Finanças pessoais

Aceder à conta bancária no telemóvel: 9 cuidados a ter

Aceder à conta bancária a partir do seu telemóvel pode já ser um hábito "confortável", mas envolve riscos elevados que deve ter presente.

Finanças pessoais

Aceder à conta bancária no telemóvel: 9 cuidados a ter

Aceder à conta bancária a partir do seu telemóvel pode já ser um hábito "confortável", mas envolve riscos elevados que deve ter presente.

Se usa o telemóvel para aceder às suas contas bancárias existem cuidados a ter no sentido de evitar surpresas desagradáveis.

Se no início os telemóveis apenas serviam para fazer uma chamada telefónica ou enviar uma mensagem, hoje já não é assim. De facto, muito mudou desde abril de 1972, altura em que foi feita a primeira chamada de telemóvel no mundo. Em 1973, foi colocado à venda o primeiro telemóvel: Dyna-TAc 8000 da Motorola.

Estes equipamentos chegaram no final dos anos 80 a Portugal e existiam então dois mil telemóveis registados. Com o aparecimento das operadoras TMN em 1991 e da Telecel (atual Vodafone) em 1992, assistimos a uma forte implementação.

Mas se nessa altura apenas os usávamos em substituição do telefone fixo, hoje usar o correio eletrónico, aplicações, aceder às redes sociais e à conta bancária através do telemóvel faz parte de quotidiano de milhões de pessoas.

Porém, se a utilização do telemóvel vai muito para além da inicial, também os cuidados no seu uso têm de ser maiores, em especial no acesso à sua conta bancária.

Telemóvel com informações pessoais

Ao usarmos o telemóvel para um grande conjunto de atividades, este tem guardado muita informação pessoal confidencial. Se esta informação for parar às mãos erradas pode ser usada de forma fraudulenta criando-lhe grandes problemas.

Por exemplo, se ao usar o seu correio eletrónico entra diretamente, então o seu telemóvel tem guardada a sua password de acesso. O mesmo se passa se entrar na sua conta bancária sem inserir os seus códigos. E se tiver os seus dados do cartão de cidadão algures numa nota no telemóvel? Todos estes dados são cruciais e não podem ser usurpados.

dois homens de fato a mexer no telemovel

Acede à sua conta bancária no telemóvel? Redobre os cuidados

Aceder à nossa conta bancária a partir do telemóvel é o nosso maior risco. Quem não quer manter seguro o seu património? Assim, deve evitar usar o telemóvel para esse fim, mas se tiver mesmo de ser então existem cuidados a ter.

1. Cuidado com o local onde acede

Este parece ser um cuidado elementar, mas o certo é que poucas pessoas têm cuidado com o local onde estão quando acedem ao seu banco a partir do telemóvel.

Ao usar o telemóvel num café estará a usar uma rede pública e, por isso, menos segura do que uma rede privada, como por exemplo a da sua casa ou a de um amigo. Uma rede pública permite um maior número de utilizadores, logo, mais facilmente poderá estar a ser monitorizada por piratas informáticos.

Tal como nunca sabe quem está ao seu lado, sentado ou em pé, e que pode estar a ver o que está a fazer.

2. Instale um antivírus

Apesar dos telemóveis terem antivírus de origem instalados não facilite. Se vai aceder à sua conta bancária a partir do telemóvel segurança adicional nunca é demais.

3. Para aceder à sua conta não entre pelo site do banco

Outra das regras é não entrar pelo site do banco. Se tem de aceder ao seu banco use a app (aplicação) que este disponibiliza.

A razão é simples. Apesar dos sites terem segurança própria, as apps, para serem aprovadas para uso em telemóveis, têm de cumprir um conjunto de regras de segurança mais apertadas. Têm estruturas encriptadas tornando-se, por isso, mais seguras. Mesmo que "entre" um vírus no seu telemóvel dificilmente tem acesso a dados da app.

4. Mantenha a app do banco atualizada

Esta é outra das regras de ouro. Os bancos estão constantemente a corrigir vulnerabilidades detetadas e a introduzir melhorias na segurança da app que disponibilizam aos seus clientes. Muitas das atualizações são automáticas, mas caso o banco peça para atualizar a app faça-o de imediato (certifique-se que este pedido é mesmo do banco).

5. Não resposta a pedido de reinserção de códigos de acesso

Se receber uma notificação a pedir para repetir códigos de acesso para manter a sua conta ativa ou repetir a aprovação de uma operação bancária, não o faça.

Como os bancos repetidamente avisam, estes nunca enviam este tipo de notificações. Trata-se de uma tentativa de obter os seus dados bancários. Contacte de imediato o seu banco.

Leia ainda: Smishing: Em que consiste e como pode proteger-se?

6. Não guarde dados da sua conta bancária no seu telemóvel

Nunca guarde dados de acesso ao seu homebanking, o pin dos seus cartões de débito e de crédito e o IBAN da sua conta no seu telemóvel. Estará a dar informações que poderão ser usadas para o lesar financeiramente. Este é um dos repetidos alertas no Banco de Portugal.

7. Cuidado com as permissões que dá a outras aplicações

Quantas vezes ao instalar uma aplicação não lhe aparece um pedido de permissão de acesso a localização, contactos ou mesmo a outras aplicações? Cuidado ao fazê-lo. Pode estar a dar acesso aos seus registos de navegação e até de monitorização de toda a sua atividade no telemóvel.

Logo, sem querer está a dar os dados de acesso à sua conta bancária. Se achar que a aplicação que instalou não necessita de permissões, recuse-as. Será menos um risco que estará a correr.

8. Bloqueie o ecrã

Com o ecrã bloqueado, se lhe roubarem ou perder o telemóvel será mais difícil de acederem a informações confidenciais.

9. Privilegie os dados biométricos

O acesso ao seu telemóvel ou à sua conta bancária por dados biométricos é uma segurança reforçada. A impressão digital é sua e, por isso, mais difícil de reproduzir. No entanto, como em tudo não é impossível.

Concluindo, evite aceder à sua conta bancária a partir do seu telemóvel, mas se o tiver de fazer e notar alguma atividade estranha contacte de imediato o seu banco e troque as senhas de acesso.

Leia ainda: Como usar a caixa Multibanco sem cartão bancário

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.