ainda na categoria de mobilidade, a Via Verde pode ser útil no pagamento de estacionamento em: 

  • Parques de estacionamento - onde basta selecionar o botão deste serviço para que o sensor leia o identificador. À saída, o identificador é lido novamente e a cancela abre automaticamente; 
  • Em zonas com parquímetro. Esta opção já exige que tenha a aplicação móvel instalada. Na app deve identificar o local onde está a estacionar. Atempadamente recebe uma notificação e se demorar mais do que o previsto, pode prolongar o tempo de estacionamento, sem ter que se deslocar novamente ao carro. 

E também em travessias de ferries. Na máquina junto ao ferry deve identificar a classe do veículo e o número de passageiros (excluindo o condutor) e terminar a operação. O valor da viagem é depois debitado na conta. 

FarmaDrive

Já são algumas as farmácias com FarmaDrive aderente à Via Verde. Deve pressionar o botão verde que identifica este serviço para o pagamento, que não pode exceder os 60 euros. À semelhança dos outros serviços, o valor será depois acrescentado à conta. 

Pagar no McDrive com a Via Verde 

Também em alguns McDrives é possível usar a Via Verde como forma de pagamento. Tal como nas farmácias, deve premir o botão verde, identificativo da Via Verde e pagar dessa forma. No McDrive, o valor máximo de transação são 30 euros. 

A grande vantagem do uso deste serviço como método de pagamento quer de portagens, quer de outros serviços, é a poupança de tempo. No entanto, e em tempos de pandemia, o pagamento digital também é uma mais-valia, uma vez que evita a transação de dinheiro de mão em mão. 

Leia também: Pagamentos de portagens: onde e como fazer?

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)

Um comentário em “O que posso pagar com a Via Verde?