Crédito

Vai ter de pagar IRS? Saiba como manter as finanças controladas

Se vai pagar IRS, saiba o que pode fazer para manter as finanças controladas. Descubra também como o Doutor Finanças o pode ajudar.

Crédito

Vai ter de pagar IRS? Saiba como manter as finanças controladas

Se vai pagar IRS, saiba o que pode fazer para manter as finanças controladas. Descubra também como o Doutor Finanças o pode ajudar.

Esta é a notícia que ninguém gosta de receber: ter de pagar IRS. No entanto, não há como contornar esse acerto com o Estado (a não ser que as contas não tenham sido feitas corretamente - o que não é impossível). Se é o seu caso e vai ter de devolver IRS ao Estado, conheça algumas estratégias para manter as suas finanças controladas.

Pode ainda pedir apoio ao Doutor Finanças para o ajudar na consolidação de despesas com créditos e ganhar alguma folga juntando todos os encargos num só.

Pagamento único exige maior flexibilidade

Há duas formas de acertar os valores de IRS com o Estado: ou num pagamento único ou através de prestações. Caso o montante a devolver seja inferior a 204 euros, não tem alternativa senão liquidar de uma só vez esse pagamento. No entanto, se o montante for superior, pode optar por fazer um pagamento único ou fracionar.

Escolher pagar o IRS de uma só vez exige disponibilidade financeira para tal. Neste caso, um fundo de emergência pode ser uma autêntica bóia de salvação. Se não tem esse dinheiro de parte ou prefere, mesmo assim, fazer o exercício de poupar para liquidar esta despesa, veja mais abaixo no artigo algumas dicas para o fazer. Pode preparar-se e amealhar esse dinheiro extra até dia 31 de agosto - data limite do pagamento único.

Pagamento em prestações: plano mensal

Como já foi referido, se o valor a devolver ao Estado for igual ou superior a 204 euros, pode apresentar um requerimento para fracionar o pagamento em prestações. Existem algumas regras para o fazer, conheça-as aqui.
Ao optar por este modelo, o assunto levará mais do que um mês a ficar resolvido e, por isso, terá um impacto mais prolongado no orçamento familiar. Sugerimos então que faça um planeamento mensal especial para os meses em que terá que contemplar esta despesa:

  • Analise se nos meses seguintes terá alguma outra despesa avultada: manutenção do carro, cobrança de algum prémio de seguro ou do condomínio, por exemplo;
  • Registe as despesas fixas e o valor que paga por elas: créditos, mensalidades de telecomunicações, água, eletricidade, gás, subscrições de serviços streaming ou outros, comissões, etc.
  • Reveja alguns contratos e procure reduzir o valor das mensalidades junto da respetiva entidade ou procure outras propostas mais atrativas e negoceie.

O requerimento deve ser feito até 15 dias após a data limite de pagamento da nota de cobrança, ou seja, até 15 de setembro. Se até esta data conseguir reduzir encargos mensais e preparar-se para esta nova despesa, o impacto que esta terá no seu orçamento será mais controlado.

Se tem vários créditos a consumir parte importante do seu orçamento mensal, considere juntá-los todos numa só prestação, baixando assim o valor total. Preencha o formulário abaixo, fale com um dos nossos especialistas e conheça mais detalhes sobre esta possibilidade de poupança.

O nome é necessário O nome não é válido Apenas são suportados nomes com até 120 caracteres
O email é necessário O email não é válido Apenas são suportados email com até 100 caracteres
O telefone é necessário O telefone não é válido Apenas são suportados telefone com até 15 caracteres
O valor total é necessário O valor total não é válido
Indique o número de anos para o empréstimo Insira um número válido
Indique o salário total do agregado Insira um valor até 99 999€ Insira um número válido
Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.