Cultura e Lazer

Viagem de finalistas. Que custos devo ter em conta?

É finalista do secundário e quer saber as despesas que pode ter com uma viagem de finalistas? Conheça os custos possíveis neste artigo.

Cultura e Lazer

Viagem de finalistas. Que custos devo ter em conta?

É finalista do secundário e quer saber as despesas que pode ter com uma viagem de finalistas? Conheça os custos possíveis neste artigo.

A viagem de finalistas dos alunos do ensino secundário marca o fim de uma fase importante na vida dos estudantes. Nos últimos anos, grande parte destas viagens têm como destino o sul de Espanha. Durante uma semana de diversão, os estudantes despedem-se dos colegas que foram, durante muitos anos, companheiros de estudo. É uma altura entusiasmante na vida de qualquer aluno e que nenhum quer perder. 

Por norma, esta viagem costuma ocorrer nas férias da Páscoa. Mas, com a chegada da pandemia, a maior parte das viagens de finalistas não aconteceram. Este ano, tudo indica que voltam a estar reunidas as condições para se realizarem. Mesmo que os destinos tenham de ser ajustados.

Por isso, vejamos que custos deve ter em conta se for viajar para celebrar o fim da escolaridade obrigatória.  

Ir de viagem de finalistas pela escola. Quanto custa? 

As escolas têm o poder de decidir que viagens de finalistas vão estar à disposição dos seus alunos. Ou seja, existem diversas agências que promovem pacotes de viagens, cada uma para um local e com especificidades diferentes, e a escola é que decide quais colocam à escolha dos estudantes. Os alunos podem sempre viajar fora desta organização, mas a maioria opta por pacotes que a escola escolheu, sobretudo porque a logística é mais fácil

Quanto aos valores a ter em conta, estes dependem muito do pacote, bem como do que quer, ou não, ter incluído na sua viagem. Isto porque certos locais são mais caros e longe do que outros, o que encarece o alojamento e o transporte.  

Além disso, os pacotes e os seus valores podem diferir face aos gostos e ao que pretende fazer na viagem. Por exemplo, existem pacotes de viagens mais focados nas saídas à noite, outros mais virados para a praia e piscina e outros mais citadinos e com visitas a parques de diversão. A maioria inclui as saídas à noite com artistas conhecidos pelos jovens, contratados pelas agências para atrair um maior número de estudantes. 

No entanto, o valor final também pode depender da quantidade de dias que pretender ir. Em algumas viagens é possível escolher entre períodos curtos ou mais longos. 

Os pacotes das viagens mais conhecidas (Punta Umbría, Rebel Village e Marina d’Or) podem ir de 5 a 7 noites e os valores base de 252 euros a 400 euros, respetivamente. Depois, o valor depende de quantas pessoas querem no quarto/apartamento. Se forem 4 a 6 pessoas os valores podem variar entre 294 euros a 385 euros por pessoa. Quanto maior for o espaço e mais pessoas estiverem incluídas, mais caro vai ficar a cada um. 

Estes são valores base, alguns com meia pensão, outros nada incluem. Vejamos agora o que é possível incluir e com que outros custos tem de contar para a viagem. 

Além do valor da viagem, com que outros valores posso contar? 

Nos pacotes base das viagens de finalistas, regra geral, estão garantidos os seguintes custos: transporte; alojamento; seguro de viagem e acidentes pessoais; taxas hoteleiras e IVA. 

Mas, atenção, tem de pagar um valor extra se quiser acrescentar alimentação (pensão completa); atividades específicas; bebida à discrição na discoteca; uma caução que, se tudo correr bem com o alojamento, é devolvida no final da viagem e a limpeza do quarto, caso seja hotel. 

Com a pensão completa (pequeno-almoço, almoço e jantar incluídos), os valores dos vários pacotes podem variar entre 384 a 545 euros no total da viagem, por pessoa. 

Por isso, se apenas pagar o valor base, deve ter em conta, pelo menos, os custos que vai ter com alimentação e a caução, que é obrigatória. Se também pretender beber nas saídas à discoteca, mas achar que não compensa ter bebida à discrição, tente fazer uma estimativa de quanto vai gastar nesse aspeto. Depois, pondere ainda custos com souvenirs que queira levar de regresso à família ou amigos, ou recordações que queira comprar para si mesmo. 

Organizar uma viagem de finalistas fora da escola 

Se não encontrar nenhum pacote de viagem de finalistas que seja 100% do seu agrado, ou se quiser gastar menos dinheiro e tiver colegas na mesma situação, podem organizar uma viagem de finalistas totalmente ao vosso gosto

Vai viajar? 10 dicas para poupar durante a viagem
Ler mais

Então, pensem num destino para onde todos gostassem de ir e tentem procurar um alojamento com uma boa relação de qualidade/preço para todos e as datas com os métodos de transporte mais baratos (autocarro, avião, comboio). Podem, claro, recorrer à ajuda de uma agência de viagens.

Ao ponderar o destino, pensem também na qualidade de vida lá. Isto é, existem destinos onde é mais barato comer ou apanhar transportes e outros onde é muito caro. Logo, se o objetivo for poupar, façam uma pesquisa prévia dos locais para onde estão a pensar ir, para terem uma noção dos custos que vão ter lá. 

Como poupar para a viagem de finalistas? 

Se vai pagar a sua viagem ou se tem de assumir uma parte e, para tal, precisa de juntar dinheiro, vejamos algumas dicas que podem ajudar a atingir esta meta. 

Caso ainda não trabalhe e não consiga colocar dinheiro de parte porque não tem um salário, pondere arranjar um trabalho temporário até à viagem. Como, por exemplo, trabalhos de entrega de panfletos ao fim-de-semana, trabalhos em eventos, entre outros. 

Se esta não for uma solução viável para si, tem outras formas de juntar dinheiro. Recebe mesada ou semanada? Tente poupar esse dinheiro ao máximo, para que, caso sobre, possa colocar de parte. Vai fazer anos antes da viagem? Aproveite o dinheiro, caso receba de familiares como prenda, e ponha de parte também. 

Além disso, ainda pode vender coisas que já não utilize como: roupa, ténis, aparelhos eletrónicos, entre outros. É uma forma de ganhar dinheiro com o que já não usa, para a sua viagem. 

E depois do secundário, posso viajar com a Universidade? 

A Universidade também organiza viagens de finalistas para os alunos que terminam os cursos, normalmente através da Associação de Estudantes, mas não é tão comum.  

No entanto, se vai agora para a Universidade, saiba que é comum as Associações de Estudantes organizarem viagens que englobam todos os alunos, seja qual for o ano ou o curso em que se encontram. Têm como objetivo fomentar o espírito de união universitário.  

Neste caso, é a Associação que trata de tudo e, depois, pede um valor aos alunos. Normalmente, este inclui o alojamento e o transporte. Já a alimentação, fica a cargo dos estudantes. É organizado um roteiro geral, mas não é obrigatório cumpri-lo nem andarem juntos. As regras específicas de cada viagem cabem depois a cada Universidade e respetiva Associação de Estudantes. 

Ainda através da Universidade, também é possível viajar se optar por fazer Erasmus. Com este programa pode candidatar-se a uma Universidade num dos 34 países incluídos e, se for aprovado, vai estudar lá durante um semestre do seu curso. 

Aqui, as despesas podem ser muito superiores a uma viagem de poucos dias. Se não tiver uma bolsa, a única despesa de que está isento no programa Erasmus+ é a do pagamento de propinas e inscrições em exames. 

Leia ainda: Quanto custa fazer um Erasmus? Prepare o seu orçamento

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Um comentário em “Viagem de finalistas. Que custos devo ter em conta?
Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.