Vida e família

Férias de verão: ideias frescas de atividades para os filhos

Desde ateliês a campos de férias, há de tudo e para todas as carteiras. O objetivo é preencher as férias de verão e deixá-los felizes.

Vida e família

Férias de verão: ideias frescas de atividades para os filhos

Desde ateliês a campos de férias, há de tudo e para todas as carteiras. O objetivo é preencher as férias de verão e deixá-los felizes.

Apesar de, provavelmente, estar já em contagem decrescente para as férias de verão, se tem filhos também estará a pensar como os ocupar enquanto não chega a hora de vestir os calções de banho. Ainda por cima, muitas das colónias de férias continuam a não se realizar por causa da pandemia, limitando as opções dos pais.

Porém, não desespere! Até porque há várias opções para entreter as crianças e jovens: tudo depende do que procura e de quanto está disposto a pagar. Se quiser optar pela proximidade (e mais baixo custo), pergunte na sua junta de freguesia ou câmara municipal que atividades existem para os mais novos. Mas atenção que na maioria das juntas as atividades são para maiores de 6 anos e por causa da pandemia nem todas estarão a funcionar. 

Outra opção, também com custos reduzidos, pode ser a inscrição nas “Férias em Movimento”do Instituto Português do Desporto e da Juventude, que inclui campos de férias para jovens dos 10 aos 17 anos. Já se pondera inscrever o seu filho nos escuteiros, saiba que as atividades coincidem com o calendário escolar e portanto, não é possível fazê-lo no verão. Além disso, também por causa da covid-19 muitos agrupamentos estiveram fechados e sem atividades mesmo durante o ano letivo que agora terminou.

Ainda assim, o Doutor Finanças deixa-lhe outras sugestões para ocupar os tempos livres dos seus filhos, enquanto suspira pelas merecidas férias em família.

Leia mais: Férias de verão: Ocupações dos mais novos para todos os bolsos

Explorar o bosque na Lousã

A proposta da Associação Traços na Paisagem , que leva as crianças a conhecer o bosque na Quinta do Reguengo, na Lousã. Para isso, é preciso levar sempre calças compridas e casaco fechado, mesmo que esteja calor, chapéu e, se houver nuvens carregadas, roupa e calçado impermeável. Para a marmita, é preciso levar água, dois lanches pequenos e um almoço reforçado, bem como repelente de insetos, que é indispensável e deve ser colocado em casa. O atelier semanal custa 100 euros, mas se optar por dias avulsos, o valor é de 20 euros por criança, com seguro incluído.

Leia ainda: Férias escolares: ideias para se divertir em família sem gastar muito dinheiro

Lisboa: atividades ao ar livre a partir dos 3 anos

Se quer continuar a apostar em atividades ao ar livre, o centro educativo Know More, em Benfica preparou um programa muito variado para crianças e jovens dos 5 aos 15 anos, com preços que oscilam entre 40 euros e 195 euros.

O programa inclui uma viagem ao Porto, estadias na Pousada da Juventude do Porto e no parque de campismo de Monsanto, bilhetes para as entradas nos diversos locais e acompanhamento profissional de monitores e professores das diversas áreas. Caso não seja mencionado no programa, a refeição é paga à parte (3,95 euros). 

Também há ateliês em que os mais pequenos podem participar. O Mundo ITA (Imagina, Toca e Aprende) quer que as crianças dos 3 aos 12 anos se desliguem do mundo eletrónico e explorem as alternativas, que incluem jardinagem, culinária, jogos de tabuleiro e pintura expressiva. A frequência semanal custa 170 euros (inclui almoço e dois lanches) e as semanas começam a 12 de julho e terminam a 3 de setembro.

Leia ainda: 5 jogos que ensinam as crianças a gerir o dinheiro

No Porto há férias com póneis e surf

Para os que gostam de atividades com cavalos e póneis,  o Pony Club, no Porto, anuncia semanas de muitas atividades, que incluem conhecer o mundo da equitação e cozinhar receitas saudáveis. As atividades são para crianças dos 6 aos 12 anos e vão de 5 de julho até 10 de setembro, das 9h às 17h.  O preço por cada semana é de 145 euros e inclui todas as atividades, almoço e lanche da tarde.

Se os seus filhos sempre quiseram experimentar aulas de surf, por que não inscrevê-los numa escola?  O Surfing Life Club em Matosinhos e oferece semanas cheias: além do surf, há também bodyboard, skate, stand-up paddle, estafetas australianas e uma espécie de “jogos sem fronteiras”. Se optar por uma semana com almoço incluído, o preço é de 185 euros, mas se for apenas a meio tempo (manhãs ou tardes), paga 95 euros por semana. Também pode optar por ir apenas um dia (45 euros) ou meio dia (30 euros).

Leia ainda: Mesada para crianças - um guia prático

Verão no Zoo de Lagos

Mais a sul, o Parque Zoológico de Lagos abriu um novo ATL de verão para proporcionar aos miúdos um contacto mais próximo com a zoologia e interpretação da natureza. O programa inclui visitas guiadas ao zoo, combinado com outras atividades artísticas e também momentos de diversão na piscina. O custo é de 25 euros por dia e 125 euros por semana e inclui almoço, lanche da tarde e seguro de acidentes pessoais. 

Leia ainda: 3 ideias de férias low-cost com os miúdos

Campos de férias em Sintra e Coimbra

Apesar de haver menos oferta por causa da pandemia, ainda se conseguem encontrar campos de férias. Por exemplo, no concelho de Sintra, onde está o Roda Viva, localizado na Praia Grande e que promete muitas aventuras e até atividades radicais às crianças e jovens dos 7 aos 18 anos. Quanto aos preços,  uma semana (7 dias/6 noites) custa 320 euros, mas se o jovem tiver mais de 15 anos, o valor desce para os 270 euros. Por outro lado, se quiser ficar duas semanas (14 dias/13 noites), o custo ascende a 635 euros, ou 540 euros, caso o jovem tenha mais de 15 anos. O preço inclui alojamento, alimentação, acompanhamento, atividades, transporte e seguro. 

Finalmente, se estiver no centro do país, pode inscrever os miúdos no Summerpolis, no Candosa Village, em Góis (Coimbra). Neste campo de férias promete-se todo o tipo de atividades durante o mês de julho: crianças e jovens dos 6 aos 18 anos poderão fazer canoagem, laser tag, escalada e rappel, BTT, karts, nadar nas praias fluviais e muito mais, com o custo de 295 euros por semana.

Leia ainda: Dicas para ajudar a poupar nas férias de verão

Em suma, estes são apenas alguns exemplos das atividades disponíveis para as crianças e jovens, para várias faixas etárias e a vários preços, de norte a sul do país. Para encontrar mais atividades que melhor se adequem ao seu filho (e à sua carteira), faça a sua própria pesquisa.

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.