Finanças pessoais

Quanto custa um mestrado e uma pós-graduação em Portugal?

Gostava de fazer um mestrado ou uma pós-graduação em Portugal, mas não tem noção do custo? Fique a conhecer neste artigo.

Finanças pessoais

Quanto custa um mestrado e uma pós-graduação em Portugal?

Gostava de fazer um mestrado ou uma pós-graduação em Portugal, mas não tem noção do custo? Fique a conhecer neste artigo.

Quando se termina uma licenciatura, existem vários caminhos de escolha. Dentro do Ensino Superior, é possível seguir para um mestrado ou para uma pós-graduação. Mas quanto será que custam estas formações superiores em Portugal?

Vejamos, neste artigo, como funcionam cada um destes cursos e quanto podem custar nas várias instituições de Ensino Superior portuguesas.

Como funciona um mestrado em Portugal? 

Existem dois tipos de mestrado em Portugal: o mestrado integrado e o mestrado complementar.  

Isto é, certas licenciaturas já têm integradas em si um mestrado, com cinco anos de estudo ao todo. Mas, quando as licenciaturas não têm mestrado integrado, e uma duração de três anos, pode optar por fazer um mestrado à sua escolha durante mais doisanos. 

O mestrado a escolher pode ser dentro da mesma área em que realizou a licenciatura, numa área similar, ou noutra. Porém, atenção que, na maior parte dos requisitos de entrada para um mestrado, está o facto de se advém da mesma área de estudo ou não.  

Não é obrigatório vir da mesma área. Mas, na hora de decisão, por exemplo, se os outros candidatos todos tiverem todos uma licenciatura dentro da área do mestrado em questão e cumprirem os outros requisitos, pode ser mais difícil conseguir entrar vindo de outra área

Além da adequação da formação e da experiência prévias ao mestrado, os outros requisitos para entrar num mestrado são a classificação final da licenciatura, o curriculum vitae, e pode ser pedida uma carta de motivação. O peso por percentagens de cada requisito pode variar de acordo com cada instituição.   

Só é possível candidatar-se a um mestrado caso seja: titular do grau de licenciado ou equivalente legal; titular de grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este; titular de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como grau de licenciado pelo órgão científico do estabelecimento de ensino onde se candidata, ou detentor de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização do 2.º ciclo de estudos pelo órgão científico da instituição onde quer ser admitido. 

Um mestrado pode ter entre 90 a 120 créditos ECTS, o que corresponde a uma duração normal de 3 a 4 semestres. Integra o curso, constituído por um conjunto de unidades curriculares, a que corresponde um mínimo de 50% total dos créditos do ciclo de estudos; e ainda uma dissertação de natureza científica ou um trabalho de projeto, original e realizado para este fim, ou um estágio de natureza profissional objeto de relatório final, que corresponde a um mínimo de 30 créditos. 

Depois, o grau de mestre é atribuído a quem, através da aprovação nas unidades curriculares do plano de estudos do mestrado, e da aprovação no ato público de defesa da dissertação, trabalho de projeto ou relatório de estágio, obtenha o número de créditos fixado.  

O grau de mestre corresponde ao nível 7 do QNQ e do QEQ em Portugal. Correspondendo ao 2.º ciclo da formação superior, pode realizá-lo tanto em universidades públicas ou privadas, e em politécnicos. Vejamos quanto custa, atualmente, um mestrado em Portugal nas diversas instituições. 

Leia ainda: Como candidatar-me ao Ensino Superior em 2022?

Mestrado: Quanto pode custar? 

De entre as várias universidades e politécnicos em Portugal, um mestrado pode ter custos diferentes. Por exemplo:

Universidade de Lisboa – entre 1.394 e 7.900 euros 

Universidade do Porto – 1.500 euros tempo integral/ 525-1.200 euros tempo parcial 

Universidade de Aveiro – mestrado integrado (igual à licenciatura) 697 euros; mestrado à parte 1.000 euros 

Universidade Nova de Lisboa – 2.400 euros 

Universidade do Algarve – valor mínimo de 697 euros 

Universidade do Minho – entre 697 euros e 6.500 euros 

Politécnico de Lisboa – entre 3.300 euros e 6.900 euros 

Politécnico de Setúbal – entre 697 euros e 8.000 euros 

Politécnico do Cávado e do Ave – 1.700 euros 

Universidade de Coimbra – 4.200 euros 

Universidade Católica Portuguesa – em média 8.000 euros 

Universidade Autónoma de Lisboa – 6.840 euros 

O valor total do mestrado pode ou não ser pago a prestações. Caso prefira o pagamento por prestações, pode então pagar em várias vezes.  

Por exemplo, na Universidade do Algarve, se for um mestrado com o valor mínimo total de 697 euros, pode pagar em 10 prestações: a primeira de 172 euros no ato da matrícula, devido à inscrição; em outubro, novembro e dezembro paga prestações de 75 euros em cada mês; e nos meses de janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho, prestações mensais de 50 euros.  

Como funciona uma pós-graduação em Portugal? 

Já uma pós-graduação em Portugal tem apenas a duração de um ano e funciona como um curso de especialização, para quem deseja aprofundar algum tema. 

Pode realizar uma pós-graduação caso seja licenciado no Ensino Superior. Não é necessário ter um mestrado para entrar num curso destes, mas é obrigatória uma licenciatura

As vagas são, por norma, inferiores às de uma licenciatura ou de um mestrado. Porém, os requisitos de entrada são praticamente os mesmos que para o 2.º ciclo. 

Para entrar numa pós-graduação, são avaliados os seguintes fatores: o curriculum vitae, a adequação da formação à área da pós-graduação, e a formação académica (nota final da licenciatura e outras formações). 

Uma mesa redonda de alunos com computadores vista de cima
Top view of group of students sitting together at table. University students doing group study.

Leia também: Mestrado ou pós-graduação: o que ter em conta antes de decidir

Pós-graduação: Quanto pode custar?

Nas várias instituições de Ensino Superior em Portugal, as pós-graduações podem custar:

Universidade Nova de Lisboa – entre 1.400 e 1.800 euros 

Universidade do Algarve – entre 100 euros e 1.250 euros 

Politécnico de Lisboa – entre 1.100 euros e 2.500 euros 

Politécnico de Setúbal – entre 750 euros e 1.850 euros 

Politécnico do Cávado e do Ave – entre 800 euros e 1.300 euros 

Universidade de Coimbra – entre 1.300 euros e 3.000 euros 

Universidade Católica Portuguesa – entre 1.920 euros e 2.560 euros 

Universidade Autónoma de Lisboa – entre 800 euros e 3.900 euros 

Dependendo da instituição, caso seja ex-aluno da faculdade onde quer fazer a pós-graduação, pode ter um desconto no valor total. E estes valores totais podem ser pagos às prestações.  

Por exemplo, na Escola Superior de Comunicação Social do Politécnico de Lisboa, uma pós-graduação no valor de 1.950 euros, fica em 1.750 euros para um ex-aluno. E pode ser pago em 5 prestações, sendo que a primeira prestação é superior devido à inscrição no curso, paga no ato da matrícula: 950 euros (para um aluno de fora). E as restantes quatro prestações ficam em 250 euros. São valores pagos mensalmente. 

Crédito de formação para estudantes 

Caso necessite de um empréstimo do banco para que possa pagar o mestrado ou pós-graduação que deseja realizar, existe um crédito de formação direcionado a estudantes

Este crédito pode ser utilizado nos vários graus de ensino: seja pós-graduação, mestrado, especialização, doutoramento, MBA e outros cursos de valorização profissional, em Portugal ou no Estrangeiro. 

Além de poder cobrir o valor da matrícula e das propinas, este crédito também pode ser utilizado em despesas associadas como material necessário para a formação, deslocação, alimentação, entre outras. 

O crédito formação pode ir de mil a 50 mil euros, a pagar num prazo entre dois a 10 anos, dependendo da instituição bancária. Mas, habitualmente, tem um período de carência até quatro anos, em que paga apenas o correspondente aos juros. 

Neste crédito, é possível ter um financiamento até 100% do valor que pede, através da apresentação de comprovativos de despesa. 

Então, para beneficiar de um crédito formação, é preciso: ter mais de 18 anos; apresentar um comprovativo de inscrição numa universidade pública ou privada, dentro ou fora de Portugal; entregar ao banco o mapa de responsabilidades retirado do site do Banco de Portugal e ir apresentando resultados escolares através de comprovativo. 

Leia ainda: Crédito formação para estudar: saiba como funciona

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

2 comentários em “Quanto custa um mestrado e uma pós-graduação em Portugal?
Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.