Finanças pessoais

Quais as despesas de ter um cão ou um gato? Fizemos as contas por si

Está a pensar ter um amigo de quatro patas? Saiba neste artigo todas as despesas que vai ter com um cão ou um gato, antes de tomar a decisão.

Finanças pessoais

Quais as despesas de ter um cão ou um gato? Fizemos as contas por si

Está a pensar ter um amigo de quatro patas? Saiba neste artigo todas as despesas que vai ter com um cão ou um gato, antes de tomar a decisão.

Trazer um amigo de quatro patas para casa, sendo cão ou gato, é sempre uma grande responsabilidade e uma decisão que deve ser ponderada. Financeiramente, as despesas que um animal destes dá também têm peso no orçamento familiar, tanto mensal, como anual. 

Depois de ter ponderado se tem tempo, disponibilidade emocional, concordância e comprometimento por parte do agregado familiar, e muito amor para dar, deve então fazer as contas a tudo aquilo de que o animal vai precisar inicialmente e no dia-a-dia. Mas não se preocupe, porque fizemos as contas por si. 

Quais as despesas de ter um cão?

Em primeiro lugar, deve ter em consideração que existem algumas despesas iniciais ao trazer um patudo para casa. No caso de um cão, vamos analisar todas as primeiras despesas que vai ter antes de o trazer e as despesas logo assim que vier para casa. 

Primeiras despesas: 

⦁ Registo e licenciamento 

Registar o seu cão custa entre dois a cinco euros, e é feito através da colocação do microchip, com um custo por si só entre 13 a 25 euros, sendo que o processo é todo feito por um médico veterinário. O microchip deve ser registado no SIAC (Sistema de Informação de Animais de Companhia). 

⦁ Vacinas  

Quando temos um cão, seja bebé ou adulto que ainda não tem as vacinas, é necessário darmos algumas vacinas contra doenças fatais, como contra a esgana, contra a hepatite canina, contra a parvovirose canina e contra a leptospirose. Depois, existem ainda as vacinas como a da raiva e a da tosse do canil. A única vacina de caráter obrigatório em Portugal é a vacina contra a raiva ou vacina antirrábica. O valor das vacinas ronda os 20 e os 30 euros cada, mas pode acontecer que o valor da consulta veterinária, 25 euros, já inclua a toma da vacina. 

⦁ Cama 

Devemos também comprar uma cama, adequada ao tamanho do animal. Dependendo desse tamanho, a cama pode custar entre 10 a 100 euros

⦁ Manta

Uma manta também é aconselhável, principalmente se for um cão bebé que ainda não possa andar no chão. Para que possamos andar com ele ao colo e ele esteja confortável, é uma opção que podemos escolher. Terá um custo entre três a 15 euros

⦁ Comedouro e bebedouro 

O comedouro e bebedouro para um cão pode ser comprado em conjunto ou individualmente. O conjunto, que pode acabar por ser mais prático, principalmente se for um cão alto por haver os conjuntos ajustáveis à altura, pode ter um custo entre 10 a 20 euros. Os individuais podem custar-lhe a partir de três euros cada um. 

⦁ Coleira e trela 

Uma coleira e uma trela também são necessárias para poder passear o cão, e podemos encontrar as duas entre dois a 15 euros cada uma. 

⦁ Arnês (opcional) 

Um arnês já é opcional, caso escolha este ao invés de uma coleira, ou até ter os dois, para passear o cão. Este poderá já ter um custo mais elevado, entre quatro a 30 euros

⦁ Chapa com nome e número (opcional) 

Outra opção que também pode querer é identificar o animal com uma chapinha onde se inscreve o nome dele e o seu número, caso algum dia se perca e alguém que o encontre possa ligar logo para si. Este não é um objeto de custo elevado e pode ser encontrado entre dois a 10 euros

Despesas mensais:  

⦁ Alimentação 

Quanto a despesas mensais, aquela que mais pesa no orçamento é a alimentação. Se não optar por alimentação natural (BARF - com alimentos crus, deve ser acompanhada por um veterinário), e optar por comida húmida, cada lata (aproximadamente uma refeição) custa por volta de 4 euros. Se optar por comida seca, ração, por mês esta pode custar-lhe entre 20 a 100 euros, dependendo sempre do tamanho e necessidades do cão.  

⦁ Ossos  

Se optar por dar ossos ao seu cão, uma escolha que pode ser importante caso seja um cão bebé que esteja na idade de morder. Se quiser evitar móveis roídos, saiba que cada osso custa em média três euros

⦁ Brinquedos 

Brinquedos também são essenciais, mesmo que não seja um cão bebé, para que o cão se possa distrair. Muitas vezes, é necessário os cães ficarem sozinhos em casa por um grande período de tempo, período esse em que os donos vão trabalhar por exemplo, e é importante que ele tenha uma boa escolha de distrações para que não fique nervoso e/ou aborrecido, nem estrague nada da casa. Estes brinquedos podem custar entre um a 20 euros

⦁ Desparasitação interna e externa 

A desparasitação interna num cão, contra vermes, tem de ser feita de três em três meses e custa cerca de quatro euros por comprimido. Já a desparasitação externa, contra parasitas externos como pulgas, carraças ou ácaros, tem de ser feita mensalmente por seis euros ou anualmente por 25 euros

⦁ Cuidados de higiene e corta unhas 

Se não optar por dar banho em casa ao seu patudo, pode ir a um local próprio onde lhe deem banho, com um custo frequente a partir de 15 euros. Também pode querer fazer-lhe uma tosquia, por exemplo no verão devido ao calor, sendo que banho e tosquia custa-lhe a partir de 30 euros. Já um corte de unhas tem um custo por volta de cinco euros. Se decidir cortar as unhas ao seu cão em casa, pode optar por comprar um corta unhas próprio, que custa cerca de três euros

Despesas de uma só vez:  

⦁ Esterilização (opcional)  

Se decidir que quer castrar o seu cão ou esterilizar a sua cadela, após aconselhamento de veterinário e pesar bem as vantagens e desvantagens, saiba que o preço depende do sexo e tamanho do cão. Se for um cão, dependendo do peso, pode custar entre 80 a 120 euros. Se for uma cadela, dependendo novamente do tamanho, pode ser entre 100 a 240 euros

Despesas anuais: 

⦁ Veterinário  

Anualmente, é sempre aconselhável fazer um check-up ao seu cão para verificar se está tudo bem com ele, sendo que cada consulta veterinária em Portugal custa à volta de 25 euros. Se for uma urgência, no entanto, a consulta (à parte de exames) pode custar-lhe 50 euros

⦁ Reforço das vacinas 

As primeiras vacinas (contra a esgana, a hepatite canina, a parvovirose canina e a leptospirose) devem também ser reforçadas anualmente, pelo mesmo custo. 

⦁ Local para deixar nas férias 

Se não tiver nenhum familiar ou amigo que possa ficar com o seu patudo quando for de férias, caso seja um local que não aceite animais ou não seja possível levá-lo, será necessário deixá-lo num hotel para cães ou num alojamento próprio. Isto custa, em média, 15 euros por noiteSaiba onde pode deixar o seu animal se for de férias.

⦁ Seguro de saúde (opcional) 

Pode também decidir fazer um seguro de saúde ao seu cão, para que esteja protegido financeiramente caso aconteça algum acidente, o cão adoeça ou qualquer situação similar. O preço de um seguro de saúde depende de vários fatores, como da seguradora, das condições do seguro, do peso e idade do animal. Ponderando um cão até 10kg e até um ano e meio de idade, o seguro pode variar entre 20 a 275 euros anualmente. 

Leia também: Seguro para animais: como proteger o seu melhor amigo.

Quais as despesas de ter um gato?

As despesas iniciais ao trazer um gato para casa são semelhantes às do cão, tirando alguns pormenores. Vamos fazer uma revisão de tudo aquilo de que necessita. 

Primeiras despesas:  

⦁ Registo e licenciamento 

Tal como nos cães, é necessário registar o gato por dois a cinco euros, com o mesmo procedimento: colocação do microchip, com um custo entre 13 a 25 euros, e registo do microchip no SIAC (Sistema de Informação de Animais de Companhia), feito por um médico veterinário. 

⦁ Vacinas  

Para o gato não existe nenhuma vacina obrigatória, mas é recomendado que tome as vacinas contra a gripe do gato, contra o vírus da panleucopenia felina e contra o vírus da leucemia felina. Estas devem ainda ser reforçadas a partir de 12 semanas. A vacina contra a raiva, no gato, é recomendada. Custam também por volta de 20 euros cada

⦁ Ginásio com arranhador ou cama 

O espaço de descanso mais comum que se compra para um gato é um ginásio com arranhador. Isto é algo que existe em vários formatos e feitios, pelo que lhe pode custar entre 10 a 70 euros. Há, no entanto, quem prefira comprar uma cama para o gato, que, uma vez que o tamanho de um não varia muito consoante a espécie, pode custar entre quatro a 40 euros, dependendo do formato e conforto da cama. 

⦁ Transportadora

Uma transportadora também será algo necessário, pois, usualmente, os gatos não passeiam nem têm uma trela, e este é o método mais fácil para os transportar sempre que for preciso. Uma transportadora tradicional custa entre oito a 20 euros.

⦁ Manta

Pelo mesmo motivo dos cães, uma manta própria para o gato dá sempre jeito, nem que seja para colocar na transportadora para, sempre que o gato for transportado, fique mais confortável. O preço pode variar entre três a 15 euros

⦁ Comedouro e bebedouro

O comedouro e bebedouro de um gato vendem-se, habitualmente, em conjunto também. Mas existe ainda a opção do dispensador, que pode ser automático: uma opção utilizada para que o gato coma a horas certas, uma vez que pode ser programado previamente pelo dono para libertar comida à hora que decidir e assim não ter de se preocupar. O conjunto pode custar-lhe 10 a 20 euros, individuais a partir de três euros cada e um dispensador, dependendo se é ou não automático, pode encontrar por um preço entre cinco a 100 euros.

⦁ Caixa de areia  

Visto que o gato não passeia na rua para fazer as suas necessidades, é necessária uma caixa de areia onde ele possa ter o seu espaço para as fazer. Isto pode custar-lhe entre sete a 50 euros, dependendo do tamanho, se quer aberta ou fechada, entre outras características. 

⦁ Coleira e chapa com nome e número (opcional) 

Como no cão, pode ou não optar por comprar ao seu gato uma coleira para colocar a chapa com o nome e número, caso alguma vez o gato se perca. Pode encontrar cada uma entre um a 10 euros.  

Despesas mensais:  

⦁ Alimentação  

Se não optar por dar ao seu gato a alimentação natural (BARF - com alimentos crus, deve ser acompanhada por um veterinário), a alimentação pode ser à base de comida seca, ração, ou comida húmida. A ração para um mês pode custar entre seis a 70 euros, e na comida húmida encontra cada lata (aproximadamente uma refeição) por volta de três euros

⦁ Areia  

A areia necessária para a caixa de areia também é uma despesa mensal, que lhe pode custar entre seis a 20 euros

⦁ Desparasitação 

A desparasitação de um gato funciona de forma diferente de um cão. Internamente é preciso fazer a desparasitação 10 vezes, contra lombrigas (nemátodes, céstodes e tremátodes), que o protege de problemas intestinais, hepáticos, pulmonares e cardíacos, com um custo de quatro euros cada. Externamente é necessário fazer mensalmente, contra pulgas, carraças, piolhos, mosquitos e ácaros, e também tem um custo de quatro euros cada

⦁ Brinquedos  

Os gatos, por regra, também gostam de se entreter com alguns brinquedos específicos, próprios para gatos. É essencial poder providenciá-los com alguns para que tenham escolha suficiente para se distraírem e não brinquem com algo da casa que podem acabar por estragar. Brinquedos simples podem ser encontrados por dois a 15 euros.

⦁ Cuidados de higiene e corta unhas 

Tal como nos cães, também é frequente dar banho e tosquiar os gatos. O banho tem, habitualmente, um custo de 15 euros e o banho mais a tosquia 30 euros. O corte de unhas nos gatos também pode ser pedido nestes locais, por cerca de cinco euros, mas existe ainda a opção de cortar as unhas ao seu gato em casa, através de um corta unhas próprio. Este tem um custo médio de três euros

Despesas de uma só vez:  

⦁ Esterilização (opcional) 

A esterilização nos gatos também é uma opção a cargo do tutor e, como nos cães, depende do sexo e peso do gato. Esterilizar uma gata custa entre 100 a 150 euros, e esterilizar um gato custa por volta de 50 euros

Despesas anuais:  

⦁ Veterinário  

Um check-up anual deve ser feito ao seu gato, para verificar se está tudo em ordem com a saúde do seu patudo. Por consulta paga cerca de 25 euros, e, caso seja uma urgência50 euros.  

⦁ Reforço das vacinas 

As primeiras vacinas (contra a gripe do gato, contra o vírus da panleucopenia felina e contra o vírus da leucemia felina) devem depois ser reforçadas anualmente, pelo mesmo custo. 

⦁ Local para deixar nas férias  

Há diversos hotéis para cães que aceitam também gatos. Se necessitar que cuidem do seu gato temporariamente, por motivo de férias ou qualquer outro, pode ponderar esta hipótese. Mas saiba que custa, em média, 15 euros por noiteSaiba hotéis que aceitam o seu animal de estimação.

⦁ Seguro de saúde (opcional)  

Para precaver a sua carteira de infelizes eventos que possam acontecer com o seu gato, acidentes, doenças ou urgências, pode optar por fazer um seguro de saúde ao seu patudo. Novamente, dependendo de fatores como a seguradora, as condições do seguro, do animal em si (raça, estado de saúde, peso, sexo), considerando um gato até 10kg e até um ano e meio de idade, pode ter de pagar anualmente entre 20 a 210 euros

Estas são as principais despesas que deve considerar antes de ter um cão ou um gato. É importante relembrar que algumas das questões referidas são opcionais. E mesmo nas questões necessárias para o bem-estar do seu animal, os preços podem variar bastante consoante preferência, e mais tarde, também a preferência e necessidades específicas do seu animal, que vai acabar por compreender. 

Trazer um cão ou um gato para casa é um processo entusiasmante, porque estamos a dar uma possibilidade ao animal de ter uma vida feliz e confortável. Mas é também uma grande responsabilidade e é necessário que estejamos conscientes se realmente estamos à altura do desafio. 

Por isso, após fazer as contas a todas as despesas que vai ter, perceba se é algo suportável para a sua carteira e orçamento familiar, tanto a curto como a longo prazo, para que tome a decisão acertada

Leia ainda: Como poupar com o seu animal de estimação.

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #despesas animal estimação,
  • #despesas cão,
  • #despesas gato,
  • #seguro de saúde animal
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.