Entrevistas

Conheça o consultor João Chotas

Mariana Silva Mariana Silva , 23 Agosto 2018
João Chotas, conhecido pela sua determinação e dedicação em tudo o que faz. Conheça o nosso consultor de crédito consolidado e fique saber qual a melhor parte de trabalhar no Doutor Finanças.Quem conhece e trabalha com o nosso consultor de Crédito Consolidado sabe que é um rapaz de bom coração, contagia sempre os seus colegas com sua boa disposição e simpatia.

No doutor Finanças existe um ambiente super familiar, em que todos os departamentos se ajudam mutuamente a fim de proporcionar a melhor experiência profissional. É criada uma dinâmica tão própria e na qual nos deixamos envolver tanto, que acaba por ser como diz aquele ditado: “faz o que gostas e não terás que trabalhar um único dia da tua vida”!

Quem é o João Chotas?

Sou pessoa pro-activa, responsável e que gosta de desafios. Não gosto de facilitismo, procuro sempre fazer mais e melhor, superando-me em cada obstáculo. Sou amigo do amigo, divertido, empático e sobretudo gosto muito de trabalhar com pessoas. Sendo uma pessoa extrovertida, procuro estar rodeado com as pessoas de quem gosto, em ambientes muitos aprazíveis como a praia, sendo também apaixonado por desporto.

Qual é o seu trabalho na equipa do Doutor Finanças?

Actualmente, sou consultor na área de crédito (pessoal e consolidado), fazendo parte da equipa de Negociação. Numa primeira etapa, após verificar a viabilidade do processo pelo analista, é para mim transferido o mesmo, fazendo toda a recolha e análise documental. No final, e na tentativa da melhor resolução para o cliente, faço com que as suas necessidades sejam ouvidas e suprimidas, pois esse é o nosso foco primordial.

Qual é a melhor parte do seu trabalho?

A melhor parte do meu trabalho é sem dúvida quando ouvimos por parte dos nossos clientes “ Obrigada João pela sua ajuda, mudou a minha vida”. Existe coisa mais gratificante? Como disse anteriormente, sou uma pessoa que gosta muito de pessoas e saber que, no final do meu trabalho e empenho, o resultado são pessoas ou famílias mais felizes e desafogadas, é uma gratificação e uma experiência que quero desenvolver durante muito tempo.

Como é trabalhar no Doutor Finanças?

É brutal. Somos de facto uma família. No doutor Finanças existe um ambiente super familiar, em que todos os departamentos se ajudam mutuamente a fim de proporcionar a melhor experiência profissional. É criada uma dinâmica tão própria e na qual nos deixamos envolver tanto, que acaba por ser como diz aquele ditado: “faz o que gostas e não terás que trabalhar um único dia da tua vida”!

Põe em prática os ensinamentos do Doutor Finanças na sua própria vida financeira? Qual é a prática financeira da qual não abdica na sua vida pessoal?

Eu costumo dizer que sou uma pessoa forreta, na verdadeira acepção da palavra. Não vou mentir, como todos os jovens, faço as minhas “asneiras”, mas desde que comecei a trabalhar no Doutor Finanças que desenvolvi uma visão mais futurista de mim mesmo e dos meus objectivos. Sendo por isso imperativo ter uma poupança consciente.

Qual é o seu pior defeito a gerir dinheiro e que gostaria de melhorar?

Antes de entrar para o Doutor Finanças era aquele tipo de pessoa que gastava, às vezes, mais do que ganhava (risos). Gasto dinheiro, muitas vezes, em coisas que não são necessárias e isso é uma questão que gostaria de aprender a valorizar, o que é mais importante e no que devo gastar realmente o meu dinheiro a fim de não ficar desprovido.

Partilhe a sua melhor dica de poupança com os leitores do Doutor Finanças.

É importante fazer uma boa gestão do orçamento mensal, como por exemplo nas compras do mês, ter em atenção as promoções que podem ser um bom indicador de poupança. Uma boa solução pode também passar por registar os gastos mensais e analisar onde é que está ser gasto mais dinheiro, e com base nessa análise conseguir reduzir alguns encargos e por sua vez aumentar a sua poupança. Pessoalmente, todo o remanescente que tenho aquando da recepção do ordenado de mês corrente, é colocado em poupança, como se o tivesse gasto nas despesas mensais, iniciando assim o novo mês com saldo 0€ e não positivo, ou seja, contando apenas com o novo ordenado disponível.Esperamos que tenha gostado de conhecer o consultor João Chotas. Se ainda não conheceu a Ana Ferreira, a consultora entrevistada no mês passado, não deixe de ler a entrevista completa neste artigo.
Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #consultor,
  • #crédito consolidado,
  • #crédito pessoal

Deixar uma resposta

Um comentário em “Conheça o consultor João Chotas