Poupança

Ter um fundo de emergência deve ser um objetivo prioritário

O jornalista Pedro Andersson foi o primeiro convidado do Conversas sem Preço, onde se falou sobre a gestão do nosso dinheiro.

Sara Antunes Sara Antunes , 30 Junho 2020

Ganhe o que ganhar, tem de fazer sacrifícios para ter numa conta seis meses das suas despesas, este é o conselho de Pedro Andersson, jornalista do Contas Poupança da SIC, para quem quer passar por momentos económicos adversos sem entrar em pânico.

Ao termos um fundo de emergência não tomamos decisões precipitadas, realça, e há várias formas de conseguir constituir uma poupança que nos permitirá enfrentar situações de maior instabilidade. Pedro Andersson esteve à conversa com Rui Bairrada, CEO do Doutor Finanças, e deixou algumas sugestões de como conseguir este fundo.

Constituir um fundo de emergência deve ser encarado como um objetivo prioritário, salienta.

Pode ainda ver ou rever a conversa na íntegra: Conversas sem Preço com Pedro Andersson

Conversas sem preço é um espaço de entrevista focado em finanças pessoais, poupança, negócios, banca, intermediários de crédito, liderança, entre outros.

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)