Bem-estar

Quer poupar na alimentação? Tenha uma horta em casa

Ter uma horta em casa além de lhe permitir ter produtos frescos e saudáveis é uma forma de poupar dinheiro. Saiba como criar a sua horta.

Bem-estar

Quer poupar na alimentação? Tenha uma horta em casa

Ter uma horta em casa além de lhe permitir ter produtos frescos e saudáveis é uma forma de poupar dinheiro. Saiba como criar a sua horta.

Ter uma horta em casa não só lhe permite ter acesso a alimentos frescos e isentos de produtos químicos, como também é uma forma de poupar na alimentação. E se pensa que para ter uma horta precisa de viver numa moradia com um terreno, desengane-se. Caso viva num apartamento pode perfeitamente ter uma pequena plantação.

Neste artigo, reunimos dicas para que consiga ter uma horta em casa, mesmo que não tenha muito espaço disponível.

Benefícios de ter uma horta em casa

São inúmeros os benefícios de ter uma horta em casa. Damos-lhe alguns exemplos:

  • Poupa na alimentação. Pois é mais barato plantar um produto do que comprá-lo;
  • Tem disponíveis alimentos frescos sem produtos químicos, logo mais saudáveis.
  • A horta pode ser um elemento decorativo de sua casa. Pesquise na internet exemplos de hortas. Vai decerto surpreender-se.
  • Cuidar da horta é uma atividade relaxante. Estudos revelam mesmo que diminui o stress.

Leia ainda: Horta Urbana: Como ter legumes e frutas o ano inteiro

A escolha do local

O primeiro passo é a escolha do local. Se vive numa moradia e tem um terreno, é o ideal. Se vive num apartamento pode igualmente ter uma pequena horta no terraço ou na varanda. O local escolhido deve ser arejado, abrigado do vento e ter uma boa exposição solar, preferencialmente com uma média de seis horas de sol por dia.

Se a área que tem disponível for pequena, pondere optar por ter uma horta vertical, pois desta forma consegue rentabilizar muito mais o espaço.

Os materiais de que necessita

Escolhido o local, é altura de adquirir o material necessário. Neste passo, antes de mais, deve fazer uma lista com tudo aquilo de que vai precisar. Assim, não pode mesmo esquecer-se dos vasos, terra, adubos, sementes, regador, luvas, pás, ancinhos, tesouras da poda, entre outros materiais que considere também considere importantes e que possm juntar-se a estes que são, de facto, essenciais.

Em relação aos vasos, pode substitui-los por outros objetos, nomeadamente garrafas, garrafões de plástico, paletes de madeira, caixas, baldes, latas, entre outros. A sua criatividade é o limite. Tenha apenas atenção que deve furar o objeto escolhido para possibilitar a drenagem.

Quando aos adubos, pode poupar algum dinheiro se os fizer em casa. Como? Muito simples. Pode usar cascas de ovo, de batata, de cenoura ou de banana, por exemplo. As cascas devem ser trituradas no caso dos ovos e partidas em bocados pequenos nos restantes exemplos.

Leia ainda: Como ter uma alimentação mais saudável sem gastar muito dinheiro

O que plantar

O passo seguinte é escolher o que plantar. Naturalmente, deve plantar alimentos de que goste e que consuma habitualmente. Se o espaço tiver boa exposição solar, com uma média de seis horas de sol por dia, pode praticamente plantar tudo. No entanto, se o espaço escolhido não tiver luz solar direta deve optar por algumas ervas aromáticas, tais como a hortelã, a salsa e os coentros. Também a alface, o agrião e a beterraba se dão bem em locais com menor luminosidade.

Antes de iniciar a plantação, verifique sempre qual a época recomendada para o que escolheu plantar. Se está com dificuldade em escolher, seguem-se algumas dicas sobre o que pode plantar:

  • Ervas aromáticas – salsa, alecrim, hortelã, coentros e manjericão;
  • Legumes – alface, espinafre, tomate cereja, pepino e cenoura;
  • Frutos – morango e mirtilos.

Como cuidar da sua horta

Depois de ter a horta terminada, é necessário manter alguns cuidados para que as espécies se desenvolvam de forma saudável. Assim, tenha em atenção os seguintes passos:

  • Regar a horta pelo menos uma vez por dia. Nos dias quentes é aconselhável que regue duas vezes. Contudo, tenha cuidado de forma a não colocar água em demasia, pois as raízes podem apodrecer;
  • Colocar adubos na terra, para que a mesma mantenha os nutrientes necessários para o crescimento das espécies;
  • Fazer a rotação de espécies. Se por exemplo num vaso tinha alfaces plantadas, aproveite agora para plantar por exemplo morangos. Esta rotação permite que os nutrientes que uma espécie necessita não se esgotem na terra;
  • Retirar as ervas daninhas, pois estas atrapalham o crescimento das espécies além de consumirem água e nutrientes que a sua plantação necessita.

Leia ainda: Como ter uma alimentação mais saudável sem gastar muito dinheiro

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.