Maria Gabriel Costa é consultora financeira e é também a responsável pela equipa de crédito consolidado do Doutor Finanças. Descreve-se como uma pessoa prática, apaixonada pela vida e que adora trabalhar. Fique a conhecê-la.

Maria Gabriel Costa é a primeira entrevistada da rubrica mensal “Perfil do Doutor”.  Saiba o que faz, como coloca em prática os ensinamentos do Doutor Finanças e qual a melhor dica de poupança que tem para si.

O melhor do meu trabalho é o encontrar um novo desafio todos os dias, perceber que hoje conheço mais que ontem e menos que amanhã. É saber que cada desafio tem como resultado uma vitória que pertence a todos aqueles que comigo trabalham e sentir que trabalho com Pessoas e para ajudar as Pessoas.

Quem é a Maria Gabriel Costa?

Apaixonada pela vida, ambiciosa, prática e adoro pessoas. Tudo na vida faz sentido quando é sentido (passando a redundância),ou seja, quando concretizado com intensidade com gosto, interesse e prazer. Amo a minha família (tenho um Tesouro, um Herói sem Capa e amigos tão especiais que também são família). Adoro trabalhar e desejo, continuar a conhecer histórias através dos livros que vão ocupando as minhas prateleiras, a explorar  o mundo através da lente da minha câmara e com isso poder observar e conhecer “novas pessoas”.

Qual é o seu trabalho na equipa do Doutor Finanças?

Sou responsável pela equipa do Crédito Consolidado e Consultora Financeira. Como Supervisora da equipa, acompanho o trabalho diário de todos os elementos da equipa, realizo a gestão e coordenação de tarefas diárias da equipa, ações de formação e planeamento do futuro.

Na qualidade de Consultora Financeira, tenho como primeiro objetivo informar e esclarecer cada cliente que nos procura, conhecer a necessidade e história de cada cliente para o poder acompanhar durante o seu processo e encontrar a solução mais adequada e ajustada para cada caso em particular.

Qual é a melhor parte do seu trabalho?

O melhor do meu trabalho é o encontrar um novo desafio todos os dias, perceber que hoje conheço mais que ontem e menos que amanhã. É saber que cada desafio tem como resultado uma vitória que pertence a todos aqueles que comigo trabalham e sentir que trabalho com Pessoas e para ajudar as Pessoas.

Põe em prática os ensinamentos do Doutor Finanças na sua própria vida financeira? Qual é a dica financeira da qual não abdica na sua vida pessoal?

 Esforço-me nesse sentido. Os meus gastos mensais não podem exceder  60% do meu rendimento e não fazer compras (ou qualquer tipo de consumo) por impulso.

Qual é o seu pior defeito a gerir dinheiro e que gostaria de melhorar?

Preparar/planear determinados eventos com pouca antecedência ( ex. festa de aniversário do meu filho, preparação do novo ano letivo, etc). O facto de organizar com pouco tempo impossibilita a disponibilidade para uma maior pesquisa  e estudo de mercado relativamente à qualidade/preço.

Partilhe a sua melhor dica de poupança com os leitores do Doutor Finanças.

Mensalmente, sem exceção, tenho um compromisso para com as minhas poupanças, que encaro da mesma forma como a obrigatoriedade de pagar a conta da água e da luz, que é canalizar 5% do meu vencimento para uma conta poupança (com capital garantido).

 

“Perfil do Doutor” é a nova rubrica do Doutor Finanças. Mensalmente iremos apresentar-lhe os elementos da equipa do Doutor Finanças, que diariamente ajudam a cuidar das finanças das famílias portuguesas. Fique atento! 🙂