Finanças pessoais

Venda de ouro: 5 cuidados a ter antes de fechar negócio

A grande vantagem da venda de ouro é a liquidez imediata. Mas existem cuidados a ter, nomeadamente, pedir várias avaliações e recibo.

Finanças pessoais

Venda de ouro: 5 cuidados a ter antes de fechar negócio

A grande vantagem da venda de ouro é a liquidez imediata. Mas existem cuidados a ter, nomeadamente, pedir várias avaliações e recibo.

A venda de ouro aumentou de forma considerável durante a última crise económica. Atualmente, com algumas pessoas a passarem dificuldades devido à pandemia, prevê-se que a venda de ouro volte a crescer. A grande vantagem da venda de ouro é garantir liquidez imediata. Mas, atenção, existem cuidados a ter.

Verifique a cotação do preço do ouro

O preço do ouro em gramas varia diariamente, pois reflete a cotação do ouro puro em dólar por onça nos mercados internacionais.

Antes de vender alguma peça de ouro, verifique a cotação atual. Pode consultar essa informação em sites financeiros especializados. Desta forma, pode ter uma noção do valor das peças que pretende vender, sendo que o valor que vai receber será sempre inferior ao da cotação.

Lembre-se que a avaliação de uma peça, além do peso, tem também em conta a pureza do ouro e o seu estado de conservação.

Outro aspeto que deve ter em atenção é que se a peça que pretende vender tiver incorporado outro tipo de material, por exemplo um diamante, isso não aumenta o seu valor. As lojas de compra e venda de ouro apenas compram o ouro e não outro tipo de materiais. Neste tipo de situações separe os materiais e proure vender o que não é ouro noutro local.

Leia ainda: Vender ouro: procedimentos e riscos

Peça avaliações em várias lojas

Não deve aceitar a primeira proposta que lhe fizerem. Peça avaliações em várias lojas. Consulte lojas de compra e venda de ouro, ourivesarias tradicionais (que por vezes compram ouro) e até mesmo lojas de antiguidades. Neste último caso, são mais adequadas quando se trata de peças com valor histórico, por exemplo, jóias de família.

Se necessitar de vender várias peças, solicite um orçamento para a totalidade e para cada uma delas. Na verdade, pode até compensar não vender todas as peças na mesma loja. Tenha atenção que o valor que lhe indicarem pode sofrer alterações caso se demore a decidir. Como já referimos, a cotação do ouro altera diariamente.

Faça pesquisa sobre as lojas

Faça pesquisas na internet sobre as lojas que visitou. Verifique as recomendações e os comentários de outros utilizadores, sendo que, também pode pedir a opinião a familiares e amigos que conheçam a atividade. Por outro lado, desconfie de ofertas elevadas e certifique-se que todos os procedimentos da operação são cumpridos. Caso alguma situação lhe pareça suspeita, não avance com o negócio.

Leia ainda: Sintomas de doença financeira

Peça sempre um recibo de venda

Para fazer a venda, é obrigatório apresentar um documento de identificação, nomeadamente, o cartão de cidadão ou o passaporte, bem como um comprovativo de morada. Tem igualmente de assinar uma declaração que informe que é o legítimo proprietário da peça.

Posteriormente, concretizada a venda, não saia da loja sem o comprovativo da transação, sobretudo se o montante da venda for igual ou superior a 3 mil euros. Compras de valor igual ou superior a este valor têm, obrigatoriamente, de ser efetuadas através de transferência bancária ou cheque.

Avalie outras alternativas

Muitas vezes, as peças de ouro têm um valor sentimental, por serem herança ou oferta de alguém especial, o que dificulta a decisão de vender. Se este é o seu caso, procure alternativas à venda, por exemplo a penhora de peças. Neste caso, em vez de vender, deixe as peças guardadas na loja como garantia do empréstimo que lhe concedem. Assim que o valor em dívida for pago são-lhe devolvidas as peças. Avalie bem as condições do empréstimo e, caso seja vantajoso, pondere também esta alternativa.

Em suma, a grande vantagem da venda de ouro é a liquidez imediata, contudo, o ouro é um metal precioso que tem estado em contante evolução, pelo que manter as peças pode ser considerado um investimento. Posto isto, sugerimos que avalie bem a sua situação e as alternativas antes de vendar peças de ouro.

Leia ainda: 5 formas de ter mais liquidez para amortizar as suas dívidas

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)

2 comentários em “Venda de ouro: 5 cuidados a ter antes de fechar negócio

  1. Trabalho no ramo e gostei bastante da informação prestada.

    E gostei de ver o vosso apoio ao consumidor, destacando “Verifique as recomendações e os comentários de outros utilizadores,….desconfie de ofertas elevadas e certifique-se que todos os procedimentos da operação são cumpridos. Caso alguma situação lhe pareça suspeita, não avance com o negócio.”

    Bom trabalho