Finanças pessoais

Está a ponderar construir casa? Prepare-se para as diferentes etapas

Está indeciso entre comprar e construir casa? Neste artigo conheça vantagens e desvantagens, bem como as diferentes etapas.

Finanças pessoais

Está a ponderar construir casa? Prepare-se para as diferentes etapas

Está indeciso entre comprar e construir casa? Neste artigo conheça vantagens e desvantagens, bem como as diferentes etapas.

Está a pensar em ter a sua própria casa mas ainda não decidiu se compra ou constrói? É importante perceber quais são as etapas para construir casa e, assim, tomar uma decisão informada.

Neste artifo, primeiramente, reunimos as vantagens e desvantagens de construir e, em seguida, abordamos as diferentes fases deste processo. Por último, deixamos-lhe alguns conselhos de poupança para ajudá-lo neste projeto de vida.

Quais são as vantagens de construir casa?

Analisar os benefícios de ter a sua casa pode ajudar na decisão.

Maior personalização

Antes de mais nada, permite-lhe poder idealizar cada espaço, escolher as divisões e a disposição das mesmas e escolher o design e os materiais. Por outras palavras, ao optar por esta solução adequa a sua casa ao seu estilo e forma de viver.

Escolha do local onde viver

Com a possibilidade de construir existe a oportunidade de escolher o local onde quer residir durante um curto ou longo período de tempo. 

Eficiência e isolamento

Contrariamente ao que acontece quando compra uma casa já feita, quando avança para a construção tem a possibilidade de escolher os materiais adequados e opções de aquecimento e isolamento.

Ou seja, consegue garantir uma eficiência energética da casa a longo prazo e, consequentemente, uma maior poupança. Por exemplo, ao evitar o recurso constante a eletrodomésticos para arrefecer ou aquecer as divisões.

Pode ser mais económico

O facto de definir os seus fornecedores, os materiais e a empresa de construção pode permitir-lhe poupar algum dinheiro. Isto porque pode delinear este projeto tendo por base o seu orçamento disponível.

Ainda mais, o Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT) para a construção também é inferior, pois apenas paga o IMT sobre o terreno.

Desvantagens de construir uma casa

Uma das etapas para construir casa é também o momento de "pesar" as possíveis desvantagens em avançar neste tipo de processo.

Tempo da construção

Durante a construção são necessários longos meses para a casa estar finalizada, ao contrário do que acontece quando compra casa, que se consegue mudar assim que todos os documentos estejam assinados e tratados.

Além disso, durante a obra podem existir atrasos, seja devido a condições meteorológicas, seja devido à escassez de alguns materiais que escolheu inicialmente.

Acima de tudo, é importante analisar a sua situação pessoal e saber se compensa optar por esta solução a curto e a longo prazo.

Burocracias essenciais

Neste caso, obter financiamento requer um maior número de burocracias necessárias. Do mesmo modo, deve ter sempre em conta a gestão do seu planeamento e orçamento para cumprir os prazos estipulados.

Montante pedido é libertado faseadamente

Necessita de recorrer a crédito habitação para construção? Para a construção é fundamental saber que os montantes são libertados à medida que a obra vai avançando, isto é, libertados entre três e seis tranches.

E como é que se tem conhecimento fidedigno deste desenvolvimento da obra? Existe um perito que visita a obra para comprovar o ponto de situação, o que também implica um custo.

homem a construir o interior de uma casa, trabalha junto a uma janela

4 etapas para construir casa

Agora que já conhece algumas das vantagens e desvantagens de construir a sua própria habitação, vamos explicar quais são as etapas a seguir para tornar este processo mais simples e percetível. Todavia, é importante referir que estas etapas podem ser diferentes de caso para caso.

Já tem terreno?

Se não tem terreno, não pode construir, certo? A escolha do terreno é um momento importante no qual deve investir o seu tempo. Então, estes são alguns pontos importantes nos quais se deve debruçar:

  • Localização e zona envolvente, reparando na exposição solar do terreno;
  • Taxas e obrigações fiscais, como é exemplo o Imposto Municipal sobre Transmissões (IMT) e o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI);
  • Levantamento topográfico;
  • Área autorizada para construção.

Ao mesmo tempo é essencial certificar-se que não necessita de resolver problemas como declives, linhas de água, entre outros.

Escolha o arquiteto

Depois do terreno, é o momento de começar a pesquisar arquitetos. Nesse sentido e com a sua ideia em mente veja o trabalho de vários profissionais e peça orçamentos para ter uma ideia dos preços praticados. 

Com a ajuda do arquiteto vai ter o projeto da sua casa feito, tendo em conta as suas preferências. O projeto de arquitetura tem diferentes fases:

  1. Reunião inicial é um encontro no qual indica ao arquiteto todas as suas ideias, preferências, rotinas e ainda o que não tenciona fazer. Após a assinatura do contrato, é a partir de todas estas informações que o profissional de arquitetura vai projetar a sua casa;
  2. Estudo prévio, através do qual o arquiteto desenvolve as ideias para as apresentar sob a forma de peças desenhadas/escritas/maquetas;
  3. Projeto de Licenciamento: o projeto apresentado no Estudo prévio é consolidado e, após a aprovação do cliente, é entregue na Câmara Municipal, juntamente com outros documentos pedidos por Lei;
  4. Especialidades: depois da aprovação do projeto de licenciamento são feitos os projetos de gás, eletricidade, água, entre outros;
  5. Projeto de execução, engloba detalhadamente as informações dos projetos de arquitetura e especialidades;
  6. Licença de construção: é emitida após a aprovação dos projetos.

Portanto, nesta fase fica definido tudo o que é necessário para dar forma à sua casa, nomeadamente, caderno de encargos, medições, orçamentos e imagens 3D do projeto.

E como funciona o crédito habitação?

Como já foi referido acima, um crédito habitação para construção é diferente de um crédito habitação dedicado à compra de um apartamento/moradia que esteja à venda. 

Isto acontece porque, após a aprovação, os montantes vão ser libertados por tranches de acordo com o avanço das obras. Seja como for, é possível ter um período de carência de capital, em que só irá pagar juros entre os primeiros 24 e 36 meses do processo. 

O processo de aprovação deste tipo de crédito pode demorar mais tempo e o valor máximo que o banco disponibiliza tem por base a avaliação da obra.

Algumas das condições importantes para a possibilidade de ter o crédito aprovado são: ter terreno com viabilidade para construção, apresentar todos os documentos necessários, ter estabilidade financeira e uma taxa de esforço baixa, ter histórico limpo no Banco de Portugal e ter uma percentagem de valor disponível para dar de entrada.

Nesta fase, pode encontrar profissionais que o ajudam a ter as melhores condições tendo por base uma avaliação de várias entidades bancárias. Estes profissionais são intermediários de crédito que analisam o seu caso gratuitamente.

Construção civil

Inicialmente, é importante pedir vários orçamentos junto de empresas de construção para que possa cumprir o orçamento que delineou.

Fundações, estrutura, alvenaria, cobertura, isolamentos, pavimentos, janelas, loiças sanitárias… Estas são algumas das várias fases essenciais numa obra para que a sua casa fique habitável. 

Logo depois da obra terminar, as entidades competentes fazem a análise da mesma e das instalações.

Dicas de poupança para ajudar nesta fase

Depois de conhecer as etapas para construir casa precisa de, antecipadamente, ter algumas ideias de poupança que podem ajudar a avançar com esta fase na sua vida. 

Assim, conheça alguns conselhos para começar:

  • Defina o seu orçamento: permite-lhe definir prioridades e evitar ter despesas extra que não está a contar ter;
  • Escolha os materiais com uma relação qualidade/preço para que, futuramente, não tenha problemas em casa que o façam gastar mais dinheiro;
  • Recorra a profissionais para o ajudarem a ter as melhores condições no seu crédito habitação;
  • Invista na eficiência energética, nomeadamente no isolamento e na climatização que lhe permitam poupar na sua fatura mensal de energia.
Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.