Finanças pessoais

Faculdade e saída de casa? O que ter em conta no novo orçamento

Entrou na faculdade e chegou também a altura de fazer contas à vida. Conheça alguns bons hábitos financeiros que deve adotar.

Finanças pessoais

Faculdade e saída de casa? O que ter em conta no novo orçamento

Entrou na faculdade e chegou também a altura de fazer contas à vida. Conheça alguns bons hábitos financeiros que deve adotar.

A chegada à faculdade é, também, altura de fazer contas à vida. Especialmente se for sair de casa. Ir para outra cidade estudar é uma ótima oportunidade de conhecer pessoas, costumes e lugares, no entanto, esta mudança também acarreta mais despesas. E estas podem pesar mais no orçamento familiar se não tiver bolsa de estudo.

Neste artigo, abordamos as situações inerentes à saída de casa para ir para a faculdade. Reunimos ainda algumas dicas que pode pôr em prática para garantir a maximização das suas poupanças.

Procura de alojamento

Chegado o momento de entrar na faculdade e, partindo do princípio de que vai estar estar deslocado da sua habitual residência, é necessário procurar alojamento. No que diz respeito ao alojamento, existem dias metas: bom preço e proximidade. No entanto, nem sempre é possível obter as duas e, por vezes, para obter um melhor preço podemos ter de comprometer a proximidade à faculdade.

Em questões de alojamento existem algumas opções a considerar. A primeira são residências universitárias. Esta opção é a melhor quer em termos de valor, quer em termos de proximidade, pois normalmente situam-se relativamente perto das faculdades. No entanto, são, também, as opções de alojamento mais rápidas a esgotar. Deve procurar o mais cedo possível de modo a ter uma maior probabilidade de conseguir uma destas residências.

Outra das formas de alojamento passa por alugar uma casa ou um quarto. No que diz respeito a estas duas deve procurar bem e estabelecer comparações. Pode parecer mais barato arrendar um quarto, no entanto deve perceber a que distância ficará da faculdade e se o gasto em transporte e nas restantes despesas compensa. Por outro lado, uma casa alugada com um grupo de estudantes pode compensar, pois o valor que cabe a cada um será menor.

Atualmente, encontrar alojamentos para estudantes é mais desafiante, pois a oferta é menor que a procura e os valores são, tendencialmente, altos. Não é fácil escapar a esta realidade, no entanto não é impossível. Faça a sua pesquisa atempadamente de modo a maximizar as suas hipóteses.

Leia ainda: Ida para a Universidade: Comprar casa ou arrendar?

Preparação do local de residência

Uma vez encontrado o local de residência, seja ele apartamento ou residência universitária, deve agora pensar no que levar para o mesmo. Antes de gastar dinheiro em decoração, cozinha e outros (mais ou menos essenciais), verifique primeiro o que a casa tem. No que diz respeito ao quarto, por exemplo, verifique se já tem roupa de cama que possa utilizar, se o quarto já tem secretária, entre outros aspetos. O mesmo deve fazer na cozinha, quais os utensílios e equipamentos que já estão incluídos.

Se fizer este trabalho de casa, pode evitar comprar artigos dos quais não vai precisar e, assim, poupar esse dinheiro. Se verificar que existem artigos que efetivamente vai precisar, antes de comprar, procure falar com colegas de casa e dividir essas despesas. Procurem os melhores preços.

Leia ainda: Universidade à porta? 6 passos na preparação antes e depois

Deslocação para a faculdade

Encontrado o alojamento, deve pensar no meio de transporte mais eficaz para se deslocar para a faculdade. Assumindo que um aluno que ingresse no ensino superior já será maior de idade, pode já ter carta de condução. No entanto, nem sempre o carro é o melhor meio de transporte. Apesar de ser bastante mais prático e conveniente, pode também acarretar despesas extra.

Deve, também, considerar transportes públicos como autocarros e metro (quando disponível) ou, até mesmo, deslocar-se a pé se a residência for perto da faculdade. No que diz respeito a deslocações com meios de transporte deve, antes de decidir, fazer os cálculos ao valor aproximado que vai gastar com cada um. Por exemplo, se usar o carro tem de ter em conta a gasolina e seu preço, mas se for de autocarro ou metro tem acesso a um passe mensal que, regra geral, oferece desconto para estudantes.

Por outro lado, deve também ter em conta questões como o estacionamento, caso pondere usar carro. Se após os seus cálculos verificar que ir de carro é mais vantajoso, deve depois ver o estacionamento. Muitas faculdades têm parques de estacionamento pequenos, e no que diz respeito ao estacionamento exterior, tende a ser limitado ou pago.

Leia ainda: Congelar a matrícula na universidade: Saiba antecipadamente como agir

ambiente de universidade com um grupo vasto de jovens a falar e a conviver

Gastos em alimentação

Outro aspeto a considerar quando vai para a faculdade é a alimentação. Uma vez que saiu de casa é importante que consiga controlar os seus gastos, especialmente os gastos em alimentação. Garantir que está a par de promoções e aproveitar as melhores oportunidades para comprar produtos alimentares é chave para as suas poupanças. Mais uma vez, se viver com outros colegas de casa, estas despesas são algo que podem partilhar mensalmente.

Algumas estratégias para poupar em alimentação passam por planear as suas refeições semanais de modo a comprar apenas o necessário. Desta forma, poupa dinheiro em compras desnecessárias e também reduz o desperdício alimentar. Outro hábito que pode, e deve adquirir, passa por fazer refeições em maior quantidade para poder levar para a faculdade nos dias seguintes e, assim, poupar na cantina ou bar.

Leia ainda: Vou estudar para o interior: Que apoios existem e quanto posso poupar?

Gestão geral das despesas

Nesta nova etapa e, uma vez que vai viver sozinho pela primeira vez, é importante adquirir bons hábitos de poupança e gestão de despesas. Além das despesas com alimentação, que já mencionamos anteriormente, terá também as despesas da casa, deslocações e propinas da faculdade. Para quem não está habituado a lidar com estas responsabilidades pode ser algo desafiante no princípio. No entanto, existem inúmeras estratégias que pode, e deve, adotar de modo a fazê-lo da melhor forma. Existem, por exemplo, inúmeras aplicações que pode usar gratuitamente que o ajudam a gerir o orçamento e os seus gastos. Algumas das mais utilizadas são: Boonzi, Money Care, Monefy, entre muitas outras.

Leia ainda: Estudante universitário: 10 dicas para aliviar o stress financeiro e poupar

Materiais escolares e de apoio ao estudo

Uma vez na faculdade vai necessitar de material escolar e, eventualmente, livros e sebentas de apoio ao estudo. No que diz respeito a material escolar deve optar pelo mínimo possível, pois na faculdade não existem regras que ditem o que deve ser utilizado. Pode, inclusive, utilizar um computador portátil ou um tablet para tirar os seus apontamentos digitalmente e, assim, poupar em cadernos e outros materiais de escrita.

No que diz respeito a livros e material de apoio, e uma vez que estes podem ser bastante dispendiosos, opte por pedir emprestado a colegas de outros anos ou utilizar os disponibilizados pela biblioteca da faculdade. Pode apenas tirar fotocópias das secções que necessita e, assim, evitar adquirir livros completos. Se, por outro lado, necessitar mesmo de adquirir o livro, procure comprá-lo em segunda mão.

Leia ainda: Equivalência na faculdade ou reconhecimento de graus: Quando pedir?

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.